20 Abril 2021
Aumenta valor de multa para motorista que não respeitar ciclista

Aumenta valor de multa para motorista que não respeitar ciclista

Novas regras visam a aumentar a segurança de ciclistas no trânsito. A atualização do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), garante que, a partir de agora, quem deixar de reduzir a velocidade de forma segura ao ultrapassar um ciclista no trânsito, comete infração gravíssima e arca com uma multa de R$ 293,47. A nova medida está vigorando desde o dia 12 de abril, quando passou a valer a Lei 14.071/2020, que conferiu mudanças no CTB. Antes da alteração, a infração era grave, com multa de R$ 195,23.

A modificação já está sendo observada durante as provas práticas realizadas no pátio de exames do Detran-PE, que foi o primeiro estado do Brasil a simular a presença de ciclistas no trânsito, com manequins em bicicletas. Outro critério também avaliado nos exames, é a distância de um metro e meio entre o veículo e o ciclista, determinada pelo CTB, que é destacada com sinalização no chão. 

Esse ponto não sofreu alteração com a modificação do código, é uma infração média, a multa é de R$ 130,16, e inclui quatro pontos na Carteira de Habilitação. Durante o exame prático no pátio, quem não cumprir a determinação perde dois pontos na avaliação. Somando quatro negativos, é reprovado. Caso o motorista bata no ciclista, a reprovação é imediata.  

Além da sede do órgão no Recife, a simulação de ciclistas no trânsito também é empregada nas Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans), onde há realização de provas práticas. Para o diretor-presidente do Detran-PE, Roberto Fontelles, esse tipo de prova contribui para acrescentar consciência ao motorista. 

“Ele passa a ter mais cuidado, a observar com atenção outros tipos de transportes e a contribuir para um trânsito saudável, com mais respeito e segurança”, afirma. A iniciativa do Detran-PE está alinhada com o Governo do Estado, nas ações para priorizar a bicicleta como modal de transporte.