03 Agosto 2018
Será? Aécio desiste do Senado e vai ser candidato a deputado federal

Será? Aécio desiste do Senado e vai ser candidato a deputado federal

Da Veja - O senador Aécio Neves (PSDB-MG) acaba de tomar a sua decisão para as eleições de 2018. Ele desistiu de ser candidato ao Senado e vai disputar uma vaga na Câmara dos Deputados. Aécio já avisou o senador Antonio Anastasia, candidato do PSDB ao governo de Minas Gerais.

Em carta divulgada, Aécio justificou sua decisão, afirmando que pretende “ampliar o campo de apoio à candidatura que melhor atende ao projeto de reconstrução de Minas”. Ele relembrou sua passagem como presidente da Câmara entre 2001 e 2002 e líder do governo de Fernando Henrique Cardoso. “A gravidade da situação do nosso estado exigirá uma bancada forte e unida na defesa dos interesses de Minas no Congresso e junto ao Governo Federal”, completou.
 
Adiante, o tucano trata do tema que, de fato, influenciou em seu ocaso político, o levando dos 51 milhões de votos para a Presidência da República até a desistência de entrar em qualquer disputa majoritária neste ano. Ele criticou “os ataques violentos e covardes de que tenho sido alvo” e afirmou que “estará lutando para que a verdade prevaleça”.

Acusações
Aécio é réu na Operação Lava Jato pela acusação que corroeu a sua reputação: o áudio em que conversa com o empresário Joesley Batista e pede 2 milhões de reais, pagos em encontros gravados entre intermediários do senador e executivos da JBS na sede da empresa, em São Paulo. Em sua defesa, o senador afirmou ter pedido um empréstimo ao empresário, a quem tentava vender um apartamento que a sua mãe possui no Rio de Janeiro.

O caso lhe rendeu uma denúncia por corrupção passiva e obstrução à Justiça, que foi aceita pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em abril. Quando a delação dos irmãos Batista veio à público, Aécio Neves era o presidente nacional do PSDB. Ele foi afastado e, posteriormente, renunciou à posição.