30 Outubro 2020
Coronel Feitosa se compromete em tornar o Recife a capital mais segura do Nordeste

Coronel Feitosa se compromete em tornar o Recife a capital mais segura do Nordeste

Na manhã desta quinta-feira (29), o Coronel Feitosa (PSC) realizou uma carreata na Zona Norte do Recife, passando pelos bairros de Casa Forte, Casa Amarela, Torre, Derby, Coelhos, Aflitos e Jaqueira, além das famosas avenidas da Rosa e Silva, Beira Rio e Rui Barbosa.

Na ocasião, o Coronel interrompeu a carreata para falar com alguns de seus apoiadores. Queixas sobre a falta de segurança foram citadas. "Eu não consigo sair tranquila de casa porque todas as vezes tenho medo de ser assaltada, principalmente à noite. Infelizmente não existe segurança em nenhuma parte desta cidade", relatou Suely Rocha.

Comprometido com a segurança do recifense desde o início da sua campanha, o Coronel garantiu que, se eleito, irá cuidar da segurança e fazer da capital pernambucana a mais segura do Nordeste dentro de um ano.

"Eu fui coronel da Polícia Militar, então posso afirmar que entendo de segurança pública. A sensação da falta de segurança constante e a descrença no aparato estatal fazem com que o cenário da cidade seja caótico, com índices alarmantes de criminalidade. No meu governo, isso irá mudar. Irei comandar, pessoalmente, a segurança pública e fazer do Recife a capital mais segura do Nordeste em um ano".

O candidato reafirmou que irá treinar e armar a Guarda Civil Municipal, além de implantar um sistema de segurança eletrônica para melhor monitoramento das áreas do Recife.

"Com menor custo e maior eficácia, vamos instalar esse sistema em todos os pontos da cidade: escolas, hospitais, paradas de ônibus, parques, praças, ruas e avenidas".

Para Feitosa, a falta de segurança é resultante da gestão esquerdista na cidade.

"A insegurança é a marca do socialismo, que corrói o Recife há mais de 2 décadas. Por isso, eu irei varrer o PT e o PSB, dois partidos altamente corruptos e cheios de escândalos. Meu plano de governo estará alinhado com os órgãos de controle para acabar com qualquer possibilidade de corrupção e o desperdício de dinheiro", declarou o Coronel.