27 Fevereiro 2019
Clarissa Tércio defende o Hino Nacional na Alepe

Clarissa Tércio defende o Hino Nacional na Alepe

Nesta terça-feira, (26/02) a deputada estadual Clarissa Tércio (PSC) defendeu a execução do Hino Nacional na Assembleia Legislativa do Estado. A parlamentar que é filha do coronel da reserva (PM) Francisco Tércio e ex-aluna do Colégio Militar, relembrou a alegria que sempre teve no momento que cantava o Hino e acompanhava o hasteamento da Bandeira do Brasil. Clarissa lamentou a polêmica criada por parte da imprensa e de alguns políticos em relação ao conteúdo de recente carta enviada pelo Ministério da Educação (MEC). No texto, o ministro Ricardo Vélez Rodríguez pede que o Hino Nacional seja cantado por alunos e demais integrantes das escolas. De acordo com o texto enviado, isso não é uma obrigação e as escolas que desejarem poderão fazer voluntariamente”, explicou Clarissa. De acordo com o MEC, a atividade faz parte da política de incentivo à valorização dos símbolos nacionais.

A deputada social cristã, que faz oposição ao Governo, ainda criticou a postura adotada hoje pela Secretaria de Educação do Estado que divulgou NOTA afirmando que não aplicará a medida proposta pelo MEC nas escolas da rede pública estadual. “Como patriota, fiquei envergonhada ao ler a NOTA do Governo. Infelizmente o desinteresse quanto à valorização do civismo foi uma herança de anos de governo com viés ideológico de esquerda. Por isso, precisamos urgentemente resgatar o civismo por meio do uso dos Símbolos Nacionais, de acordo com a legislação que rege esses dispositivos. Graças a Deus, estamos vivendo um novo tempo no Brasil onde se faz necessária uma nova conscientização no sentido de que as autoridades tomem conhecimento da real aplicação da Lei Nº 5.700 de 1971”, justificou a deputada.

A deputada bolsonarista fez referência ao artigo 39 que assegura: “é obrigatório o ensino do canto e da interpretação da letra do Hino Nacional em todos os estabelecimentos de ensino, públicos ou particulares, do primeiro e segundo graus”. Em 2009, incluído pela Lei nº 12.031, um parágrafo único foi acrescentado ao artigo: “nos estabelecimentos públicos e privados de ensino fundamental, é obrigatória a execução do Hino Nacional uma vez por semana”.

Clarissa Tércio finalizou o discurso dizendo que a execução do Hino Nacional, pelo menos uma vez por semana, é legal para escolas públicas e particulares do ensino fundamental e citou uma frase do filósofo Olavo de Carvalho: “todo inimigo do Hino Nacional é um inimigo da Nação”.