Pernambucano em vídeo de assédio a russa já deveu pensão alimentícia
Autor
Adriano Roberto

Pernambucano em vídeo de assédio a russa já deveu pensão alimentícia

O pernambucano Diego Valença Jatobá, um dos homens que aparecem no vídeo assediando uma jovem russa, já foi condenado por mau uso do dinheiro público, enquanto foi secretário de Turismo de Ipojuca (PE) em 2012, e também por dever, segundo a Justiça, R$ 37.561,83 de pensão alimentícia à ex-mulher, cujo processo foi iniciado em 2014.

De acordo com reportagem do jornal "O Globo", a juíza Ana Emília de Oliveira Melo, da 3.ª Vara de Família e Registro Civil de Pernambuco, pediu o bloqueio da conta bancária de Jatobá. O processo está na primeira instância.

Jatobá chegou a ser condenado pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) por irregularidades na prestação de contas do município de 2012. O processo ainda não foi totalmente finalizado e cabe recurso.

De acordo com o tribunal ao "Globo", foram gastos R$ 2.212.866 em 12 processos de inexigibilidade para a compra de carteiras escolares, livros paradidáticos, kits de alfabetização e contratação de artistas, todos sem licitação.

Revoltados com o assédio, brasileiros escreveram para a Embaixada do Brasil pedindo desculpas pelo comportamento dos homens. A deportação do grupo também foi uma das reivindicações. De acordo com o jornal, já foram recebidas mais de dez cartas solicitando a saída dos brasileiros da Rússia.

Caso a jovem russa preste queixa, os homens poderão ser presos e deportados para o Brasil.



Julgamento de Gleisi Hoffmann na Lava Jato começa nesta terça
Autor
Adriano Roberto

Julgamento de Gleisi Hoffmann na Lava Jato começa nesta terça

Começa nesta terça-feira (19), o julgamento da senadora e presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann (PR), e do marido dela, o ex-ministro Paulo Bernardo, no âmbito da Operação Lava Jato. Os dois são acusados pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no esquema da Petrobras.

Gleisi Hoffmann e Paulo Bernado serão julgados pelos cinco ministros que compõem a Segunda Turma, responsável pelos casos da Lava Jato na corte: Edson Fachin (relator), Celso de Mello, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli.

Os réus são acusados de ter usado R$ 1 milhão oriundo de desvios na estatal, que teriam sido usados na campanha de Gleisi ao Senado, em 2010.

O valor, segundo a acusação, saiu de empresas que tinham contratos com a Petrobras e era arrecadado pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa, que virou delator.



Silvio Nascimento consolida apoio no agreste meridional.
Autor
Adriano Roberto

Silvio Nascimento consolida apoio no agreste meridional.

No último final de semana o pré-candidato a deputado federal, Silvio Nascimento esteve em Garanhuns na companhia de Thiago Paes, pré-candidato a deputado estadual e que o apoia naquela região.

No encontro foram definidas ações para reforçar a pré-campanha dos dois, além das de Gilson Machado Neto ao Senado e do deputado Jair Bolsonaro à presidência da república. Além de Garanhuns, estiveram presentes lideranças políticas de São Bento do Una, Iati, Lajedo e São João.

O Major Evandro, presidente do PSL de Caruaru também esteve presente e falou sobre as ações que serão promovidas pelo partido nas cidades do agreste setentrional.



Estação meteorológica está sendo instalada no aeroporto de Serra
Autor
Adriano Roberto

Estação meteorológica está sendo instalada no aeroporto de Serra

Do blog Leia Mais PE - Os equipamentos da estação Meteorológica de Superfície, que estavam sendo aguardados para instalação no aeroporto Santa Magalhães, já estão em solo Serratalhadense. Os equipamentos chegaram na manhã desta segunda feira (18).

De acordo com as informações repassadas pelo Gerente de Convênios da Secretaria de Transportes do Estado, Allan Pereira, ao Leia Mais PE, o equipamento já começa a ser instalado nesta segunda (18).

“Estávamos esperando a chegada, agora vamos acelerar a instalação que começa hoje. A nossa expectativa é de que entre 28 de Junho e 01 de Julho a instalação já esteja concluída”.

A estação meteorológica é uma reivindicação da empresa azul linhas aéreas para voar em Serra Talhada, e foi doada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), de acordo com informações do Deputado Federal, Sebastião Oliveira (PR).



Alberto Feitosa cumpre agenda em Jatobá e Petrolândia
Autor
Adriano Roberto

Alberto Feitosa cumpre agenda em Jatobá e Petrolândia

O deputado estadual Alberto Feitosa (SD) esteve nos municípios de Jatobá e Petrolândia neste final de semana. Cumprindo agenda ao lado do deputado federal Augusto Coutinho (SD), na noite da sexta-feira (15), Feitosa participou da abertura do Jatoforró, festividade junina da cidade comandada pela prefeita Goreti Varjão. As atrações da festa foram resultado das articulações feitas pelos deputados junto ao Governo do Estado.

No sábado, em Petrolândia, Alberto e Coutinho visitaram a feira do MDA, que atende a 30 famílias que antes comercializavam seus produtos de forma improvisada nas ruas da cidade. Com o apoio dos parlamentares, a prefeitura do município firmou parceria com o MDA para cessão das bancas padronizadas e aventais para os comerciantes. Além disso, todos participaram de cursos de qualificação de vitrinização, higienização e comercialização realizados pelo SEBRAE.

Os deputados também estiveram na subestação da Compesa, que está prestes a ser inaugurada pelo Governo do Estado e foi construída para atender o bairro Nova Esperança, que antes recebia água através de caminhões-pipa. Uma reunião foi realizada com o superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), Bruno Medrado, e 60 famílias que deverão ser cadastradas para o Assentamento Aquícola Caititu, o primeiro do Vale do São Francisco destinado ao cultivo de peixes.

Também foram feitas visitas nos assentamentos Januário Moreira e Miguel Arraes, onde estão sendo perfurados nove poços artesianos pelo INCRA, com destinação de emendas e articulação dos parlamentares. Na cidade, Feitosa e Coutinho também se reuniram com empresários, vereadores e lideranças locais.



Será que vão se reeleger? Senado terá recorde de candidatos à reeleição
Autor
Adriano Roberto

Será que vão se reeleger? Senado terá recorde de candidatos à reeleição

Do Estadão - A  eleição para o Senado neste ano terá um número recorde de candidatos em busca da reeleição. Dos 54 parlamentares eleitos em 2010, ao menos 35 deles ou 65% vão tentar renovar seus mandatos por mais oito anos. Levantamento feito pelo Estado mostra ainda que sete senadores não se decidiram sobre que cargo disputar, cinco vão concorrer a governos estaduais, outros cinco resolveram não se candidatar a nada e dois planejam trocar o Senado pela Câmara dos Deputados.

Na comparação com eleições anteriores, em que 2/3 das vagas do Senado também foram trocadas, o pleito de outubro terá o maior número de senadores tentando se reeleger dos últimos 24 anos. Dados do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) mostram que em 2010 a taxa de recandidaturas foi de 53,7% (29 parlamentares), em 2002 chegou a 61% (33) e, em 1994, ficou em 37% (20). Nesses anos foram eleitos dois senadores por Estado.

O resultado do levantamento confirma um retrato já observado em relação à Câmara. Em abril, o Estado revelou que ao menos 447 deputados (90%) vão tentar a reeleição, também número recorde. Isso quer dizer que, em tempos de Operação Lava Jato, fim das doações empresariais e redução do tempo de campanha, a renovação do Congresso pode ser menor.

A Lava Jato, especificamente, atingiu 24 senadores eleitos em 2010. Desse grupo, 70% ou 17 parlamentares vão buscar mais um mandato em outubro. São os casos dos campeões de inquéritos abertos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) com base nas delações da Odebrecht: o líder do governo de Michel Temer, Romero Jucá (MDB), e o ex-presidente nacional do PSDB Aécio Neves.

Jucá vai concorrer ao quarto mandato consecutivo. Líder no Senado dos governos dos últimos quatro presidentes – Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff e Michel Temer –, o emedebista terá de pôr à prova sua influência em Roraima e convencer o eleitorado de que as acusações contra ele, entre elas lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, são “armação” da Procuradoria-Geral da República, como costuma afirmar.

A vantagem de Jucá é que, diferentemente de Aécio Neves, ele precisa convencer 120 mil eleitores para se reeleger. Roraima tem o menor colégio eleitoral do País, com 324 mil pessoas aptas a votar ou 0,22% do total. Já o tucano precisaria de 5 milhões de votos, em média, para ser reeleito em Minas – em 2010, obteve 7,5 milhões de votos.

Após ser gravado pedindo R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, da J&F, ver sua irmã presa e seu mandato sob risco, Aécio ainda avalia se disputará algum cargo na eleição. Atual presidente do PSDB e presidenciável do partido, Geraldo Alckmin já declarou que o melhor seria o senador se afastar das urnas – ele nega as acusações. A decisão, no entanto, ainda não foi tomada. Uma possibilidade cogitada é trocar o Senado pela Câmara, pelo risco menor de derrota.



Nadelson conclui curso de capelania e fortalece ação social entre os policiais
Autor
Adriano Roberto

Nadelson conclui curso de capelania e fortalece ação social entre os policiais

O vice-presidente da Associação de Cabos e Soldados, Nadelson Leite, ingressou no Curso de capelão, para os cristãos, ICCA - internacional Cristian chaplain Association e se formou como Capelão. Em meio ao tradicional uniforme das Forças Armadas, ou de segurança pública, um símbolo na ombreira os identifica: a cruz latina ou a Bíblia aberta com um facho.

São sacerdotes e pastores contratados para uma função religiosa na tropa. Eles também embarcam em missões e eventos específicos, mas para levar a espiritualidade e o apoio humano e social aos integrantes das corporações.

Além de celebrar missas e cultos para a comunidade militar, os capelães católicos e evangélicos também presidem casamentos, fazem palestras e atuam em casos de extrema unção, mas não têm tratamento diferenciado dentro da tropa.

Respondem às mesmas hierarquias e exigências militares. Eles são policiais, bombeiros e militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

Feliz por poder expandir seus trabalhos sociais junto a tropa dos policiais Nadelson afirma: “Vamos poder sacramentar aos nossos guerreiros policiais que eles não estão sós nas dificuldades espirituais. Deus os está abençoando e todos estão juntos. Prestamos todo apoio necessário”, contou.



Ações beneficiam agricultores assentados de Amaraji
Autor
Adriano Roberto

Ações beneficiam agricultores assentados de Amaraji

Com o apoio da Prefeitura de Amaraji, a Superintendência Regional do Incra em Pernambuco levou ao município o seu Programa de Ações Itinerantes, cujos principais objetivos foram facilitar a atualização e a regularização cadastral de 400 famílias dos agricultores assentados, além de promover o acesso às modalidades de crédito. 

A disponibilização do Formento Mulher, que é uma das modalidades do Crédito Instalação do Incra, foi um dos serviços mais procurados.

Esta iniciativa disponibiliza até R$ 3 mil, em operação única, para a implantação do projeto produtivo sob a responsabilidade da mulher titular do lote.
Coube ao município ceder a infraestrutura e disponibilizar servidores para auxiliar na execução dos trabalhos.

“Foi um esforço coletivo. Todas as secretarias contribuíram para o sucesso desta ação”, destacou o prefeito Rildo Reis.

Além de atualizar a situação dos agricultores e promover acesso ao crédito, os agricultores e seus familiares participaram de sorteios de sacos de adubo, corte de cabelo, aferição de pressão, vacinação, cadastro do Bolsa Família e emissão de documentos.



Débora entrega 3 ambulâncias e 2 ônibus ao povo de São Bento do Una
Autor
Adriano Roberto

Débora entrega 3 ambulâncias e 2 ônibus ao povo de São Bento do Una

A prefeita de São Bento do Una, Débora Almeida, entregou ao povo do município três ambulâncias e dois ônibus para uso da Secretaria de Saúde. A entrega foi na manhã deste sábado (16), durante a “Prefeitura em Ação”, no pátio do terminal rodoviário.

As ambulâncias serão utilizadas no transporte dos pacientes do Hospital Municipal. Ja os dois ônibus servirão para o Tratamento Fora do Domicílio (TFD). Todos os veículos são zero quilômetros.

Duas das ambulâncias foram adquiridas com emendas parlamentares dos deputados federais Bruno Araújo e João Fernando Coutinho, que estiveram em São Bento do Una participando da cerimônia. A terceira ambulância foi adquirida com recursos próprios do município.

“Esse era um sonho antigo desde o início do nosso primeiro mandato, que agora foi possível realizar. Quero agradecer aos deputados Bruno Araújo e João Fernando Coutinho pela ajuda. Nosso governo é um governo que cuida da saúde de São Bento investido em infraestrutura e na capacitação dos profissionais”, pontuou Débora Almeida, que recebeu no ato o pré-candidato a deputado estadual Aglailson Vítor, que será apoiado por ela



Kátia Abreu derruba projeto da transposição de Patriota no Senado
Autor
Adriano Roberto

Kátia Abreu derruba projeto da transposição de Patriota no Senado

Após receber parecer desfavorável da senadora Kátia Abreu (PDT), o projeto do deputado pernambucano, Gonzaga Patriota, que previa a transposição do Rio Tocantins para a Bacia do São Francisco foi arquivado no Senado Federal. A parlamentar disse que a decisão é um “alívio” para os tocantinenses porque os estudos técnicos da obra não comprovaram que a transposição preservaria o maior rio do Tocantins.

O relatório de Kátia Abreu apresentado à Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI), pela rejeição da proposta, foi aprovado pelo colegiado na semana passada. A matéria foi encaminhada ao plenário do Senado e, como não houve recurso, seguiu nesta terça-feira (12) para arquivo. Com isso, a proposta está descartada de forma definitiva e não retornará à análise dos parlamentares.

O Projeto de Lei da Câmara 138/2017 previa a interligação entre o Rio Preto (que integra a bacia do São Francisco), na Bahia, e o Rio Tocantins, para assegurar a navegação por hidrovia desde o Rio São Francisco até o Rio Amazonas. Para a senadora, falta embasamento técnico para justificar a obra, que custaria mais de R$ 5,2 bilhões e poderia colocar em risco o maior rio do estado.

“O arquivamento é um alívio para o Tocantins. Embora reconheçamos a gravidade do problema que a baixa vazão do São Francisco traz para a população nordestina, não podemos solucioná-lo ao custo da morte do Rio Tocantins, que não tem volume nem vazão suficientes para suportar uma transposição”, afirmou a senadora.

O relatório foi embasado em dados técnicos. Kátia Abreu promoveu duas audiências públicas, uma em Palmas e outra em Brasília, a fim de discutir os possíveis impactos da transposição com especialistas da área.

“Quase a totalidade dos palestrantes foi contrária à transposição porque não existem estudos, base técnica nem razão para transpor mercadorias da ferrovia Norte-Sul por meio de uma hidrovia que custará bilhões de reais”, afirmou a senadora.



Receita paga nesta sexta 1º lote de restituições do IR 2018
Autor
Adriano Roberto

Receita paga nesta sexta 1º lote de restituições do IR 2018

A Receita Federal paga nesta sexta-feira (15) o primeiro lote de restituição do Imposto de Renda de Pessoas Físicas (IRPF) de 2018. O lote também inclui restituições residuais de 2008 a 2017.

De acordo com o G1, a Receita prevê o pagamento de R$ 4,8 bilhões a 2.482.638 contribuintes. Os valores relativos apenas ao IRPF 2018 (ano base 2017) somam R$ 4,72 bilhões, abrangendo 2.463.665 contribuintes.

"No presente lote, receberão a restituição os contribuintes de que tratam o art. 16 da Lei nº 9.250/95 e o Art. 69-A da Lei nº 9.784/99, sendo 228.921 contribuintes idosos acima de 80 anos, 2.100.461 contribuintes entre 60 e 79 anos e 153.256 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave", informou a Receita Federal.

As consultas podem ser feitas pelo site da Receita Federal clicando aqui.



No Araripe Marina lança a candidatura de Antonio Souza para o Senado
Autor
Adriano Roberto

No Araripe Marina lança a candidatura de Antonio Souza para o Senado

A presidenciável Marina Silva (Rede) confirmou presença no lançamento da pré-candidatura ao Senado do empreendedor social Antonio Souza, no Araripe. O evento será no município de Araripina, no início de julho, em data a ser posteriormente agendada em consonância com a agenda de Marina. A ex-senadora está no Recife ao lado de Antonio e dos outros pré-candidatos majoritários do partido, Julio Lossio (Governo) e Pastor Jairinho (Senado), cumprindo compromissos.

“Quero aproveitar para convidar as pessoas a participarem deste grande ato, ajudando a eleger esse futuro senador com uma história de vida tão bonita e parecida com a vida de milhares de brasileiros e brasileiras, batalhadores e batalhadoras”, destacou Marina Silva, referindo-se à história de vida de superação de Antonio Souza, de uma infância pobre e acometida por uma doença ao sucesso na carreira empresarial.

*ZONA FRANCA DO SEMIÁRIDO* - Em evento da Rede no Recife com a participação de Marina Silva, ontem, Antonio Souza defendeu a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional que cria a Zona Franca do Semiárido - a proposição aguarda votação em   Plenário no Congresso. 

A aprovação da PEC possibilitará a implantação de politicas de desenvolvimento econômico e social, garantindo uma melhor qualidade de vida para os sertanejos, por meio da geração de emprego e renda na região. 

“Priorizar a aprovação deste projeto é o nosso principal foco neste momento; porque, além de gerar emprego e renda para milhões de nordestinos, a Zona Franca do Semiárido vai possibilitar infraestrutura, desenvolvimento e mudar as condições humilhantes de vida em que muitos sertanejos vivem”, argumentou Antonio Souza.



Plenária da REDE com Marina lota auditório no RioMar. Assista na íntegra.
Autor
Adriano Roberto

Plenária da REDE com Marina lota auditório no RioMar. Assista na íntegra.

Na noite desta quarta-feira, diante de uma empolgada plateia em torno de 300 pessoas, contando com várias personalidades como os pré-candidatos ao senado, Antonio Souza e Pastor Jairinho, o pré candidato ao governo, Julio Lossio, o ex-prefeito de Recife, João Paulo, além dos presidentes de partidos, Zé Bolacha (PTC) e Ernesto de Paula (PRP), Marina Silva, pré-candidata à presidência, contagiou o público durante a plenária dos militantes da Rede Sustentabilidade, ao afirmar ser a única capaz de unir o Brasil neste momento de crise. Sem citar nomes, criticou do PT ao atual candidato ao pré-candidato a presidente pelo PSL, Jair Bolsonaro, na plenária com os filiados do partido que ocorreu na noite desta quarta-feira (13/06) no térreo da torre 1 do empresarial do Shopping RioMar.

“A situação que temos hoje é fruto de decisões políticas equivocadas”, afirmou Marina. Ela considerou corretas as medidas tomadas em 2008 para fazer com que a economia brasileira não sentisse os efeitos da turbulência internacional daquele ano, como o subsídio aos combustíveis, o controle da inflação pelos preços controlados pelo governo federal, entre outros. Para a candidata, essas medidas se mantiveram até 2014 “para ganhar a eleição”. E acrescentou: “Um estadista perde a eleição, mas não prejudica o futuro da sua nação”.

Outras falas também muito contundentes, vieram do ex-prefeito de Petrolina, Julio Lossio e de Antonio Souza, pré- candidato ao senado. Lossio, fez uma apresentação em vídeo, sobre suas realizações em sua gestão na prefeitura.

Antonio Souza trouxe algumas alternativas de desenvolvimento socioeconômico para Pernambuco, afirmando estar andando por todas as regiões do estado. A proposta que trata da criação da Zona Franca do Semiárido foi bem recebida pelos presentes. Antonio afirmou estar cuidando pessoalmente desse projeto.

“Nossa região precisa de soluções definitivas. Pernambuco tem uma grande oportunidade para a geração de emprego e renda, além de criar alternativas de desenvolvimento em diversos setores da economia”, discursou, Antonio Souza. Com informações do Blog do Barbosa.

Clique abaixo e assista na íntegra:



Azul inicia operação de voo para Mossoró RN a próxima será Serra Talhada PE
Autor
Adriano Roberto

Azul inicia operação de voo para Mossoró RN a próxima será Serra Talhada PE

Nesta quarta (13), foram iniciadas as operações da Azul entre Mossoró e Recife, mais conexões. A cidade do Rio Grande do Norte passou a ser atendida com frequências regulares e diretas, quatro vezes por semana, para o Recife, principal centro de conexão da companhia no Nordeste.

O voo inaugural do novo mercado decolou da capital pernambucana às 13h30 e deve chegar em Mossoró por volta das 15h. A operação no sentido inverso tem previsão de chegada às 17h, no Recife.

A cidade do Rio Grande do Norte se torna a 107ª base de operação da Azul e o 99º aeroporto do país a ser atendido pela empresa. A partir de 04 de novembro, o mercado Mossoró-Recife contará com frequências diárias, exceto aos sábados. A rota será atendida com as aeronaves modelo ATR 72-600, que podem transportar até 70 Clientes. As passagens para os voos estão disponíveis para compra em todos os canais de venda da Azul.

 “O início dos voos da Azul são um marco para a cidade. Há algum tempo, vínhamos trabalhando em parceria com o governo do estado para viabilizar a chegada da Azul aqui. Inaugurar esse mercado representa a expansão do nosso negócio, incluindo mais uma cidade do Brasil em nossa malha, que é a maior e mais abrangente do país”, disse o diretor de distribuição e alianças da companhia, Marcelo Bento Ribeiro.

Mossoró é a terceira base de operações a ser incluída na malha da Azul neste ano. Antes, as cidades argentinas de Córdoba e Rosário já haviam começado a receber voos regulares da companhia no mês de março. Em cerca de uma hora e meia, Clientes que embarcarem em Mossoró poderão chegar à capital pernambucana, um dos principais centros de conexão da Azul.

No Recife, quem parte da cidade potiguar terá a opção de realizar conexões imediatas para vários destinos do país, como Guarulhos, Campinas, Fortaleza, Rio de Janeiro, Aracaju, Maceió e Juazeiro do Norte.

Após Mossoró, a próxima cidade a integrar a rotas regulares da companhia deverá ser Serra Talhada, com voos regulares a Recife quatro vezes por semana. A previsão é de que as operações comecem até setembro. A aeronave será a mesma usada nas rotas a partir de Mossoró. Com informações do Blog Nill Junior.



Pastor Jairinho, pré-candidato ao Senado, recebe Marina Silva em Pernambuco
Autor
Adriano Roberto

Pastor Jairinho, pré-candidato ao Senado, recebe Marina Silva em Pernambuco

Pastor Jairinho, Pré-candidato ao Senado pela REDE, recebe hoje a presidenciável Marina Silva para uma agenda em Pernambuco. Farão algumas visitas específicas, uma plenária com filiados e pré-candidatos da REDE SUSTENTABILIDADE no auditório do Shopping RioMar a noite. E amanhã, 14 de junho, um dia de entrevistas durante o dia e a noite Coletiva de Imprensa e o Lançamento da Pré-Candidatura ao Senado no Hotel Jangadeiro às 18h, em Boa Viagem.



Senadores querem encaminhamento para pedido de impeachment de Gilmar
Autor
Adriano Roberto

Senadores querem encaminhamento para pedido de impeachment de Gilmar

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) apresentou questão de ordem na sessão plenária desta terça-feira (12) para que seja dado encaminhamento aos pedidos de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes recebidos pelo Senado. Ele destacou o pedido formulado em abril pelo jurista e professor da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) Modesto Carvalhosa.

Randolfe leu uma lista com nove razões apresentadas pelo jurista que fundamentam o pedido de impeachment para demonstrar que Gilmar Mendes “sistemática e reiteradamente abusa do cargo e das funções que exerce, cometendo inúmeras vezes os crimes de responsabilidade”. As informações são da Agência Senado.

"Eu acho que a responsabilidade de dar uma resposta, em especial a essa denúncia apresentada pelo doutor Modesto Carvalhosa, é de todos nós membros do Senado da República. Não me refiro ao presidente ou à Mesa, mas ao conjunto do Plenário do Senado e para que seja dado o encaminhamento que requer a Constituição, a Lei 1079 [de 1950] e o Regimento do Senado", disse Randolfe.

Em complementação à questão de ordem, o senador Lasier Martins (PSD-RS), que já havia se pronunciado sobre o tema na semana passada, voltou a criticar a condição de relator assumida por Gilmar Mendes em matéria na qual, segundo o parlamentar, o ministro deveria se declarar impedido. Trata-se do julgamento da suspensão do voto impresso nas eleições de outubro, uma vez que o ministro já foi presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Lasier também destacou a “série inconcebível de libertações de presos” promovidas por Gillmar Mendes e pediu mais esclarecimentos sobre o encaminhamento das denúncias.

"Essa questão de ordem se justifica porque há um clamor com relação às decisões do ministro Gilmar Mendes. Nós sabemos que há uma série de pedidos de impeachment na Mesa do Senado, mas não sabemos qual é o conteúdo e quais os despachos que vêm sendo recebidos. E queremos saber se a decisão cabe ao presidente do Senado ou à Mesa do Senado, com possibilidade de recurso".

O senador João Capiberibe (PSB-AP) manifestou apoio à questão de ordem em razão do “questionamento que se faz na sociedade brasileira sobre esse comportamento” dos ministros do Supremo.

"Esse é um caso que se debate publicamente e quem tem a responsabilidade de coibir esse tipo de comportamento é esta Casa, é o Senado da República, é a política que deve dar a condução. E nós fomos eleitos para isso", afirmou.



Triunfo 134 anos. A você o resto dos meus dias
Autor
Adriano Roberto

Triunfo 134 anos. A você o resto dos meus dias

Neste dia especial do aniversário da cidade de Triunfo, quero declarar meu amor por essa cidade. Sou cidadão triunfense com muito orgulho e não nasci nesta bela cidade por que o destino não quis.

Mas cheguei muito cedo à beira do lago João Barbosa Sitônio, aos 12 anos já estava visitando essa paisagem inesquecível para nunca mais deixar de amar esse lugar. O destino não me reservou a naturalidade da serra, mas fez melhor, da serra nasceu o maior amor que já senti por alguém.

E esse alguém chama-se, Lucimere Barbosa, "das Almas" como costumam chamar o sítio Almas, encravado em cima da divisa de Pernambuco com a Paraíba. Tudo conspira para o bem daqueles que desejam o melhor para as pessoas e grandes amizades fiz na cidade que hoje considero de fato e de direito, minha terra natal.

Parabéns Triunfo, minha homenagem para ti vai em forma de sentimento. Se me destes o maior amor da minha vida, toma o meu maior amor para ti, cidade que escolhi para passar o resto de meus dias e deitar meu corpo. Sua terra de argila e pedra, Triunfo, será a minha eterna morada.



Lavagem de dinheiro e corrupção são os crimes mais comuns entre os parlamentares
Autor
Adriano Roberto

Lavagem de dinheiro e corrupção são os crimes mais comuns entre os parlamentares

Ponto de Vista de olho em Brasília - Ao menos 63 deputados e 44 senadores da atual legislatura (2015-2019) são alvos de investigação por suspeita de ter cometido o crime de lavagem de dinheiro. Esse tipo de crime é o mais comum entre os parlamentares, segundo o mais recente levantamento exclusivo do Congresso em Foco sobre a situação judicial dos congressistas, com base em informações do Supremo Tribunal Federal (STF) dispostas em seu site até 30 de abril – três dias antes da mudança de entendimento da Corte sobre foro privilegiado, que restringiu casos e implicou transferência de processos para instâncias inferiores da Justiça (leia mais abaixo). Em um universo de 643 crimes atribuídos aos mandatários, 108 são relativos a lavagem de recursos.

No ranking de processos abertos contra parlamentares, segundo dados do próprio STF, crimes de lavagem de dinheiro correspondem a 17% do total, seguido de corrupção, com 15%; peculato, que aparece em 13% dos casos; crimes contra a Lei de Licitações, que corresponde a 11% dos processos; crimes eleitorais, com 7% das ocorrências; formação de quadrilha, com 6%; e falsidade ideológica, correspondente a 5% dos casos.

Os emedebistas Renan Calheiros (AL) e Valdir Raupp (RO) estão empatados entre os senadores mais acusados por lavagem de dinheiro, com cinco investigações cada. Nessa relação também aparecem Aécio Neves (PSDB-MG), Eunício Oliveira (PMDB-CE), Fernando Collor (PTC-AL) e Gleisi Hoffmann (PT-PR). No caso dos deputados, o pódio é dividido entre Aníbal Gomes (DEM-CE), Arthur Lira (PP-AL) e José Otávio Germano (PP-RS), ambos com três investigações por lavagem.

Entres as investigações contra congressistas também aparecem sequestro, com 19 ocorrências; crimes contra a ordem tributária, com 17 casos; crimes contra o sistema financeiro, por 12 vezes; crimes contra o meio ambiente, em 11 casos; e crimes contra o patrimônio público e estelionato, com dez registros cada. Há também aqueles processos ativos cuja natureza não é informada pelo Supremo, com 56 ocorrências.

Na relação dos crimes com menos de dez ocorrências estão: apropriação indébita previdenciária (8 processos), tráfico de influência (8), improbidade administrativa (6), lesão corporal e ameaça (5), crime contra a fé pública (4), uso de documento falso (4), crime de responsabilidade fiscal (4),  falsificação de documento público (4), calúnia e difamação (3), concussão (3), emprego irregular de verbas (2), estupro (2), prevaricação (2), sonegação fiscal (2), tortura (2), crime contra a dignidade sexual (2), tráfico de influência (2) e estelionato (2).

Entre os casos isolados, todos com apenas um registro processual, há denúncias de cárcere privado, crime contra a honra, crimes falimentares, desacato, desobediência, falso testemunho, fraude, incitação ou apologia a ato criminoso, ocultação ou violação do sigilo funcional, porte de armas, preconceito, prevaricação e violência doméstica.

Foro restrito

Antes do entendimento do Supremo acerca do chamado foro especial por prerrogativa de função, que mantém investigações contra parlamentares restritas à corte máxima, havia 373 procedimentos abertos contra deputados em tramitação no tribunal, e outros 136 processos relativos a senadores. Desde que o STF restringiu o privilégio aos crimes cometidos durante e em decorrência do mandato parlamentar, pelo menos 91 inquéritos e 35 ações penais foram declinadas para a primeira instância da Justiça.

Comparando com o mais recente levantamento do Congresso em Foco, a quantidade de parlamentares com problemas judiciais diminuiu: eram 190 deputados e 48 senadores às voltas com processos no STF, número que agora é 178 e 44, respectivamente. No entanto o número de processos ativos aumentou, pois eram 309 inquéritos e 95 ações penais no levantamento anterior (404 registros), número que agora é de 431 e 77, respectivamente (508 casos). Informações do Congresso em Foco.