04 Novembro 2020
Funcionária fantasma em Brasília, candidata a prefeita de Amaraji recebeu mais R$ 130 mil

Funcionária fantasma em Brasília, candidata a prefeita de Amaraji recebeu mais R$ 130 mil

A dias das eleições do dia 15 de novembro, a população de Amaraji, na Zona da Mata Sul, ficou inconformada ao tomar conhecimento, nesta quarta-feira (4), de que a candidata a prefeita Aline de Andrade Gouveia (PSB), durante quatro anos (2015 a 2018) foi funcionária fantasma do gabinete do deputado federal Fernando Monteiro . Neste período, a socialista recebeu cerca de R$ 130 mil em salários. Tudo pago indevidamente com o dinheiro do povo.

Aline Gouveia, que tem prometido implantar uma “nova política” no munícipio, nunca deu um minuto de expediente e nem poderia, já que, entre 2015 e 2018, ela cursou medicina em horário integral - três turnos - numa faculdade particular no Recife. 

Documentos oficiais comprovam que Aline de Andrade Gouveia começou a receber o salário de R$1.690,00, saltando para R$ 4.364,54. Além disso, a funcionária fantasma recebeu mais de R$ 42 mil entre auxílio alimentação e vantagens indenizatórias.  

De acordo com as regras da Câmara dos Deputados, a secretaria parlamentar Aline Gouveia tinha a obrigação de trabalhar 40 horas, no gabinete do parlamentar, em Brasília, ou no escritório em Pernambuco. O que nunca aconteceu, tendo em vista que ninguém consegue estar em dois lugares ao mesmo tempo.