04 Abril 2018
Forte pressão das forças armadas coloca STF na berlinda

Forte pressão das forças armadas coloca STF na berlinda

O comandante do Exército Brasileiro, general Eduardo Villas Bôas, afirmou nesta terça-feira que a instituição "julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade". A declaração foi realizada na véspera do julgamento, no Supremo Tribunal Federal (STF), do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em sua conta no Twitter, Villas Bôas disse que o Exército também defende o "respeito à Constituição, à paz social e à Democracia", e que a instituição "se mantém atenta às suas missões institucionais".

O general ainda destacou que, "nessa situação que vive o Brasil", é preciso questionar às instituições e ao povo quem "está pensando no bem do país" e "quem está preocupado apenas com interesses pessoais".

Imediatamente vários comandados das diversas regiões militares do país, incluindo o interventor do RJ e o juiz da Lava-Jato se solidarizaram com o General o que nos dá uma ideia de que os militares estão passando para a população que estão prontos para agir. Veja abaixo o twitter de Villas Bôas e seus comandados: