03 Dezembro 2018
Boquinhas do condenado Pedro Correia em Suape repercute no final de semana

Boquinhas do condenado Pedro Correia em Suape repercute no final de semana

A notícia publicada pelo colunista político, Cláudio Humberto, no seu site, Diário do Poder, causou uma grande repercussão no meio político de Pernambuco. Procurados por esse repórter, muitos não quiseram nem comentar a informação. Dudu da Fonte, como sempre acontece quando surge denúncias como essa, mergulhou e não fala com ninguém. No Palácio do Campo das Princesas o silêncio também é total. Veja a informação de Humberto abaixo na íntegra:

Presidente da estatal porto de Suape, a 40km do Recife, Carlos Vilar nomeou quatro netas do ex-deputado Pedro Corrêa (PP-PE) e respectivos namorados em cargos comissionados ligados à presidência da empresa. O caso vem provocando revolta entre os funcionários. Considerado um dos símbolos da corrupção na política brasileira, Pedro Corrêa conseguiu ser condenado nos dois maiores escândalos de roubo do dinheiro público da História: Mensalão e Lava Jato. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Vilar foi indicado para Suape pelo deputado Eduardo da Fonte (PP), acusado na Lava Jato e homem forte do governo de Pernambuco.

“Dudu da Fonte”, como ele gosta de ser chamado, foi acusado de crimes como receber propina na obra da refinaria Abreu e Lima.

Suape não atendeu ligações e ignorou e-mail pedindo detalhes sobre a qualificação dos jovens assessores da presidência de Suape.

Uma diretora de Suape é contadora do prefeito do Cabo, Lula Cabral, preso por desviar R$95 milhões do fundo de pensão dos funcionários.