14 Maio 2021
PSB defende voto impresso, diz presidente da sigla, Carlos Siqueira

PSB defende voto impresso, diz presidente da sigla, Carlos Siqueira

O PSB defende que seja adotada a impressão dos votos junto às urnas eletrônicas. Segundo o presidente da sigla, Carlos Siqueira, trata-se de uma maneira a mais de auditar os resultados das eleições afastando cada vez mais hipóteses de fraudes. “Eu não consigo entender é o porquê de o voto não ser impresso”, disse ao Poder360.

O presidente da legenda afirmou ainda ter orientado o líder do partido na Câmara, Danilo Cabral(PE), a escolher só deputados simpáticos à ideia para a comissão da reforma política. A ideia é tentar avançar no tema ainda este ano. 

A adoção do voto impresso é pauta do presidente Jair Bolsonaro. Em live, ele disse que sem voto impresso não haverá eleição em 2022. Na 3ª feira (11.fev.2021), Renata Abreu (Podemos-SP), relatora da comissão, declarou que o tema deve ser resolvido em plebiscito junto com a eleição de 2022.

Sobre a declaração de Bolsonaro, Siqueira apenas comentou: “É da natureza dele”.

CONTRA O DISTRITÃO 

O PSB será contra a adoção do modelo, defendido pelo Centrão. “O sistema político já está muito ruim e você adota um instituto que não existe em nenhuma democracia sólida no mundo? Ao invés de melhorar, ele piora”, declarou.

No Distritão, são contabilizados apenas os votos nos candidatos, que são eleitos independentemente de quantos votos o partido tenha recebido. É uma solução que tem sido criticada por enfraquecer o instituto dos partidos políticos ao mesmo tempo que fortalece o candidato.

CENTRO-ESQUERDA

Siqueira defende a redução no número de partidos no Brasil e disse que uma união do PSB com PDT e PC do B seria boa para o Brasil. “Quem sabe no futuro não sejamos empurrados para isso? Eu defendo essa ideia”, disse.

Quanto às eleições de 2022, o presidente do PSB disse que ainda é cedo para discutir. Mas adiantou que tem mantido conversas com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ciro Gomes (PDT) e com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB). Ele não descarta que o PSB lance um candidato próprio à presidência.

Assista à entrevista (34min25s) concedida na 4ª feira: