07 Fevereiro 2017

Trio do STF foi fundamental para Alexandre de Moraes

Como mostra o dito popular Michel Temer "pegou em bomba" ao indicar para a vaga de Teori no Supremo Tribunal Federal o falastrão, Alexandre de Moraes, até então ministro da justiça. A quase unanimidade de que o desprovido de fios capilares é um falastrão que pode trazer desconforto ao presidente. 

Outra "pisada na bola" de temer foi anunciar a indicação antes da formaçao da CCJ (Comissao de Constituição e Justiça) do Senado, o que dá mais de 15 dias para o indicado levar bordada na imprensa.

Aliás, pancada dos órgaos de imprensa ele já vem levando faz tempo. Veja a manchete da revista Época: "Alexandre de Moraes, o falastrão da Esplanada - O ministro da Justiça comete um deslize atrás do outro e constrange o governo Temer"

A coluna Radar, do jornalista, Mauricio Lima diz que três ministro do STF influenciaram decisivamente a escolha de Michel temer. Além do óbvio apoio do PSDB, partido ao qual é filiado, Alexandre de Moraes também recebeu forte apoio dentro do STF para tornar-se ministro.

O triunvirato formado por Celso de Mello, Gilmar Mendes e Dias Toffoli foi fundamental. Trabalham forte para que o nome emplacasse, realizando conversas e telefonemas diários. A estratégia deu certo.