Humberto Costa coloca Bolsonaro na parede pelo Imunidade de Rebanho

Data:06 de Maio de 2021 Autor: Adriano Roberto

Humberto Costa coloca Bolsonaro na parede pelo Imunidade de Rebanho

Uma das linhas de investigação dos senadores na CPI da Covid, que analisa a atuação do governo no combate à pandemia, é se Bolsonaro teria intencionalmente adotado a estratégia de tentar atingir "imunidade de rebanho" sem vacinas.

A estratégia foi levantada ppelo senador pernambucano, Humberto Costa, como possibilidade no início da pandemia e consiste em tentar atingir imunidade de grupo - quando a maioria da população têm anticorpos contra o vírus - sem vacinas, através da contaminação do maior número possível de pessoas. Em pouco tempo, no entanto, estudos mostraram que a consequência dessa estratégia eram milhares de mortes.

Embora o ministério da Saúde nunca tenha oficialmente adotado a estratégia de imunidade de rebanho sem vacinas, o presidente Jair Bolsonaro disse diversas vezes que a contaminação da maioria da população era inevitável e que "ajudaria a não proliferar" a doença.

Mais de um ano depois da chegada da pandemia no Brasil, o país tem o segundo maior número de mortes do mundo - mais de 400 mil, atrás apenas dos EUA.

A linha de investigação sobre se o presidente intencionalmente escolheu essa estratégia e levou a um alto número de mortos se tornou central na CPI na terça, quando o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta afirmou em seu depoimento que "teve a impressão" de que foi exatamente isso que aconteceu.