29 Outubro 2019
Assista vídeo polêmico do Bolsonaro Leão e tire suas conclusões

Assista vídeo polêmico do Bolsonaro Leão e tire suas conclusões

Após declarar que considera criar a sua própria legenda, o Partido da Defesa Nacional (PDN), o perfil do presidente Jair Bolsonaro (PSL) publicou nesta segunda-feira, 28, vídeo nas redes sociais em que se compara a um leão sendo atacado por hienas que representam o Supremo Tribunal Federal (STF), o PSL, PT, veículos de imprensa, a Organização das Nações Unidas (ONU), Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e outras entidades.

Após repercussão da postagem, o vídeo foi tirado do ar. Procurada, a Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom) disse que não participou da postagem do vídeo e não comentará a publicação

"Atrevimento de Bolsonaro não tem limites", diz Celso de Mello

O decano do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Celso de Mello, afirmou, após ser procurado pela Folha de S.Paulo, que o vídeo publicado em uma rede social do presidente Jair Bolsonaro (PSL), comparando o tribunal a uma hiena, evidencia que "o atrevimento presidencial parece não encontrar limites".

 "Esse comportamento revelado no vídeo em questão, além de caracterizar absoluta falta de 'gravitas' e de apropriada estatura presidencial, também constitui a expressão odiosa (e profundamente lamentável) de quem desconhece o dogma da separação de poderes e, o que é mais grave, de quem teme um Poder Judiciário independente e consciente de que ninguém, nem mesmo o Presidente da República, está acima da autoridade da Constituição e das leis da República", afirmou o decano.

Assista o vídeo (retirado do ar) abaixo e tire suas conclusões: