29 Outubro 2019
Bolsonaro diz que vídeo das hienas foi um erro e pede desculpas

Bolsonaro diz que vídeo das hienas foi um erro e pede desculpas

O presidente Jair Bolsonaro confessou que a publicação do vídeo do leão e das hienas foi “um erro”. Em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira (29) em Riade, capital da Arábia Saudita, o chefe do Executivo brasileiro pediu desculpas pela postagem realizada no Twitter na última segunda (28).

“Me desculpo publicamente ao STF, a quem por ventura ficou ofendido. Foi uma injustiça, sim, corrigimos e vamos publicar uma matéria que leva para esse lado das desculpas. Erramos e haverá retratação”, afirmou Bolsonaro, segundo quem “ninguém (da sua equipe) percebeu com atenção que tinham alguns símbolos que apareciam por frações de segundos”.

O post - (veja aqui)

Em publicação em uma rede social, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) se comparou a um leão acossado por hienas em meio às vitórias da esquerda e manifestações em países da América Latina.

Entre as hienas exibidas no vídeo compartilhado pelo presidente aparecem o STF (Supremo Tribunal Federal), o PSL, partidos de esquerda como PT e PSOL, a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e veículos de imprensa.

O vídeo termina com a chegada de um outro leão chamado de “conservador patriota” e com um apelo: “Vamos apoiar o nosso presidente até o fim e não atacá-lo”. Com informações do Estadão.