Sergio Moro no Roda Viva ao vivo pela AgênciaPE de Rádio
Autor
Adriano Roberto

Sergio Moro no Roda Viva ao vivo pela AgênciaPE de Rádio

Hoje, a partir das 22 horas estaremos transmitindo a entrevista do Juiz Moro, no programa Roda Viva, pela AgênciaPE de Rádio.
Áudio - agenciape.radio.br
Vídeo - adrianoroberto.blog.br



Definida banca organizadora do Concurso PMPE 2018
Autor
Adriano Roberto

Definida banca organizadora do Concurso PMPE 2018

Importante passo rumo à realização do concurso para provimento de vagas na Polícia Militar de Pernambuco (PM-PE). Foi publicada, na edição de sexta-feira passada (16) do Diário Oficial do Estado, a definição da banca organizadora do Concurso PM-PE 2018.

O Instituto de Apoio à Fundação Universidade de Pernambuco (IAUPE) foi escolhido por dispensa de licitação. O concurso ofertará 560 vagas para soldado (500) e oficial (60). A empresa, também, será responsável pelas provas que selecionarão outras 20 vagas para oficial do Corpo de Bombeiros do Estado (CBMPE).

Os candidatos devem ter concluído o ensino médio. Além do requisito quanto à escolaridade, são exigidas idade mínima de 28 anos, além de altura mínima de 1,60m para mulheres e 1,65m para homens.

O edital, ainda, não tem data confirmada de publicação. Porém,  já se sabe que os candidatos serão selecionados por meio de provas objetivas, discursivas, teste de avaliação física, avaliação psicológica, exame de saúde e curso de formação.

As remunerações iniciais variam de R$ 3.549,68 a R$ 4.698,89 para soldados e oficiais, respectivamente. Porém, estão previstos reajustes para o final do ano, portanto, os servidores perceberão, em dezembro, R$ 4.104,88 e R$ 5.227,98.

Último concurso

O último certame realizado pela corporação data de 2016 quando foram ofertadas 1.500 vagas para soldado. O certame foi organizado, também, pelo IAUPE.

Os inscritos passaram por duas etapas. A primeira foi constituída pelas etapas de provas intelectuais, TAF, avaliação psicológica, exames médicos e investigação social.

Os aprovados nesta etapa foram convocados para a segunda, o curso de formação. A duração é de seis meses, em regime de dedicação exclusiva e tempo integral.

Maiores informações pelo edital, acessível clicando aqui.



UFRPE divulga edital para nível médio e superior com salários até R$ 4 mil
Autor
Adriano Roberto

UFRPE divulga edital para nível médio e superior com salários até R$ 4 mil

A Universidade Federal Rural de Pernambuco (Concurso UFRPE 2018) divulgou edital de concurso público para provimento na carreira de técnico-administrativos em educação. Ao todo, são ofertadas pela seleção 30 vagas distribuídas em 27 cargos técnico-administrativos nos campi da Universidade: Recife (13); Cabo de Santo Agostinho (2); Belo Jardim (13); Garanhuns (1); e Serra Talhada (1).

As inscrições já estão abertas e seguem até o dia 15 de abril de 2018, exclusivamente pela internet, no endereço www.sugep.ufrpe.br. É necessário o pagamento de uma taxa de R$ 100,00 para os cargos de nível superior, e de R$ 60,00 para os cargos de nível médio. Os candidatos que quiserem solicitar a isenção da taxa de inscrição devem efetuar o pedido até 21 de março, pela internet, no site do concurso(www.sugep.ufrpe.br).

Cargos do concurso UFRPE

Recife – 13 vagas

Analista de Tecnologia da Informação/Área: Sistemas (1); Engenheiro Agrônomo (1); Médico/Área: Psiquiatria (1); Músico (1); Operador de Rádio de Telecomunicação (1); Químico (1); Revisor de Texto de Braile (1); Técnico de Tecnologia da Informação/Área: Sistemas (1); Técnico em Agropecuária (1); Técnico de Laboratório/Área: Bacteriose (1); Técnico de Laboratório/Área: Herbário (1); Tecnólogo Formação Segurança Pública (1); Zootecnista (1).

Belo Jardim – 13 vagas

Analista de Tecnologia da Informação/Área: suporte e rede (1); assistente social (1); Engenheiro Elétrico (1); Médico Clínico (1); Pedagogo (2); Psicólogo (1); Técnico de Laboratório/Área: Eletrônica (1); Técnico de Laboratório/Área: hidráulica (1); Técnico de Laboratório/Área: informática (1); Técnico de Laboratório/Área: Químico (1); Técnico de Tecnologia da Informação/Área: Suporte e Rede (1); Técnico em Contabilidade (1)

Cabo de Santo Agostinho – 2 vagas

Pedagogo (1); Técnico em Assuntos Educacionais (1);

Garanhuns – 1 vaga

Técnico de Laboratório/Área: Alimentos (1)

Serra Talhada – 1 vaga

Assistente Social (1).

Os cargos de nível de classificação “C” têm vencimento básico de R$ 1.945,07; os de nível de classificação “D” possuem vencimento básico de R$ 2.446,96; e os cargos de nível de classificação “E” têm o vencimento básico inicial de R$ 4.180,66. Em todos os níveis de classificação os candidatos.

Etapas concurso UFRPE

Nos diversos cargos haverá a aplicação de prova objetiva e prova discursiva. Em alguns casos será aplicada uma prova prática . As provas objetiva e discursiva serão aplicadas nas cidades de Recife, Belo Jardim, Garanhuns e Serra Talhada, na data provável do dia 13 de maio de 2018. As provas práticas serão realizadas em Recife e Garanhuns.

Para todos os cargos, a prova objetiva constará de 64 (sessenta e quatro) questões de múltipla escolha, com 05 (cinco) alternativas, dentre as quais apenas uma é a correta, valendo cada questão 1,5625 (um vírgula cinco seis dois cinco) pontos, conforme composição e distribuição descritas na tabela a seguir, perfazendo um total de 100 (cem) pontos:

Provas concurso UFRPE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Prova Discursiva será constituída de redação de um texto argumentativo-dissertativo, cuja proposta temática será fornecida no momento da prova, contendo no mínimo 25 (vinte e cinco) e no máximo 30 (trinta) linhas, sendo desconsiderado, para efeito de avaliação, qualquer fragmento de texto que for escrito fora do local apropriado.

O concurso terá validade de 2 anos, podendo ser prorrogado por igual prazo, a critério da UFRPE.

Detalhes concurso UFRPE:

Concurso: Universidade Federal Rural de Pernambuco (Concurso UFRPE 2018)

Banca organizadora: Superintendência de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas

Cargos: Técnico-administrativo

Escolaridade: nível fundamental, médio e superior

Número de vagas: 30

Remuneração: Até R$ 4 mil

Inscrições: Entre 14 de março e 15 de abril de 2018

Taxa de inscrição: R$ 60,00 e R$ 100,00

Data da prova objetiva: 13 de maio de 2018

Clique para acessar o Edital

 


Buique abre processo seletivo na prefeitura
Autor
Adriano Roberto

Buique abre processo seletivo na prefeitura

Em Pernambuco, está aberto o processo seletivo da Prefeitura de Buíque. A seleção é regulada pelo edital nº 01/2018 e tem como finalidade promover a composição de cadastro de reserva de servidores de todos os níveis, visando futuras contratações por tempo determinado.

São chances nas funções de Psicólogo, Monitor de Creche, Analista de Programas, Médico Clínico Geral, Educador Social/Orientador Social, Enfermeiro, Coveiro, Assistente Social, Operador de Dessalinizador, Farmacêutico, Operador de Elevatório, Arte Educador.

E ainda: Visitador, Agente de Serviços Gerais, Motorista, Fonoaudiólogo, Professor (diversas áreas), Cuidador para Alunos Especiais, Gari e Agente de Merenda/Zeladoria Escolar.

Interessados podem se inscrever no período de 19 de março a 6 de abril de 2018, das 8h às 13h, no Salão de Reunião da Secretaria Municipal de Educação. Endereço: Av. José Emílio de Melo, n. 342, Centro, Buíque - PE. As inscrições terão custo de R$ 20,00 a R$ 50,00.

Os eventuais contratados serão remunerados com salários de R$ 954,00 a R$ 4.500,00, para cumprimento de cargas horárias de até 40 horas semanais.

Os candidatos inscritos serão selecionados por meio de etapa única de avaliação curricular, que será realizada com base na documentação apresentada no ato da inscrição. A avaliação será realizada de 11 de abril a 22 de maio de 2018.

O resultado final será divulgado no site www.buique.pe.gov.br ou publicado no Quadro de Aviso da Secretaria Municipal de Educação e da sede da Prefeitura, no dia 13 de junho de 2018.

O prazo de validade do processo seletivo é de um ano, a contar da homologação de seu resultado final, podendo ser prorrogada pelo mesmo prazo.

O edital completo com mais informações sobre o Processo Seletivo Prefeitura de Buíque – PE – 2018 está disponível no seguinte link: Edital Prefeitura de Buíque-PE.



Eleições devem atrasar nomeações de aprovados em concursos
Autor
Adriano Roberto

Eleições devem atrasar nomeações de aprovados em concursos

Do DP - Anos de eleições podem atrapalhar os planos de quem planeja alcançar a sonhada estabilidade financeira, já que nomeações dos aprovados em processos seletivos do setor público podem ser suspensas. De acordo com a Lei 9.504, a Lei Geral das Eleições, a realização de concursos não é interrompida em ano eleitoral, mas existem restrições. Segundo o texto, são proibidas aos agentes públicos: “nomear, contratar ou, de qualquer forma, admitir, demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens nos três meses que antecedem o período e até a posse dos eleitos”.
 
A lei não impede, contudo, a realização dos processos seletivos, como provas e testes práticos, destaca o especialista em direito processual do escritório Carvalho Dantas e Palhares Advogados, Fernando Dantas. “O cumprimento das etapas dos concursos que precedem os atos de nomeação não é vedado pela legislação eleitoral. A eleição afeta apenas a contratação no período eleitoral”, esclarece. “Passado o segundo turno, os candidatos aprovados podem ser convocados a tomar posse.”
 
Há exceções em relação à aplicação da Lei Geral das Eleições nos processos seletivos. Concursos do Judiciário, do Ministério Público, dos tribunais de contas e de órgãos da Presidência podem, a qualquer momento, convocar e nomear aprovados, desde que com a autorização do Executivo. “Esses órgãos, a rigor, não se submetem ao calendário eleitoral”, explica Dantas.
 
Demora
O estudante Jefferson Martins Damasceno, 28 anos, teme que a convocação para o cargo ao qual foi habilitado possa demorar mais do que o planejado. Damasceno foi aprovado no certame da Companhia Energética de Brasília (CEB) em 2014. “Estava terminando o curso de técnico em eletrônica e me interessei. Além de poder me aperfeiçoar no campo de trabalho, a estabilidade no emprego e o salário me atraíram” conta. “A projeção salarial, na época, era em torno de R$ 1.600, mais gratificações. Ao todo, eu iria receber cerca de R$ 4 mil.”
 
Com a crise financeira do Governo do Distrito Federal, porém, Damasceno até hoje não foi nomeado. “A validade do concurso era de dois anos. Logo, eles prorrogaram por mais dois e estou até o momento esperando para ser chamado”, afirma. “São quatro anos de espera. Já entrei até com processo contra a empresa. O limite para as nomeações é o fim deste ano e, como temos eleições a caminho, corro o risco de perder a vaga”, complementa.
 
Para não ficar completamente descoberto, o estudante buscou alternativas. “Resolvi fazer um curso técnico de enfermagem”, diz. Quando estava terminando o curso, Damasceno passou em um concurso da Secretaria de Saúde — no qual também aguarda a nomeação. “Participei da seleção para avaliar meu aprendizado, e acabei passando. Como estou ligado à área da saúde no momento, espero que as eleições não atrapalhem minhas chances de ser chamado”, conclui.
 
Segundo Fernando Dantas, os atrasos em nomeações de concursados têm também outros motivos. “Há um quadro de restrição orçamentária que impõe dificuldades para contratações de maneira geral”, afirma. “Há muita desorganização na gestão de pessoal e isso afeta a validade dos concursos. Há também casos de contratação de terceirizados em detrimento de concursados”, destaca.
 
“A Lei de Responsabilidade Fiscal impõe limites a contratações no último ano de mandato dos governantes”, acrescenta Dantas. “Um governador, por exemplo, não poderá deixar para 2019, como herança, contratos que serão executados no primeiro mandato do sucessor. Tem que haver previsão do número de vagas passíveis de serem providas por concurso”, afirma.
 
Aluany Carvalho, 22, formada em arquivologia, diz que decidiu estudar para concursos porque sua área de atuação é mais voltada ao setor público. Sem nunca ter feito um cursinho presencial, a  arquivista, que fez estágio no Senado Federal, gostaria de passar em um certame da área legislativa. “Quando estava no Senado, acompanhava grande parte do que acontecia no país, mas acho que tem muitos órgãos que podem me proporcionar boas experiências”, observa.
 
Polícia Federal
Quem aguarda os concursos da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) também podem esperar um bom tempo pela nomeação, caso seja aprovado. O lançamento das seleções, ainda em 2018, foi anunciado pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, no fim de fevereiro, como uma das medidas de combate à violência. Porém, dificilmente os aprovados começarão a trabalhar tão cedo. Além de todo o processo de lançamento de edital e realização de provas, os habilitados terão de passar por treinamento específico nas duas corporações antes de poderem sair às ruas.
 
Mapa das admissões
Em janeiro de 2018, 3.961 pessoas entraram no serviço público da União e nos quadros do Governo do Distrito Federal. Com 2.314 novos contratos, o órgão que mais recebeu servidores foi o Ministério da Educação. Os dados são do Painel Estatístico de Pessoal, do Ministério do Planejamento, que agrupa as nomeações do governo federal e da administração local. Em todo o ano passado, 57.458 pessoas entraram na área pública federal e do GDF.
 
O Centro-Oeste se destaca como a região com maior número de pessoas ingressando no mercado de trabalho por meio de concurso público, o que reflete o peso do Distrito Federal nesses números. Em janeiro, foram 1.228 pessoas, o equivalente a 33,3% do total de nomeados no país. Em segundo lugar está o Nordeste, com 938 (25,4%), seguido do Sudeste, com 682 (18,5%).
 
Os números evidenciam uma diferença interessante quanto ao nível de escolaridade. Analisando os dados nacionais, é possível notar que o maior número de ingressos é de pessoas de nível superior de ensino — 1.929 pessoas, ou 52,3% do total de janeiro. A seguir, vêm 955 pessoas com nível de escolaridade médio ou fundamental (25,9%) e, por último, a categoria outros, com 807 nomeados (21,9%).
 
Nos dados relativos ao DF, contudo, a categoria outros representa 64,9% dos contratados em janeiro, ou 694 pessoas, à frente dos nomeados que têm grau superior  (27,5%, 275 pessoas) e daqueles com formação de nível fundamental ou médio. (101 pessoas, 9,4%).
 
Suspensa seleção da Novacap
Uma notícia pegou de surpresa os candidatos inscritos no concurso público da companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) suspendeu a seleção por tempo indeterminado, segundo nota publicada pela banca organizadora do processo seletivo, a Inaz do Pará, no último sábado. As provas aconteceriam no próximo domingo. O concurso oferece 96 vagas para cargos de níveis médio e superior. Em janeiro, a Novacap havia realizado uma série de retificações no edital do concurso devido a questionamentos do TCDF.


Como passar em concursos públicos estudando poucas horas por dia
Autor
Adriano Roberto

Como passar em concursos públicos estudando poucas horas por dia

O sonho de alcançar uma carreira pública faz parte do imaginário de muita gente! Porém, muitos desistem porque dispõem de pouco tempo para estudar ou, ainda, por acreditarem no mito de, se a prova estiver próxima, não dá tempo de estudar nada.

A verdade é que tempo não é tudo quando se fala em concursos públicos. Claro que o conhecimento acumulado por um tempo auxilia nas mais diversas provas e questões. No entanto, é grande o número de candidatos que se dedica por anos e não consegue a tão sonhada vaga. Claro, a regra tem grandes exceções, mas, em alguns casos, muito tempo leva à procrastinação. Então, qual o segredo?

Bem, não existe fórmula mágica ou conceitos que funcionem para todos, sem distinção. Porém, aqui, nos concentraremos naqueles concurseiros que precisam dividir seu tempo entre trabalho e estudo. Lembrem-se de que não é uma Bíblia, mas, uma espécie de tutorial para ajudar a chegar aos seus objetivos: passar no concurso público.

Monte um bom plano de estudos

Primeiramente, baseie seu plano em três pilares básicos – tempo (aquele, realmente, destinado aos estudos), disciplina (força de vontade) e técnica (bons recursos e materiais).

Monte um cronograma, estudando uma ou duas disciplinas por dia, sem deixar de lado a solução de exercícios. Aos sábados e domingos, insira um pouco mais de tempo e revise o conteúdo visto durante a semana.

A rotação das matérias é importante para conseguir contemplar todas, principalmente, se não tem familiaridade com o conteúdo programático. Outra vantagem é garantir o equilíbrio de estudo.

Ademais, leia o edital com atenção. Nele, estão informações precisar sobre conteúdo programático, organização das provas, pesos de cada disciplina, entre outras.

Conheça a banca organizadora

Fator fundamental na hora de estudar para um concurso público! Conhecendo o estilo da banca, você vai saber direcionar seus estudos, focando no que e como é cobrado.

Caso ainda não haja banca definida, dê uma pesquisada naquelas que elaboraram provas anteriores. As chances de repeti-las, na ausência de problemas, são grandes.

Mantenha o foco

Você tem duas horas para estudar? Então, foco nelas! Se puder, deixe de lado redes sociais, telefone, televisão e outras distrações.

Crie uma rotina de estudos, tentando separar o mesmo horário, diariamente, para se dedicar. Aos poucos, você e as pessoas ao seu redor vão se acostumar a esse hábito, tornando mais fácil não sair do foco.

Priorize o que mais importa

Essa vale, principalmente, para quem tem provas próximas e tem os dias, literalmente, contados.

Salvo algumas exceções, grande parte das questões das provas abordam até 30% do edital. Sendo assim, tente focar naquilo que, realmente, irá cair na sua prova.

Como saber disso? Treinando a partir de provas anteriores. Selecione, pelo menos, cinco delas e analise o que as bancas costumam cobrar e “mire” naquilo.

Uma dica, inclusive, é partir de seu conhecimento prévio, sem ir atrás da origem de todos os conceitos.

Você não está se preparando para um mestrado ou doutorado, mas, para um concurso público.

Dê atenção às matérias fundamentais

Já reparou que, em todos os concursos, há matérias que estão sempre presentes? Dá uma olhada em como Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Matemático estão sempre ali, nos editais!

Por isso, garanta seu conhecimentos nessas disciplinas, até porque o peso delas é considerável – principalmente, em Língua Portuguesa.

Não garantir o mínimo de pontuação pode de desclassificar no concurso.

Jamais, nunca deixe de lado as questões

É a partir delas que você vai acompanhar sua evolução e, também, revisar o conteúdo. Então, treine, resolva bastante questões.

Mas, não o faça aleatoriamente. Vá registrando seus índices de acertos e erros, aproveitando para separar o conteúdo ainda não domina.

Com isso, você sentirá no que ainda precisa focar.

Crie esquemas e mapas mentais

Você é a pessoa mais indicada para saber como seu cérebro funciona, não é verdade? Então, crie seu próprio conteúdo por meio de mapas mentais e esquemas.

O fato é que o cérebro registra melhor aquilo que vê de forma não usual. O que isso significa?

Tente variar entre leitura de textos longos e densos com desenhos, mapas e esquemas. E, mais: quanto mais colorido, melhor! Assim, você ativa os dois lados do cérebro e estimula a memória visual.

Treine com provas anteriores

Novamente, esta recomendação! Além de checar o conteúdo que, normalmente, é abordado naquela prova, você também verá a profundidade com que é cobrado.

Algumas bancas exigem conhecimentos mais aprofundando, enquanto  outras priorizam o conhecimento básico. Por isso, acesse o banco de provas anteriores daquele órgão para ter uma noção.

Porém, não busque provas tão antigas, até porque o ritmo de estudo e, até mesmo, conteúdos, são sempre atualizados.

Adquira material de qualidade

Apostilas e resumos são, apenas, um norte a seguir naquela matéria. Então, não fique apenas nisso, principalmente, se seu concurso exigir maior conhecimento.

Alguns concurseiros de sucesso selecionam apenas um livro para cada disciplina, outros buscam os autores mais recomendados em cada assunto. Grupos de estudo são excelentes nas indicações, principalmente, de obras atualizadas.

Não deixe de conferir, também, vídeo aulas. É certo que muitas são pagas, mas, diversos sites e canais especializados disponibilizam aulas grátis aos concurseiros.

Intervalos + tecnologia = sucesso!

Ok, o cérebro funciona como um copo – quanto mais cheio, menos conteúdo entra. Mas, quando o tempo é curto, dá pra aproveitar umas brechinhas do dia para dar uma estudada, concorda?

Então, que tal tirar uns 15 ou 20 minutos do seu horário de almoço, ou do exercício na academia ou, ainda, o tempo no ônibus para estudar?

Sem se arriscar a perder seu aparelho (porque sabemos que os tempos não andam nada fáceis), ouça conteúdos de áudio, como Legislação.

Se não conseguir baixar, grave seus próprios resumos e ouça-os como revisão.

Foque em uma área só

Mesmo se o tempo é curto, podemos estudar para mais de um concurso por vez. Mas, para isso, é interessante que seja em áreas similares, para poder aproveitar o conteúdo estudado.

Então, procure não “atirar para todos os lados”. Sem uma orientação, você acaba perdido, sem saber no que direcionar.

Controle seu emocional

Deixe a ansiedade e nervosismo de lado, desde sua preparação até a hora da prova.

Procure relaxar e se concentrar nos estudos, caso contrário, não conseguirá absorver nada!

E, na hora da prova, tudo o que estudou vai por água abaixo!

Cuide da saúde física e mental

Durma bem! Não ache que, trocando a noite pelo dia, vai conseguir chegar lá! O mínimo recomendável é 6h de sono, então, respeite isso!

Alimente-se bem, com comidas leves e saudáveis. Lembre-se que alimentos pesados podem comprometer a boa digestão, dando sono e pouca rentabilidade nos estudos.

Pratique exercícios físicos. Além de ser uma válvula de escape, farão bem à saúde.

O que fazer se tenho poucos dias para as provas? 

O ideal é começar a estudar antes do edital ser publicado. Mas, se não foi possível, não se desespere! Com foco e determinação, tudo é possível!

O primeiro passo é separar é analisar a quantidade de dias que tem disponível até a prova e quantas horas diárias vai conseguir separar para estudar.

Durante esse tempo, pode ser necessário deixar de lado algumas atividades rotineiras. Mas, lembre-se que, depois, poderá fazê-las com muito mais prazer sendo um servidor público, não é verdade?

Crie o cronograma personalizado, adaptado à sua realidade, de forma a não correr o risco de abandoná-lo no meio do caminho.

Depois, siga a quarta dica e direcione seus estudos para o que, realmente, irá cair. Assim, seu tempo será otimizado para o conteúdo abordado nas provas.



Professor cria campanha contra pirataria em materiais de concursos
Autor
Adriano Roberto

Professor cria campanha contra pirataria em materiais de concursos

Ao mencionarmos a expressão “pirataria”, você logo deve se lembrar que cópias não autorizadas de filmes e músicas, certo? Mas, deve saber, também, que autores de materiais para concursos públicos também sofrem – e muito – com a reprodução de suas obras. Foi isso que motivou o professor Fernando Pestana a idealizar a campanha “Concurseiro Honesto contra a Pirataria”.

Pestana é um dos autores mais conhecidos em Gramática para concursos. Livros como “A Gramática para Concursos Públicos”, que demandaram pesquisa e trabalho, são comercializados de forma ilegal e com preços bem menores que o praticado. E esse não é uma realidade exclusiva do professor, como ele mesmo afirma.

Na iniciativa de lutar contra o patrocínio do crime organizado, Fernando Pestana criou a campanha contra a pirataria. O intuito é chamar a atenção de concurseiros e incentivá-los a não adquirir produtos que sejam frutos do comércio ilegal. Afinal, concurseiros são futuros servidores públicos e a prática da corrupção deve ser erradicada antes de sua nomeação.

Ademais, a campanha visa, além de valorizar o trabalho do autor, fazer com que o candidato enxergue que ele, também, é um dos maiores prejudicados. Pestana alerta que, ao comprar um produto ilegal, não há garantias de que este será recebido. E, mesmo que o seja, não tem a mesma qualidade do original.

Ok, mas, convenhamos que a realidade financeira do concurseiro é difícil, o que o leva a procurar por esse tipo de material. Então, qual a solução para continuar estudando? Pestana dá duas sugestões. A primeira delas é optar por cursos que tenham produtos com valores mais baixos. A segunda é pedir desconto, prática com a qual brasileiros estão mais do que acostumados!

O professor lembra que, muitos cursos concedem descontos para, justamente, atender ao público que não tem condição de adquirir seus produtos no valor integral. Porém, não basta deixar de comprar, é preciso combater a pirataria.

Por isso, ao identificar a venda ilegal de materiais, o concurseiro deve denunciar a prática. Isso pode ser feito, inclusive, ao proprietário intelectual da obra, que tomará as devidas providências. Pirataria é crime e pode levar o infrator, desde o pagamento de multas até à prisão de três meses a um ano



Interventor vai propor a convocação de 4 mil policiais concursados
Autor
Adriano Roberto

Interventor vai propor a convocação de 4 mil policiais concursados

O general Braga Netto compartilhou com o deputado federal Marcelo Delaroli (PR-RJ) um desejo que tem no período em que estará a frente da intervenção no Rio de Janeiro. O militar vai propor a convocação de 4 mil aprovados no concurso da PM e Polícia Civil para ajudar na defesa do estado.

Há quase três anos, as vidas de cerca de quatro mil aprovados em concurso para soldado da Polícia Militar do Rio de Janeiro de 2014 permanecem estagnadas. Dados da corporação indicam que, desde a realização da prova, apenas 1.175 pessoas foram convocadas, ainda que 4.764 vagas continuem disponíveis. No mesmo período, já poderiam ter ingressado no Curso de Formação de Praças mais do que o dobro de recrutas, aproximadamente três mil militares.

Durante a bonança dos governos de Sérgio Cabral - antes da prisão do ex-governador e revelações da Operação Lava Jato - a Polícia Militar formava entre 500 e 600 soldados por semestre. De acordo com um oficial ouvido pelo G1, os quatro mil aprovados que esperam ser chamados representariam um contingente que equivale, atualmente, à soma dos efetivos de sete batalhões. Com informações da Veja e do G1.



Publicado edital de nível médio para a Força Aérea Brasileira - FAB
Autor
Adriano Roberto

Publicado edital de nível médio para a Força Aérea Brasileira - FAB

Divulgado o edital IE/EA CFS 1/2019, das Força Aérea Brasileira. O documento tem como objetivo regular e publicar as disposições acerca das inscrições no Exame de Admissão ao Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica.

O processo seletivo oferta 227 vagas para sargento tendo, dentre suas condições, a conclusão de ensino médio. As especialidades são para Mecânica de Aeronaves, Guarda e Segurança, Material Bélico, Controle de Tráfego Aéreo e Equipamento de Voo.

Os candidatos serão selecionados por meio de provas escritas, concentração intermediária e final, terminando com validação documental. A primeira etapa está prevista para a manhã do dia 27 de maio, com locais e horários divulgados a partir do dia 01º do mesmo mês.

As inscrições estão abertas e seguem até às 15h do dia 12 de março. O interessado poderá fazê-las pelos sites (ingresso.eear.aer.mil.br) e (www.fab.mil.br/eear), sob o pagamento de taxa no valor de R$ 60,00. O boleto desta deverá ser pago até o dia 19 de março.

O processo EA CFS 01/2019 expira em oito dias corridos contados a partir da data subsequente à efetivação da concentração final. Maiores informações podem ser verificadas no edital, acessível através do link: goo.gl/12Peqr



Prouni divulga listas de aprovados nesta quarta-feira (14)
Autor
Adriano Roberto

Prouni divulga listas de aprovados nesta quarta-feira (14)

O resultado do Programa Universidade para Todos (Prouni) será divulgado nesta quarta-feira (14), no site. http://siteprouni.mec.gov.br/

Para garantir as vagas em que foram pré-aprovados, os candidatos devem comprovar os dados pessoais informados na inscrição entre os dias 15 e 23 de fevereiro, na universidade onde estudarão.

O G1 destaca que o Prouni oferece 242.987 bolsas de estudo em 2.976 instituições de ensino particulares. Dessas, 113.863 são integrais e 129.124, parciais.

No dia 2 de março, haverá a divulgação de uma 2ª lista de aprovados. Caso o candidato não seja aprovado novamente, poderá manifestar interesse em participar da lista de espera entre os dias 16 e 19 de março, no site do Prouni.



URGENTE: Alagoas anuncia concursos para PM, Sefaz e Controladoria
Autor
Adriano Roberto

URGENTE: Alagoas anuncia concursos para PM, Sefaz e Controladoria

O governador Renan Filho afirmou, na tarde desta sexta-feira (9), durante transmissão ao vivo (live) em suas redes sociais, que a ideia é realizar concursos públicos menores e anuais para o provimento de cargos na administração pública estadual. Seguindo essa tendência, ele anunciou a abertura de mais 500 vagas para a Polícia Militar (PM) em novo certame, cujo edital deve ser lançado entre março e abril.

“Nós convocamos a reserva técnica - 800 praças e cerca de 180 oficiais; fizemos novo concurso com mil vagas para PM e mais 150 para o Corpo de Bombeiros; vamos observar a situação dos ‘aptos’ com todo o carinho e faremos novo concurso com 500 vagas para este ano, cujos aprovados serão convocados a partir de 2019”, disse Renan Filho.

O secretário do Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques, também participou da transmissão. Ele confirmou que o Governo lançará, ainda este ano, os editais para os concursos públicos da Secretaria da Fazenda (Sefaz) e Controladoria-Geral do Estado (PGE).

“Para a Controladoria-Geral já foi aprovada a lei de criação do concurso, mas ainda não foi aprovada a tabela de cargos. Está tudo pronto; só estamos aguardando a aprovação, pela Assembleia Legislativa, da tabela de remuneração. Já o concurso para a Secretaria da Fazenda é mais complexo, de alta remuneração, e o secretário da pasta, George Santoro, está cuidando disso”, disse Fabrício Marques.

O secretário lembrou que, nessa sexta-feira (9), termina o prazo para o pagamento das inscrições para o concurso da Educação, que está ofertando 850 vagas. “O concurso da Educação está andando muito bem”, afirmou.

Na ‘live’, o governador e o secretário de Planejamento ainda tiraram dúvidas dos internautas. Um deles perguntou se o novo concurso da PM terá vagas para oficiais. “Será um concurso apenas para praças”, respondeu Renan Filho. “A PM de Alagoas já tem um número satisfatório de oficiais para a quantidade de praças e nós temos um nível de aposentadoria muito grande de praças”, explicou.

Ele disse ainda que, por regra, trabalha para fazer concurso público para a PM, Polícia Civil e Educação (professores), de maneira a repor o quadro de funcionários anualmente. “A minha ideia, a melhor aceita tecnicamente pela Secretaria de Planejamento, é fazer concurso quase todo ano ou todo ano, porque, assim, a gente abre vagas e oferece chances para todas as gerações”.

PM e CB

No ano passado, o Governo do Estado realizou concurso público para a PM com a oferta de 1.000 vagas. Foram 1.600 classificados para a etapa do exame físico e investigação social, a ser realizada a partir do dia 19 de fevereiro.

A previsão é de que a lista final de aprovados saia no dia 19 de abril. Os mil primeiros serão chamados, conforme divulgado em edital. No entanto, também sairá uma lista com os que estão aptos, mas que, por ordem de classificação, não estão entre os mil.

“Vocês se lembram que na convocação da reserva técnica nós fizemos um cronograma e convocamos todo mundo. Agora, estou querendo fazer um cronograma para convocar, também, todos os mil aprovados para as vagas disponibilizadas. Quando a gente tiver isso, eu vou, junto com o secretário Fabrício, estabelecer o que vamos fazer com os aptos. Eu queria dizer que nós teremos a melhor boa vontade para – em o Estado podendo contratar – realizar o sonho das pessoas de serem servidores públicos. É que essas coisas precisam ser tratadas com a devida responsabilidade”, ponderou Renan Filho.

Em relação ao Corpo de Bombeiros, são 150 vagas no total. No próximo dia 19 de fevereiro sairá a lista dos que passaram no exame médico e que seguem para a próxima etapa, que é o exame médico e investigação social. No dia 26 de abril será divulgada a relação final dos aprovados. Confira mais detalhes no vídeo abaixo:



Petrobras e Transpetro oferecem 267 vagas em concursos públicos
Autor
Adriano Roberto

Petrobras e Transpetro oferecem 267 vagas em concursos públicos

A Petrobras e a Transpetro iniciaram, esta semana, inscrições para dois concursos públicos. No total, 267 vagas nos níveis médio e superior estão sendo oferecidos. As inscrições para os dois processos deverão ser realizados, exclusivamente, pela internet.

No concurso da Petrobras, aberto desde quinta-feira, estão sendo oferecidas 111 vagas, além de cadastro de reserva. Profissionais de nível médio e superior podem participar do processo. O valor da inscrição, que termina no dia 5 de março, é de R$ 47 para os cargos de nível médio e de R$ 67 para o cargo de nível superior. As provas objetivas serão aplicadas no dia 8 de abril.

Já o processo seletivo da Transpetro selecionará 156 profissionais para seu quadro, sendo 53 para cargos de nível médio e 103 de nível superior, além da formação de cadastro de reserva.

As inscrições para o processo seletivo, que foram iniciadas ontem, vão até o dia 7 de março. A prova está prevista para 15 de abril e será aplicada em diversas cidades do país.

A remuneração mínima inicial é de R$ 3.745,32 para cargos de nível médio e de R$ 9.955,44 para cargos de nível superior. Os convocados poderão atuar em 12 estados, a depender do cargo e polo de trabalho indicado.

Os editais estão disponíveis no site da Fundação Cesgranrio e as inscrições devem ser feitas no endereço www.cesgranrio.org.br.



Veja os dez cursos mais procurados no Sisu; inscrições terminam hoje
Autor
Adriano Roberto

Veja os dez cursos mais procurados no Sisu; inscrições terminam hoje

Até o início da noite desta quinta-feira (25), o MEC já havia contabilizado 1,8 milhão de inscritos no Sisu, sistema que reúne vagas em instituições públicas de ensino superior. Como os candidatos podem escolher até duas opções de curso, o total de inscrições passava dos 3,5 milhões.

O curso mais procurado até então foi medicina, com 219.300 inscrições. Em seguida, vinham direito (201.539), administração (185.813) e pedagogia (159.205) -veja lista completa abaixo. Ao todo, estão sendo oferecidas nesta edição 239.601 vagas em 130 instituições.

O prazo para se inscrever vai até as 23h59 desta sexta-feira (26). Os candidatos interessados devem ter participado do Enem em 2017 e não ter zerado a redação. Os estudantes precisam entrar no site, informar o número de inscrição do Enem e a senha cadastrada no site. Não é cobrado taxas.

No site do MEC, o estudante pode consultar as vagas disponíveis, pesquisando as instituições e os seus respectivos cursos participantes. O sistema mostra durante o período de inscrição uma nota de corte parcial diariamente com base no número de vagas disponíveis e as notas do inscritos, e o candidato pode alterar as suas opções sempre que achar necessário. Será validada apenas a última alteração confirmada.

O resultado da primeira chamada será divulgada na próxima segunda-feira (29), com matrículas entre os dias 30 de janeiro e 7 de fevereiro.

VEJA OS CURSOS MAIS PROCURADOS:

Medicina: 219.300 inscrições
Direito: 201.539
Administração: 185.813
Pedagogia: 159.205
Enfermagem: 120.999
Educação Física: 120.524
Psicologia: 94.203
Ciências Biológicas: 87.806
Ciências Contábeis: 79.532
Veterinária: 71.679

Com informações da Folhapress.



Sisu: veja como usar a nota do Enem para entrar em Universidades públicas
Autor
Adriano Roberto

Sisu: veja como usar a nota do Enem para entrar em Universidades públicas

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado para avaliar o conhecimento dos alunos que terminam o Ensino Médio. Foi ganhando importância ao longo do tempo e hoje é fundamental para participar de programas do Governo Federal de acesso ao ensino superior, tais como:

Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em universidades públicas

Programa Universidade para Todos (ProUni), que concede bolsas de estudo em faculdades particulares FIES, o financiamento estudantil a juros baixos

O desempenho no Enem também pode ser utilizado para complementar a nota do vestibular tradicional ou mesmo para substituir as provas em processos seletivos de faculdades privadas.

É importante lembrar que estudantes com menos de 18 anos que não estão cursando ou não cursaram o terceiro ano do ensino médio não podem usar a nota do Enem para entrar na universidade. O edital do Enem reforça que esses participantes devem estar cientes de que o desempenho que obtiverem Exame servirá apenas para “fins de autoavaliação de conhecimento”.

Veja as maneiras diferentes de como a nota do Enem pode ser usada para ingressar em instituições de ensino superior:

Enem como complemento do Vestibular

A nota do Enem pode ser usada para complementar seu desempenho no vestibular tradicional. É o caso de algumas universidades públicas bastante concorridas, como a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), entre outras.

As regras variam bastante de acordo com a instituição de ensino superior, assim como o cálculo da pontuação. Consulte o edital do Vestibular para entender como você poderá usar sua nota do Enem no processo seletivo da faculdade em que você pretende ingressar.

Enem para ingresso direto

São diversas as universidades particulares que oferecem a possibilidade de usar a nota do Enem como forma de ingresso em todo o Brasil. As regras variam de acordo com cada faculdade. Algumas  exigem desempenho mínimo nas provas objetivas e na Redação, mas para outras basta não ter zerado no Exame.

Inscrições do Sisu estão abertas

As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do primeiro semestre de 2018 já estão abertas! Os interessados podem se inscrever até esta sexta-feira (26).

O Sisu é uma plataforma do Ministério da Educação (MEC) que seleciona estudantes para instituições públicas (federais e estaduais) de ensino superior usando a nota do Enem. Estão disponíveis 239.601 vagas em 130 instituições.

Para se inscrever, é obrigatório ter feito o Enem 2017, com nota na redação diferente de zero. Não podem participar treineiros (participantes do Enem menores de 18 anos no primeiro dia de realização da prova). A nota do Enem 2017 é a única fase do processo seletivo de todas as universidades participantes.

Os candidatos podem escolher até duas opções de curso. Para fazer o login no sistema é necessário o número de inscrição do Enem 2017 e a senha mais atual cadastrada no site. Todo o processo é gratuito.



PGE- PE altera datas das provas do concurso de procurador do Estado
Autor
Adriano Roberto

PGE- PE altera datas das provas do concurso de procurador do Estado

Da Folha de Pernambuco - As provas discursiva e objetiva do concurso para procurador do Estado de Pernambuco, que estavam marcadas para os dias 17 e 18 de março, foram adiadas em uma semana e serão aplicadas nos dias 24 e 25 de março. A informação é de uma portaria publicada no sábado (20) no Diário Oficial do Estado pela Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco (PGE-PE).

O motivo da mudança é evitar que as provas coincidam com a segunda fase do concurso para defensor público do Estado de Pernambuco, marcada também nos dias 17 e 18 de março. O restante do cronograma permanece o mesmo.

O concurso será dividido em três fases, todas no Recife. Sendo a primeira uma prova objetiva de cem questões, de caráter eliminatório e classificatório. A segunda consiste numa prova discursiva com a elaboração de um parecer de até 60 linhas e de uma peça processual de até 90 linhas acerca do tema apresentado. Ambas com cinco horas de duração, cada.

A última fase de seleção é a avaliação de títulos, apenas de caráter classificatório. Entre os títulos estão: pós-graduação em nível de doutorado, mestrado ou especialização; título de professor de Direito havido em concurso público; livro no âmbito da ciência jurídica, de autoria individual; trabalhos publicados em periódicos especializados; arrazoados forenses; e exercício, por mais de um ano, de cargo de natureza jurídica em entidades públicas, inclusive cargos em comissão e empregos temporários.

O conteúdo inclui conhecimentos sobre Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributário, Direito Processual Civil, Direito Civil e Empresarial, Direito do Trabalho, Direito Processual do Trabalho, Direito Penal, Direito Financeiro, Direito Previdenciário, e Direito Ambiental.

A divulgação do resultado final é prevista para o dia 29 de junho. O concurso tem validade de dois anos a partir da data da publicação da homologação do resultado, podendo ser prorrogado por igual período uma única vez.

O certame é executado pelo Cebraspe, sob a supervisão de Comissão Coordenadora formada por procuradores do Estado e com participação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Procuradoria – Criada pela Lei Complementar nº 02, de 20 de agosto de 1990, a PGE-PE é o órgão responsável pela representação judicial do Estado de Pernambuco e de suas autarquias, pela consultoria jurídica ao Poder Executivo e pela promoção da cobrança da dívida ativa.



Sesc abre 127 vagas para estágio na Região Metropolitana, Agreste e Sertão
Autor
Adriano Roberto

Sesc abre 127 vagas para estágio na Região Metropolitana, Agreste e Sertão

A partir da próxima terça-feira, o Sesc abre inscrição para o processo seletivo de estágio em Pernambuco. A instituição oferece, ao todo, 127 vagas para estudantes de nível superior e uma para nível técnico em informática, além de cadastro de reserva. As oportunidades são para a Região Metropolitana, Agreste e Sertão. Dentro das vagas, 10% são para pessoas com deficiência. Os interessados podem se cadastrar gratuitamente pela internet até o dia 31 de janeiro.

Clique aqui para se inscrever

Na seleção, os alunos dos cursos superiores e técnicos estão divididos em dois grupos. No primeiro, participam estudantes de Biblioteconomia, Turismo, Educação Física (bacharelado), Serviço Social, Letras, Pedagogia, Nutrição, Química, Biologia, Música, Teatro, Artes Visuais, Dança, Odontologia, Administração, Ciências Contábeis, Psicologia e Técnico em Segurança do Trabalho. 

Para os candidatos destes cursos, haverá análise do histórico escolar e avaliação comportamental. Já o segundo grupo é formado pelos alunos cursos de Design, Jornalismo, Arquitetura, Engenharia Civil e Técnico em Informática. Os interessados em uma dessas áreas passarão também por uma avaliação prática.

Os estagiários de nível superior receberão uma bolsa de formação no valor de R$ 656 e auxílio transporte de R$ 140. Já para os de nível técnico, o valor da remuneração é de R$ 430 mais o auxílio transporte de R$ 140. Os interessados devem ter disponibilidade para estagiar 20 horas semanais, compatibilizando as aulas e as atividades do Sesc.

As vagas são destinadas, no Recife, à sede do Sesc em Santo Amaro, às unidades de Santo Amaro, Santa Rita, Casa Amarela, Restaurante Sesc RioMar, Banco de Alimentos e Agência de Turismo Social. Na Região Metropolitana, são para as unidades de Piedade (Jaboatão dos Guararapes), Goiana e São Lourenço da Mata. Já no interior, as vagas são para unidades do Sesc em Surubim, Caruaru, Garanhuns, Belo Jardim, Buíque, Arcoverde, Araripina, Bodocó e Petrolina, e ainda no hotel em Triunfo.
 
PARA PARTICIPAR
Para concorrer às vagas, é necessário que o aluno de nível superior esteja cursando um dos quatro últimos períodos da graduação e os de nível técnico estejam matriculados no 2º ou 3º período do curso. Só serão aceitos inscritos em instituições credenciadas no Ministério da Educação ou no Conselho Estadual de Educação. O resultado da primeira etapa será divulgado a partir do dia 22 de fevereiro no site www.sescpe.org.br.



Vem aí o edital para concurso da Polícia Civil da Bahia
Autor
Adriano Roberto

Vem aí o edital para concurso da Polícia Civil da Bahia

Foi publicado, neste 19 de janeiro, no DOE-BA o edital do concurso Polícia Civil Bahia. São 1.000 vagas para os cargos de Delegado, Investigador e Escrivão de Polícia.

A organizadora é a Fundação VUNESP e o período de inscrições vai das 10h do dia 2 de fevereiro às 23h e 59 min do dia 2 de março de 2018, exclusivamente pela Internet no site da banca.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 160,00 para o cargo de Delegado de Polícia e R$ 160,00 para os cargos de Investigador e Escrivão de Polícia.

A remuneração para o cargo de Delegado de Polícia Civil é de até R$ 11.389,96 e de Investigador e Escrivão de Polícia é de R$ 3.915,85.

Requisitos para o cargo

Para o cargo de Delegado de Polícia é necessário ter curso superior em Direito, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

O cargo de Investigador de Polícia requer curso superior, reconhecido pelo MEC e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria B.

Para ser Escrivão de Polícia, o candidato deverá ter curso superior, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação.

As vagas do Concurso

Delegado de Polícia 82 vagas, Investigador de Polícia 880 vagas, Escrivão de Polícia 38 vagas.

Reserva de vagas: 30% para pessoa autodeclarada negra, 5% para pessoa portadora de deficiência.

Etapas do concurso

1) Prova Objetiva
2) Prova Discursiva
3) Exame Biomédico
4) Teste de Aptidão Física
5) Exame Psicotécnico
6) Avaliação de Títulos
7) Investigação Social e de Conduta Pessoal

As provas

Os candidatos aos três cargos serão submetidos a uma 1ª etapa, que consistirá em uma prova objetiva com 100 questões de múltipla escolha com cinco alternativas. A 2ª etapa consistirá em uma prova discursiva.

Para o cargo de Delegado, as provas discursivas serão dois Estudos de Caso e a elaboração de uma Peça Processual.

Para os cargos de Investigador e Escrivão de Polícia a prova discursiva compreenderá a resolução de duas questões dissertativas. Os candidatos terão 5 horas para responder a todas as questões, com data prevista para 22 de abril de 2018.

Conteúdo programático

Conhecimentos Básicos (para todos os cargos)

Língua Portuguesa
Informática
Promoção da Igualdade Racial e de Gênero
Raciocínio Lógico
Atualidades
Medicina Legal
Noções de Administração Legislação estadual

Conhecimentos Específicos

Delegado - Direito Penal, Direito Processual Penal, Legislação Penal e Processual Penal Extravagante, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Civil/Empresarial, Direito Processual Civil, Noções de Direito Eleitoral, Noções de Direito Agrário, Direito Tributário, Direito Ambiental, Criminologia,

Investigador - Noções de Direito Penal, Noções de Direito Processual Penal, Legislação Penal Extravagante, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Conhecimentos Específicos

Escrivão - Noções de Direito Penal, Noções de Direito Processual, Penal Legislação, Penal Extravagante, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Noções de Estatística, Noções de Arquivologia.

Informações do Concurso Polícia Civil Bahia

-Data prevista: 22 de abril
-Vagas: 1.000 vagas (82 Delegado, 880 Investigador, 38 Escrivão)
-Lotações: Bahia
-Remuneração inicial: R$ R$ 3.915,85 a R$ 11.389,96
-Banca: VUNESP
-Escolaridade: Nível Superior

Confira o último Edital PC-BA aqui