27 Fevereiro 2019
Ex-presidente da Câmara de Olinda investigado pelo MP de Contas PE

Ex-presidente da Câmara de Olinda investigado pelo MP de Contas PE

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) abriu um processo para investigar atos de gestão do ex-presidente da Câmara de Vereadores de Olinda, Marcelo Santana Soares (PCdoB).

 O vereador, segundo relatório interno da Câmara de Olinda, teria autorizado em 2015 a quitação de empréstimos consignados de servidores com recursos próprios do Poder Legislativo.

O pedido de investigação foi feito pelo Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO), em janeiro deste ano, quando recebeu o relatório interno da Câmara de Olinda, que apontava indícios de prejuízo ao erário.

"O então presidente do Poder Legislativo, Marcelo de Santana Soares, teria autorizado o débito de R$ 227.913,48 em contas no banco do próprio Poder Legislativo para quitar empréstimos consignados particulares realizados por servidores.

O relatório conclui pelo débito de R$ 227.913,48 para os cofres públicos, pois os empréstimos deveriam ser quitados pelos servidores e não pelo Poder Público", disse o procurador Cristiano Pimentel, representante do MPCO que pediu a investigação.

 Segundo o requerimento do MPCO, o ex-presidente Marcelo de Santana Soares, no Ofício 01/2015 datado de 20 de fevereiro de 2015, teria autorizado o débito de R$ 227.913,48 na conta-corrente do Poder Legislativo