27 Janeiro 2019
Entre as 45 barragens com risco de romper está a de Jucazinho no Agreste de PE

Entre as 45 barragens com risco de romper está a de Jucazinho no Agreste de PE

O rompimento de barragens no Brasil, como aconteceu com a de Brumadinho, MG está fazendo com que os técnicos do Governo Federal se voltem para o estudo completo das construções que possam estar em situação de perigo no país.

O último relatório sobre segurança de barragens, divulgado no fim de novembro do ano passado pela Agência Nacional de Águas (ANA), listava ao menos 45 barragens com grande risco de rompimento, quase o dobro do número registrado no ano anterior.

Dentre estas barragens está a de Jucazinho, terceiro maior reservatório do Estado, com capacidade para 327 milhões de metros cúbicos de água, integra a lista de obras com estruturas físicas comprometidas. Localizado em Surubim, no Agreste pernambucano, Jucazinho apresenta fissuras e deterioração no concreto.

Hoje o sistema abastece algumas cidades da região, entre elas Santa Cruz do Capibaribe, Riacho das Almas, Cumaru e Gravatá. O Governo do Estado, através da Compesa alega que a manutenção da barragem está a cargo do DNOCS, Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), órgão que era vinculado ao Ministério da Integração. Agora é preciso que nós, pernambucanos, reforcemos o alerta para as autoridades do Governo Federal, quanto este iminente perigo.