21 Dezembro 2018
Lula revela que não tinha nenhuma esperança de ser solto

Lula revela que não tinha nenhuma esperança de ser solto

Luiz Inácio Lula da Silva afirmou a aliados que o visitaram na sede da Polícia Federal em Curitiba, na quarta (19) e nesta quinta-feira (20), que jamais teve a esperança de que ganharia liberdade após a decisão de Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele sabia que a decisão seria revogada.

A coluna “Painel”, da Folha de S. Paulo, ouviu relatos de pessoas que estiveram com o ex-presidente na cadeia e disse que Lula contou que sua saída da prisão não interessa a outras forças políticas na atual conjuntura. Além disso, a “Painel” revelou que o petista acompanhou pela TV o noticiário do STF.

PRISÃO DOMICILIAR

Dirigentes do Partido dos Trabalhadores e familiares sugeriram a Lula que entre com um pedido de transferência para prisão domiciliar, sob a alegação de razões humanitárias, ressaltando sua idade, 73 anos, e o fato de ter tratado um câncer. No entanto, o ex-presidente não gosta da ideia, pois acha que isso seria um desrespeito com os militantes que estão acampados na frente da sede da Polícia Federal em Curitiba desde o início de abril, quando o petista foi preso.