Eleição sem pesquisas em Pernambuco
Autor
Adriano Roberto

Eleição sem pesquisas em Pernambuco

O TSE - Tribunal Superior Eleitoral ainda não registrou nenhuma pesquisa para a corrida eleitoral no Estado de Pernambuco neste mês de agosto. O que se pode imaginar é que todas as pesquisas serão de consumo interno das coligações dos candidatos oficialmente lançados nas comvenções do final de semana. Diante do alto número de declarações de votos brancoa, nulos e indecisos, os candidatos parecem estarem se poupando de uma possivel vergonha na falta de intenção de voto.



Alvinho Patriota participa do encontro de Pajés Atikum
Autor
Adriano Roberto

Alvinho Patriota participa do encontro de Pajés Atikum

Iniciado na última terça-feira, 24, o 5° Encontro de Pajés no Povo Atikum recebeu ontem a presença de Alvinho Patriota para fazer uma cobertura especial do evento. Além de colher informações para este blog, Alvinho participou das atividades realizadas envolvendo diversas etnias indígenas do Sertão pernambucano.

O encontro segue até essa sexta-feira, 27, na Serra do Umã, na zona rural de Carnaubeira da Penha. Participam índios das etnias Atikum (anfitriã), Pankará, Truká, Xukuru, Fulni-ô, Kambiuá, Pipipã, Kapinoá, Tuxá, Tuxi e Atikum Pankará.

Todos os presentes estão colhendo ensinamentos através dos detentores do saber tradicional. Estão sendo abordados temas como medicina tradicional e práticas alternativas.



Recife sedia Plenária Interestadual Nordeste da CUT
Autor
Adriano Roberto

Recife sedia Plenária Interestadual Nordeste da CUT

Nesta segunda-feira (9), ocorre a “Plenária Interestadual da CUT Nordeste – 2”, em Recife, com o objetivo de mobilizar as bases CUTistas em defesa da democracia e por direitos, dar continuidade à ação Lula Livre nas regiões e nos estados, apresentar a Plataforma da Classe Trabalhadora para as eleições de 2018 e mobilizar a sociedade, em conjunto com os movimentos sociais, para o Dia Nacional do Basta, que ocorrerá em 10 de agosto.

“Esta é a segunda grande plenária que a Central organiza. A CUT, os movimentos sindical e populares vão apresentar suas propostas para o período eleitoral e, na construção desse processo, está previsto uma grande mobilização no dia 10, que será um dia histórico”, explica o secretário-geral da CUT, Sérgio Nobre.

Segundo ele, a CUT, maior central sindical do Brasil e a quinta maior do mundo, vai pautar durante todo o processo eleitoral a importância da defesa da democracia, do emprego, da preservação da Eletrobras e Petrobras como empresas públicas, além de denunciar os 23 milhões de desempregados no País pós-golpe 2016.

“Temos o objetivo de ter a Agenda Prioritária da Classe trabalhadora no centro do debate eleitoral e as plenárias regionais fazem parte desse processo”, acrescentou.

Plenária da CUT Nordeste 2

O Nordeste, maior região brasileira, foi dividido em duas etapas e a edição ‘Nordeste 2’ terá a participação de seis estados. Além de Pernambuco, os estados de Alagoas, Sergipe, Bahia, Paraíba e Rio Grande do Norte estarão presentes. Os outros três estados, Ceará, Maranhão e Piauí, fazem parte da etapa “Nordeste 1”, ainda sem data marcada para a atividade.

Para o presidente da CUT Pernambuco, Paulo Rocha, é fundamental este encontro para resistir e lutar por um Brasil menos desigual e injusto. “É hora de a classe trabalhadora somar forças e unir a luta das ruas com a luta institucional. Precisamos eleger um presidente e a maioria de congressistas que defendam nossos direitos e conquistas, com um basta nesse caos que estamos vendo acontecer no Brasil.”

Segundo ele, o País está passando por um momento difícil, cujos golpistas estão se preparando para dar um verniz de legalidade democrática à tomada de poder, elegendo um presidente, deputados e senadores que vão dar continuidade ao desmonte das políticas públicas e soberania nacional, com o aprofundamento das medidas que retiram direitos, como a reforma trabalhista e a volta do debate sobre a reforma da Previdência.

“Precisamos preparar um grande dia de mobilização e paralisações no dia 10 de agosto, quando iremos dizer um basta de desemprego, de reforma da Previdência, de reforma Trabalhista, de acabar com nossos direitos, de vender nossas empresas, nossas terras, e de outros milhares de maldades cometidas por este governo golpista”, afirmou Paulo Rocha.

A atividade

CUT PE

Pela manhã, a partir das 9h, na sede do Sindesprev, no bairro da Boa Vista, vai acontecer uma atividade mais fechada com os delegados das CUT’s nos estados. Além da análise de conjuntura, haverá a apresentação da Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora e a organização da região no Dia Nacional do Basta, em 10 de agosto.

No período da tarde, a partir das 15h, ocorrerá a “Assembleia Lula Livre”, com os movimentos sociais e população em geral, na Praça da Independência, no centro de Recife, onde ocorrerá o lançamento oficial do Dia Nacional do Basta, no dia 10 de agosto em todo País, e da Marcha ‘Lula Livre’, que vai rodar o estado, a partir do dia 16 de julho.

A Marcha vai sair de Bezerro, no agreste pernambucano, a 100 km da capital, com mil pessoas, com o objetivo de dobrar o número de pessoas ao longo do trajeto. A chegada da Marcha está prevista para o dia 20 de julho, em Recife.

“Vamos mostrar que os pernambucanos estão em peso na defesa da liberdade do presidente Lula”, explicou o presidente da CUT Pernambuco.

Plenárias

Outras etapas já estão marcadas. A Plenária do Sul acontecerá dia 13 de julho. A etapa Centro-Oeste 2, que reúne Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, ocorrerá no dia 17 de Julho. A Sudeste 2, Minas Gerais e Espírito Santo, acontecerá em Minas no dia 19. A etapa Sudeste 1, São Paulo e Rio de Janeiro, acontecerá na capital paulista no dia 20 de julho.



UPE suspende concurso para advogados após questionamento do MPCO
Autor
Adriano Roberto

UPE suspende concurso para advogados após questionamento do MPCO

A Universidade de Pernambuco (UPE) suspendeu momentaneamente o concurso para advogados do órgão para fazer modificações no edital do concurso. A decisão da UPE ocorreu após questionamento do Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO) sobre o edital e as provas que seriam aplicadas. 

A procuradora geral do MPCO, Germana Laureano, recebeu denúncia dos atuais advogados concursados da UPE, contra o edital do concurso em andamento para a carreira. Segundo os servidores, o edital só previa a aplicação de provas objetivas (de múltipla escolha), sem provas escritas, como é praxe em concursos da carreira jurídica. 

O MPCO notificou a UPE para esclarecer "a justificativa para a inexistência de fase discursiva no âmbito do certame, nos termos do respectivo edital".  

Em aviso no site do concurso, foi anunciado que um novo edital se encontra em elaboração. 

A Secretaria Estadual de Administração tinha divulgado, em 13 de junho, edital de concurso para selecionar advogados para atuar na UPE. Eram previstas nove vagas para atuação na Região Metropolitana do Recife e nas cidades de Garanhuns, no Agreste, e Arcoverde e Petrolina, no Sertão. A remuneração inicial era de R$ 3.205,00.

Entre as atribuições do cargo, está a consultoria e assessoria jurídica, além de representação judicial e extra-judicial da UPE. As inscrições tiveram início em 25 de junho e seguiriam até o dia 25 de julho, exclusivamente pela internet, mas agora estão suspensas. A taxa para participar da seleção é R$ 100.

O MPCO aguarda a publicação de novo edital, para avaliar se foram sanadas as irregularidades apontadas na denúncia dos servidores do órgão.



Petrobrás, Sabesp e TRE PE divulgam resultados de concursos
Autor
Adriano Roberto

Petrobrás, Sabesp e TRE PE divulgam resultados de concursos

Três grandes órgãos divulgaram, nos últimos dias, resultados finais e preliminares de seus respectivos concursos. Petrobrás, Sabesp e Tribunal Regional do Trabalho de Pernambuco (TRT PE) tiveram informações disponibilizadas pelos sites das bancas organizadores dos certames.

O Concurso Petrobrás 2017/18 divulgou ontem (21) o resultado final da seleção que trouxe 112 vagas imediatas e 560 em cadastro de reserva. A lista com os classificados foi publicada no site da Fundação Cesgranrio, responsável pelo certame.

As oportunidades contemplaram cargos de nível superior para lotação Em Macaé, Rio de Janeiro e Vitória. As remunerações variam entre R$ 9.786,14 e R$ 10.544,04. Os aprovados passarão por período de experiência de 90 dias para, depois, serem efetivados pelo regime CLT.

O concurso terá validade de um ano, contado a partir da homologação, podendo ser prorrogado por igual período. Mais informações sobre os concursos promovidos pela Petrobrás aqui.

O Concurso Sabesp, também, divulgou o resultado final das 661 vagas disponibilizadas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Além das oportunidades imediatas, é prevista a formação de cadastro de reserva. No total, foram contabilizadas 137.866 inscrições.

A lista dos aprovados foi publicada no site da Fundação Carlos Chagas (FCC), organizadora do certame. A lotação dos selecionados será distribuída entre São Paulo, região metropolitana, interior e litoral paulistas. Remunerações entre R$ 3.058,80 e R$ 8.804,74.

Por fim, o Concurso TRT PE teve o resultado preliminar divulgado no site da FCC. Os candidatos tiveram, então, dois dias úteis para interposição de recursos, prazo que finaliza hoje (22). O procedimento deve ser feito, também, pela página da banca organizadora.

O certame oferta uma vaga imediata mais cadastro de reserva para técnico e analista, com remunerações entre R$ 7.893 e R$ 11.007.



Concursos públicos acontecem normalmente em ano eleitoral
Autor
Adriano Roberto

Concursos públicos acontecem normalmente em ano eleitoral

Quem tem o sonho de conquistar uma carreira pública por meio de concurso não precisa se preocupar com as eleições. Mesmo em ano eleitoral, como o que estamos, as seleções podem acontecer normalmente. A única alteração fica por conta de nomeações, explica o presidente da Comissão de Direito Eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Santos, Rogério Mehana.

“Não tem nenhuma restrição para aplicação de provas no período eleitoral. A proibição é para nomeação de aprovados, nos três meses que antecedem o pleito até a posse do eleito, caso o concurso não tem sido homologado (resultado final) antes disso. Se já houve a homologação, pode ser nomeado em qualquer tempo”, ressalta Mehana.

Segundo ele, o objetivo da proibir a contratação em processo que não finalizado até 3 meses antes da eleição é evitar que o administrador público use a situação para se favorecer eleitoralmente. Ou seja, nomear alguém em troca de apoio. “Se fizer isso, há a nulidade do ato e ele responde por abuso de poder. Lembrando que a legislação fala em circunscrição do pleito, que este ano pé estadual e federal. Quer dizer que nos municípios nada muda e qualquer nomeação pode ser feita”. 

TRE

Em nota, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) informa que a Lei nº 9.504/97, que determina proibição de nomeações em concurso público nos três meses que antecedem o pleito e até a posse dos eleitos, tem exceções.

Mesmo sem homologação no período determinado, podem ser nomeados cargos do Poder Judiciário, do Ministério Público, dos tribunais ou conselhos de contas e dos órgãos da Presidência da República. Também estão liberadas nomeação ou contratação necessária à instalação ou ao funcionamento inadiável de serviços públicos essenciais, com prévia e expressa autorização do chefe do Poder Executivo.

Concursos

Só esta semana estão abertas 4.135 vagas em concursos em todo o País. O último edital saiu na sexta-feira (15). São os 500 postos para a Polícia Federal.

As inscrições começaram nesta terça-feira (19), ao custo de R$ 180. Os salários são de R$ 11.983,26 para agente, escrivão e papiloscopista, e de R$ 22.672,48 para perito e delegado. As provas estão previstas para 19 de agosto (www.cespe.unb.br).



PF divulga edital de concurso com 500 vagas e salários de até R$ 22 mil
Autor
Adriano Roberto

PF divulga edital de concurso com 500 vagas e salários de até R$ 22 mil

A Polícia Federal (PF) divulgou, nesta sexta-feira (14), o edital do concurso público com 500 vagas para ambos os sexos nos cargos de delegado de polícia, perito criminal federal, agente, escrivão e papiloscopista. Os salários vão de R$ 11.983,26 a R$ 22.672,48.

As inscrições serão realizadas das 10h do dia 19 de junho de 2018 até às 18h do dia 2 de julho de 2018, pelo site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

Os cargos exigem nível superior completo. 20% das vagas são para candidatos negros e 5% serão destinados a pessoas com deficiência.

Segundo destaca o iBahia, os candidatos de famílias de baixa renda poderão solicitar a isenção da taxa de inscrição.

O processo seletivo será composto por provas objetivas com 120 questões, prova discursiva, exame de aptidão física, prova oral (apenas para o cargo de delegado), prova prática de digitação (somente para a função de escrivão), avaliações médica e psicológica e avaliação de títulos (apenas para delegados e peritos).



Ministério Público de Contas PE esclarece regras para deficientes em concursos
Autor
Adriano Roberto

Ministério Público de Contas PE esclarece regras para deficientes em concursos

Da FolhaPE - Uma consulta feita ao Tribunal de Contas do Estado pelo Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO) versando sobre a participação de pessoas com deficiência em concursos públicos para a área de segurança pública foi julgada na sessão do Pleno desta quarta-feira (13). A matéria foi relatada pelo conselheiro substituto Ricardo Rios e a consulta foi realizada através dos procuradores Ricardo Alexandre e Cristiano Pimentel, do MPCO.

Em síntese, os procuradores fizeram três perguntas ao TCE. Primeira: há obrigatoriedade de reserva de vagas para pessoas com deficiência nos concursos para provimento de cargos na carreira do sistema de segurança pública? Segunda: para que o candidato com deficiência seja considerado apto, é necessário que seja capaz de desempenhar todas as atribuições do cargo? Ou, sendo capaz de receber uma parcela das atribuições, deve a administração pública adotar providências para lotá-lo em local em que seja possível exercer suas funções com as limitações inerentes à sua deficiência? Terceira: Considerando que, segundo a jurisprudência do STF, qualquer restrição a cargos públicos deve estar prevista em lei, é possível o edital do certame listar as condições reputadas incapacitantes para o exercício de cargos, no âmbito da segurança pública, sem ato normativo estadual?

Após examinar parecer do próprio MPCO e a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o conselheiro Ricardo Rios elaborou o seu voto, aprovado no Pleno, por unanimidade.

No voto, o relator considera que: a) portadores de deficiência física têm o direito de participar de todo e qualquer concurso público; b) a administração pública pode lotar pessoas com deficiência em local no qual possa exercer suas atividades dentro de suas limitações, sendo vedado condicionar a aptidão para o exercício do cargo ao cumprimento integral de suas atribuições; c) sem previsão legal, não é possível publicar edital de concurso público restringindo o acesso e o exercício de cargos públicos a pessoas com deficiência por violar o princípio da legalidade e, consequentemente, a própria Constituição da República; d) Não é possível analisar a compatibilidade da deficiência do candidato com as atribuições do cargo, devendo tal análise se realizada por uma equipe multiprofissional durante o estágio probatório.

De acordo com o relator, dada a relevância da consulta foram notificados para se manifestar sobre ela na condição de “amicus curiae” várias entidades pernambucanas que representam a classe dos deficientes, entre elas a Associação dos Surdos, o Instituto de Cegos e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), além da Secretaria de Defesa Social, a Secretaria de Criança e Juventude, a Associação dos Delegados de Polícia e o Sindicatos dos Policiais Civis.

Acompanharam o voto do relator Ricardo Rios os conselheiros Carlos Porto, Valdecir Pascoal, Dirceu Rodolfo, Teresa Duere, Ranilson Ramos e João Carneiro Campos. O presidente Marcos Loreto só votaria em caso de empate.



Carreira militar volta a ter alta procura
Autor
Adriano Roberto

Carreira militar volta a ter alta procura

A crise econômica brasileira dificultou a vida para profissionais de várias faixas etárias, mas um dos segmentos mais atingidos foi o dos jovens que procuram o primeiro emprego. É justamente esse grupo que em grande parte deposita suas esperanças na carreira militar.

Assim, a busca por uma vaga nas Forças Armadas disparou. Em São Paulo, por exemplo, dobrou a procura por concursos que dão acesso a essa profissão. Não há dados sobre o Rio de Janeiro, mas nada indica que a procura por aqui seja menor. (Veja aqui: Marinha, Exército e Aeronáutica selecionam candidatos.)

Quem pensa em seguir carreira nas Forças Armadas deve começar escolhendo em qual das três opções se encaixa: Exército, Marinha ou Aeronáutica. O alistamento obrigatório é uma opção, mas há concursos regulares para ingresso de ambos os sexos e para os níveis fundamental, médio e superior.



Prefeitura de Jaboatão abre processo seletivo a partir desta segunda, 04
Autor
Adriano Roberto

Prefeitura de Jaboatão abre processo seletivo a partir desta segunda, 04

A Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG), anunciou, a partir de hoje, a abertura, dia 04, de um processo seletivo em Pernambuco. O edital nº 008/2018 visa promover a admissão de 1.014 profissionais de nível médio e superior.

Cargos: Auxiliar de Transporte Escolar, Auxiliar de Educação Infantil, Nutricionista e Auxiliar de Apoio Pedagógico para Estudantes com Deficiência e Transtorno do Espectro do Autismo.

Os servidores contratados serão lotados no âmbito da Secretaria Municipal de Educação, e farão jus a salários de R$ 954,00 a R$ 2.314,16. A carga horária será de 40 horas por semana.

As inscrições ficam abertas de 4 a 25 de junho de 2018, no site da empresa organizadora do certame, o do Instituto Darwin: www.institutodarwin.org. As taxas serão as seguintes:

Nível médio: R$ 40,00;

Nível superior: R$ 60,00.

Também serão aceitas inscrições presenciais nos dias 5 a 8 de junho de 2018, na sede da Secretaria de Educação do Jaboatão dos Guararapes. O endereço é: Rua Antônio Ferreira Campos, nº 2.718, Candeias, Jaboatão dos Guararapes - PE.

Os candidatos inscritos serão selecionados por meio de etapa única de análise da experiência profissional e de títulos. Os documentos comprobatórios devem ser anexados ou entregues no momento da inscrição.

O resultado final será divulgado no site da organizadora www.institutodarwin.org e publicado no Diário Oficial do Município de Jaboatão dos Guararapes.

O edital completo com mais informações sobre o Processo Seletivo Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes 2018 você vê clicando aqui.



Vem aí o concurso da Saúde de Pernambuco com 1.000 vagas
Autor
Adriano Roberto

Vem aí o concurso da Saúde de Pernambuco com 1.000 vagas

Excelentes oportunidades em breve para os concurseiros pernambucanos! O edital do certame promovido pela Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (Concurso Saúde PE 2018) será publicado em breve. A expectativa é de quem sejam ofertadas 1.000 vagas em cargos de níveis médio e superior.

O Instituto AOCP já foi escolhido como banca organizadora do certame. As remunerações variarão entre R$ 825,82 e R$ 8.967,85 cumprindo jornadas de 20h a 40h semanais.

As 460 oportunidades disponibilizadas para ensino médio serão na carreira de assistente em saúde (regimes diarista e plantonista). Nela, incluirão os cargos de técnico em saúde, radiologia e outras categorias. Remunerações de R$ 825,82 a R$ 1.087,17 conforme a carga horária cumprida.

Graduados concorrerão às 540 vagas disponibilizadas para analista em saúde, fiscal de vigilância sanitária e médico em diversas especialidades. Remunerações entre R$ 1.714,67 e R$ 8.967,85 conforme o cargo e carga horária cumprida.

Os candidatos serão selecionados em duas etapas. Na primeira, provas objetivas compostas por 40 questões de Língua Portuguesa, Conhecimentos Gerais do SUS e Específicos. A segunda fase é constituída pela análise de títulos.

Os exames devem ser aplicados nas cidades de Nazaré da Mata, Recife, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Petrolina e Salgueiro.

A validade do certame será de dois anos, contados a partir de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período.



Câmara do DF divulga edital de Concurso Público
Autor
Adriano Roberto

Câmara do DF divulga edital de Concurso Público

A Câmara Legislativa do Distrito Federal – CLDF anuncia quatro novos Concursos Públicos, que objetivam o provimento de vagas e a formação de cadastro reserva em cargos de nível superior e médio.

Já o edital nº 2/2018 tem 37 chances na função de Consultor Técnico-Legislativo que se encontram nas categorias de Administrador (4); Arquiteto (1); Arquivista (1); Assistente Social (1); Bibliotecário (1); Contador (4); Economista (1); Enfermeiro (2); Engenheiro Civil (1); Engenheiro Mecânico (1); Médico – Ambulatorial/ Perito (2); Médico do Trabalho (1); Odontologista – Perito (1); Pedagogo (1); Psicólogo – Área 1 – Organizacional (1); Psicólogo – Área 2 – Clínico/ Perito (1); Revisor de Texto (1); Técnico em Comunicação Social/ Jornalista (1); Técnico em Comunicação Social/ Relações Públicas (2); Técnico em Comunicação Social/ Publicitário (1); Técnico em Comunicação Social/ Produtor de Multimídia (1); Analista de Sistemas – Área 1 (1); Analista de Sistemas – Área 2 (1); Analista de Sistemas – Área 3 (1); Analista de Sistemas – Área 4 (3) e Taquígrafo Especialista (1).

No que lhe diz respeito, o edital nº 4/2018 especifica as quatro vagas nos cargos de Inspetor de Polícia Legislativa (1) e Agente de Polícia Legislativa (3). Enquanto o edital nº 5/2018 detalha a função de Procurador Legislativo – Advogado (1).

Com carga horária de 30h semanais, a remuneração dos aprovados tem valor de R$ 15.879,40.

Interessados nestas oportunidades podem efetuar inscrição por meio do endereço eletrônico www.concursosfcc.com.br, a partir das 10h do dia 25 de junho de 2018, até às 14h do dia 25 de julho de 2018. A taxa de participação tem valor entre R$ 54,00 e R$ 78,00.

Todos os inscritos nos certames dos editais nº 1 e 5/2018 realizarão Provas Objetiva e Discursiva. Os candidatos às vagas do edital nº 2/2018 serão submetidos à Provas Objetiva, Discursiva e de Títulos, no entanto, os que concorrem à chance de Taquígrafo Especialista também participarão de Prova Prática.

Já o Concurso Público do edital nº 4/2018 compreenderá, à função de Inspetor de Polícia Legislativa, Provas Objetiva, Discursiva e Prática de Capacidade Física, Avaliação Psicológica, Avaliação de Conduta Irrepreensível e Idoneidade Moral, Avaliação Médica, Curso de Formação, e por fim, Avaliação de Títulos.

Por sua vez, o cargo de Agente de Polícia Legislativa tem como meio de seleção dos profissionais: Provas Objetivas e Prática de Capacidade Física, Avaliação Psicológica, Avaliação de Conduta Irrepreensível e Idoneidade Moral, e Avaliação Médica, além de Curso de Formação

As Provas Objetivas têm data prevista para os dias 15, 16 e 23 de setembro de 2018. Em nosso site você pode obter mais informações consultando os documentos oficiais disponíveis.



Inscrições para a prova do Enem terminam nesta hoje, sexta 18
Autor
Adriano Roberto

Inscrições para a prova do Enem terminam nesta hoje, sexta 18

As inscrições para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) terminam às 23h59 desta sexta-feira, no site do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão ligado ao Ministério da Educação - enem.inep.gov.br.

As provas serão realizadas nos dias 4 e 11 de novembro. Segundo o instituto, o exame já contava com 5 milhões de inscritos até a tarde de ontem. Desses inscritos, 3,3 milhões são beneficiados pela gratuidade, pois se enquadram no perfil de isenção da taxa. Quem não for isento deve pagar R$ 82 de inscrição.

Quem fez o pedido de isenção e quem entrou com recurso devem fazer a inscrição, independentemente do resultado.Com informações da Folhapress.



Concursos públicos de Maringá registram recordes de inscrições
Autor
Adriano Roberto

Concursos públicos de Maringá registram recordes de inscrições

Do G1 - Mais de 56 mil candidatos se inscreveram para os dois concursos públicos da Prefeitura de Maringá, no norte do Paraná. De acordo com a Secretaria de Recursos Humanos, nenhum outro concurso realizado pelo município teve tantos candidatos inscritos, é um recorde de participantes. Os processos visam a contratação de 152 pessoas.

O cargo que teve o maior número de inscritos é o de agente administrativo. São 18.485 inscrições para 30 vagas. A concorrência ficou em 616,17 candidatos por vaga. O número de interessados é maior do que no concurso realizado em 2014, quando também foram disponibilizadas 30 vagas para esse cargo. Na época foram 10 mil inscritos.

O período de inscrições terminou no dia 11 de maio, e o número de inscrições foi divulgado nesta quarta-feira (16). De acordo com a prefeitura, o cargo mais concorrido é o de auditor, 1.136 candidatos concorrem a uma vaga. O cargo de motorista também teve grande procura, foram 697 inscrições para uma vaga.

Um dos concursos oferece 126 vagas para 51 cargos efetivos, e o segundo oferece 26 vagas para 22 cargos. O ensalamento será divulgado no dia 4 de junho, pelo site da organizadora. As provas objetivas serão realizadas nos dias 10 e 17 de junho, conforme o cargo escolhido.

As provas de títulos estão marcadas para os dias 2 e 3 de agosto. Os testes de aptidão física estão previstos para o dia 5 de agosto e os exames práticos para os dias 5 e 12 de agosto. Os salários variam de R$ 1.207,21 a R$ 12,575,59.



Chegou a hora do concurso da Compesa
Autor
Adriano Roberto

Chegou a hora do concurso da Compesa

A Companhia de Saneamento de Pernambuco (Compesa) abre concurso público para preenchimento de 24 vagas destinadas a empregos de nível superior. São 11 postos para nível médio técnico e 28 para nível médio.

De acordo com o edital clique aqui e veja, a seleção dos candidatos será por meio de prova escrita objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. As vagas estão divididas em analistas de saneamento, de gestão (nível superior); e assistente de saneamento e gestão (nível médio técnico e nível médio).

Os salários variam entre R$ 1.442,36 e R$ 6.743,28. As inscrições podem ser feitas pelo site da FGV clique aqui e entre, até 4 de junho. É necessário imprimir a confirmação de inscrição no site.



Concurso Coniape: TCE PE autoriza continuidade do certame
Autor
Adriano Roberto

Concurso Coniape: TCE PE autoriza continuidade do certame

Do Folha Hoje - O Tribunal de Contas da União autorizou o Consórcio Público (Concurso Coniape 2018) Intermunicipal do Agreste Pernambucano e Fronteiras (CONIAPE) a dar continuidade ao concurso que se realizaria no último mês de março em quatro municípios da região. São eles: Santa Cruz do Capibaribe, Altinho, Cupira e Panelas.  O certame havia sido suspenso por uma medida cautelar expedida pela Primeira Câmara, a pedido do Ministério Público de Contas (MPCO).

As vagas disponíveis foram para os cargos nas áreas de Saúde (50), Educação (39), dentre outros específicos, tais como: Operador de Máquinas Pesadas (2), Pintor Predial (1), Lavadeira (2), Cozinheiro (4), Gari (5), Motorista (12), Coveiro (1), Pedreiro (1), Vigia (5), Zelador Predial (8), Porteiro (10), Auxiliar de Serviços Gerais (25), Agente de Vigilância Sanitária (2), Recepcionista (3), Auxiliar Administrativo (10), Técnico em Edificações (1), Guarda Municipal (8) e Auditor (2)

Receita do certame

A receita obtida pela banca organizadora com as inscrições, será utilizada para bancar os custos dos concursos e o excedente será devolvido aos municípios, pois, De acordo com o estatuto, a ADM & TEC é uma sociedade civil sem fins lucrativos.

O Consórcio Intermunicipal do Agreste Pernambuco e Fronteiras (CONIAPE) informou que o edital dos concursos continuará o mesmo. A data para a realização das provas será divulgada nos próximos dias.



Inscrições para o Enem começam nesta segunda e vão até 18 de maio
Autor
Adriano Roberto

Inscrições para o Enem começam nesta segunda e vão até 18 de maio

Começa nesta segunda (7) o período de inscrições para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Os candidatos têm até o dia 18 de maio para se inscrever pela Página do Participante, no site do Inep.

O custo da inscrição neste ano é de R$ 82, mesmo valor de 2017. O pagamento pode ser feito até 23 de maio em agências bancárias, nos Correios ou em lotéricas. 

O exame acontece em 4 e 11 de novembro, dois domingos. No primeiro dia, as provas serão de redação, ciências humanas e linguagens, com tempo de cinco horas e meia.

No segundo dia, os candidatos terão cinco horas para completar as questões de matemática e ciências naturais, meia hora a mais do que no ano passado. 

Mesmo quem teve o pedido de isenção da taxa aceito deve fazer a inscrição online, visto que a aprovação não garante a participação no Enem. 

Em 2018, mais de 3 milhões de pessoas solicitaram o direito de não pagar para fazer as provas.Para acompanhar as informações sobre o exame, os candidatos podem baixar o aplicativo para celular Enem 2018, que está disponível gratuitamente no Google Play e na App Store. 

A nota obtida nas provas é o principal meio de acesso dos estudantes às universidades públicas do país.

FRAUDE

Levantamento da Folha de S.Paulo constatou a possibilidade de fraude em ao menos 1.125 provas do Enem.

São provas com padrão de respostas tão semelhantes entre si que, estatisticamente, seria improvável que não tenha havido algum tipo de cópia.

De acordo com o modelo estatístico utilizado no estudo, a chance de serem semelhantes devido ao acaso é de no mínimo 1 em 1.000. 

Ou seja, seria necessário repetir o exame mil vezes para que duas provas, sem interferência, fossem tão parecidas como os gabaritos suspeitos.

Após a publicação da reportagem, o Ministério Público Federal no Ceará pediu ao Inep que investigue a possibilidade de que o Enem tenha sido fraudado. 

O Inep afirmou que trabalha em conjunto com a Polícia Federal para identificar e coibir fraudes.

CASOS DESCOBERTOS

jan.2018

No Enem de 2017, um estudante de 27 anos entrou na sala de prova com o celular escondido na cintura e copiou o trecho de um livro na redaçãoOnde: Bahia

nov.2017

Em provas de anos anteriores, quadrilha passava, de fora, os gabaritos aos candidatos. Em operação chamada de Passe Fácil, foram cumpridos 31 mandados de busca e apreensão e 31 de condução coercitiva

Onde: 13 estados (PE, BA, CE, ES, GO, MA, MG, MT, PA, PI, PR, RS e SP)

nov.2017

Quadrilha fraudava, além do Enem, outros concursos; foram cumpridos 28 mandados de busca e apreensão e 11 de condução coercitiva, com cinco presosOnde: Ceará, Paraíba e Piauí

set.2017

Treze pessoas foram indiciadas por diferentes tipos de fraudes nas provas de 2015 e 2016; houve casos de candidatos que sabiam o tema da redação previamente, levaram cola escrita ou ainda que fingiram ser sabatistas (religiosos que precisam guardar o sábado)Onde: Maranhão, Pará, Amapá, Ceará e Piauí

nov.2016

Quadrilha cobrava até R$ 180 mil para passar respostas por meio de ponto eletrônico ligado a um cartão com chip, preso ao corpo, que funcionava como um celular; o candidato confirmava se entendia com uma tosseOnde: Montes Claros (MG)

nov.2014

Grupo também usava esquema do cartão para passar gabarito, a partir de um hotel, por meio de códigos combinados previamente. Havia manual que ensinava como o candidato deveria agir. Uma agenda indicava mais de 160 estudantes que teriam sido aprovadosOnde: Pontes e Lacerda (MT).

Com informações da Folhapress.



Lei Eleitoral não impede realização de concursos públicos
Autor
Adriano Roberto

Lei Eleitoral não impede realização de concursos públicos

A proximidade das eleições de outubro começa a provocar dúvidas nos concurseiros. Afinal, pode ou não haver concurso público em ano eleitoral? A lei que interfere na seleção de servidores tem mais de uma década, porém, a confusão e o surgimento de mitos continuam gerando angústias e sendo usados para adiar certames.

Tradicionalmente, anos eleitorais são dedicados a “mostrar serviço” por parte dos governantes. Se, por um lado, aumentam as liberações de concursos – quando comparados a anos anteriores –, por outro, decisões importantes são deixadas para depois. Até 1997, era comum aproveitar as campanhas para convocar aprovados e realizar seleções às pressas. Porém, desde a sanção da Lei Federal nº 9.504, passou a ser exigida uma postura diferente, preservando-se, inclusive, as contas públicas à disposição dos sucessores.

Há quem considere abrir editais uma maneira de se arrecadar recursos para a disputa de cargos políticos. Ou, ainda, que “as cartas estão marcadas” em benefício de apadrinhados. Felizmente, tais casos são cada vez mais raros e mais limitados aos processos municipais e estaduais, onde a fiscalização de agentes como Ministério Público, Justiça e polícias fica mais restrita. No âmbito federal, as ocorrências têm se tornado pontuais. Somando-se a isso, há leis de licitação e de responsabilidade administrativa que inibem manipulação de resultados.

As determinações da Lei Eleitoral têm duas restrições: a nomeação e a contratação de servidores entre os três meses que antecedem o pleito até a posse dos eleitos. Para a admissão de novos funcionários públicos, só podem ser chamados aqueles cujos concursos tenham sido finalizados e os resultados homologados antes de começar a contar o prazo.

No calendário de 2018, a suspensão começa em 7 de julho e se aplica às esferas de governo em que haverá eleição, ou seja, Executivo e Legislativo federais, estaduais e distritais. A lei deixa de fora qualquer seleção destinada ao preenchimento de cargos no Judiciário, Ministério Público, tribunais ou conselhos de contas, bem como em órgãos da Presidência da República.

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin), apesar de ter agendado a última fase da peneira de candidatos – a avaliação psicológica – para agosto, poderá nomear os aprovados por ser órgão da Presidência da República. O mesmo se dá com o Superior Tribunal de Justiça, que aplicou as provas objetivas e discursivas no último mês, e com o Ministério Público da União, o qual planeja divulgação de novo processo seletivo para o segundo semestre de 2018: ambos poderão realizar todas as fases e convocar os aprovados sem enfrentar qualquer empecilho legal.

Mas o caso é diferente para os aprovados nos futuros certames da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) (leia mais novidades abaixo) e da Polícia Federal, por exemplo. A não ser que todas as etapas sejam realizadas até 6 de julho – fato improvável, devido aos respectivos cronogramas anunciados –, será preciso esperar o início de 2019 para as posses dos selecionados.