Blog do Adriano Roberto


Caixa paga 4ª parcela de auxílio a beneficiários do Bolsa Família
Autor
Adriano Roberto

Caixa paga 4ª parcela de auxílio a beneficiários do Bolsa Família

A quarta parcela do auxílio emergencial começa a ser paga aos integrantes do Bolsa Família a partir de hoje (20). São 19,2 milhões de pessoas do programa de transferência de renda que são beneficiadas com o recurso destinado pelo governo federal para ajudar os mais vulneráveis a enfrentar a crise provocada pela pandemia de covid-19. As parcelas são de R$ 600 ou R$ 1.200 (mães solteiras).

A transferência dos recursos segue o calendário habitual do Bolsa Família para todos os integrantes do programa, conforme o último número do NIS (Número de Identificação Social) de cada beneficiário. Hoje, o pagamento é para beneficiários com NIS final 1. Amanhã, será a vez do NIS final 2 e assim por diante, exceto final de semana, até o NIS final 0 no dia 31 deste mês.

Balanço

Segundo o Ministério da Cidadania, os pagamentos do auxílio emergencial chegaram a 65,2 milhões de pessoas, no total de R$ 121,1 bilhões.

Além dos integrantes do Bolsa Família, são elegíveis a receber o Auxílio Emergencial 10,5 milhões de pessoas do grupo do Cadastro Único e outras 35,7 milhões do grupo de trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos, desempregados e contribuintes individuais do INSS que solicitaram o benefício via site ou aplicativo da Caixa.



Onyx Lorenzoni tem exame positivo de covid-19
Autor
Adriano Roberto

Onyx Lorenzoni tem exame positivo de covid-19

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, informou nesta segunda-feira (20) que foi infectado pelo novo coronavírus.

Em mensagem no Twitter, o ministro explicou que os primeiros sintomas começaram na última quinta-feira (16) e que na sexta passou por exames, entre eles o PCR. O resultado, segundo ele, saiu hoje e o novo coronavírus foi detectado.

“Desde sexta-feira estou seguindo o protocolo de azitromicina, ivermectina e cloroquina e já sinto os efeitos positivos. Estou bem melhor, em isolamento e sigo o trabalho em home office. Boa semana a todos nós”, disse Onyx na postagem.



Toffoli recebe alta hospitalar após acidente doméstico
Autor
Adriano Roberto

Toffoli recebe alta hospitalar após acidente doméstico

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, recebeu alta na noite desse domingo (19/7), após ser internado com um ferimento na cabeça. O magistrado sofreu uma queda dentro de casa, em São Paulo (SP).

A alta foi confirmada pela assessoria de imprensa do hospital Vila Nova Star, onde Toffoli ficou internado.

O ministro do STF fez alguns exames, incluindo um raio-X do crânio. A nota enviada pelo hospital é assinada pela cardiologista Ludhmilla Hajjar, pelo diretor clínico Paulo Hoff e pelo diretor médico Antônio Antonietto.

No fim de maio, Toffoli passou oito dias internado em Brasília (DF). Ele precisou ir ao hospital realizar um pequeno procedimento cirúrgico de urgência.

Já na unidade de saúde, teve falta de ar, um quadro indicativo de pneumonia. O ministro testou negativo para o novo coronavírus.



Por que Bolsonaro está certo sobre a pandemia
Autor
Adriano Roberto

Por que Bolsonaro está certo sobre a pandemia

Do site Brasil Sem Medo - O diretor de opinião do BSM, Bernardo Pires Küster, mostra a verdade sobre a curva do vírus e os efeitos do confinamento. Você não verá essa análise na grande mídia

1. Segundo o último boletim do Ministério da Saúde, o pico de óbitos por Covid por data de OCORRÊNCIA, e não de notificação, foi na metade de MAIO. Estamos em constante queda, principalmente a partir do final de junho. E ainda tem quem queira fechar tudo de novo!

2. Detalhe importante: o pico de contaminação deve ter sido entre o fim de abril e começo de maio, uma vez que em média os infectados morrem após 18 dias. Lembrando: o pico de contaminação é diferente do pico de notificação de contagiados, porque o último depende de testagem.

3. Se olharmos o número de óbitos por data de NOTIFICAÇÃO e não por data de ocorrência, como no gráfico anterior, o efeito visual é muito mais midiático e a coisa parece mais grave, ainda que, aparentemente, tenha atingido um platô. A escolha do gráfico é fundamental!

4. Lembrando que há uma GRANDE diferença entre o dia em que a pessoa morreu e a data em que o óbito foi confirmado pelos exames (e publicizado), que varia de 2 a 16 dias dependendo da região, conforme mostra este gráfico do Ministério da Saúde.

5. Observe bem o gráfico do Ministério da Saúde e veja a relação entre mortos por vírus chinês, comorbidades e idade. A tese de que o vírus é mais perigoso para idosos e portadores de outras doenças se demonstra cada vez mais.

6. O problema, talvez insolúvel, é determinar com precisão quantas das mortes contabilizadas foram causadas diretamente por Covid quantas o vírus foi apenas um fator agravante e em quantas a pessoa morreu COM o vírus, mas não PELO vírus. Creio que jamais teremos esta resposta.

7. O número de casos confirmados sobe na medida em que a testagem em massa aumenta, o que deixa mais precisa a taxa de mortalidade. No nosso caso a taxa de  mortalidade se REDUZ cada vez mais, estando hoje em torno de 6% (e deve diminuir) . O número de óbitos, porém, não acompanha a mesma tendência.

8. Enquanto isto, mais de 80 milhões de pessoas, segundo a própria ONU, serão MUITO afetadas e passarão fome em função da perda de renda (desemprego/redução salarial), aumento dos preços de alimentos e a chamada “interrupção das cadeias de suprimentos”. Tudo pelo confinamento.

9. Quer mais? Outro estudo, desta vez de Oxford, apontou mais uma vez o impacto inevitável de uma paralisação brusca, questionada desde o princípio por diversos gênios da epidemiologia, como Dr. John Ioannidis.

10. E quem alertou para a necessidade de termos um equilíbrio entre medidas sanitárias e manutenção da economia para preservamos mais vidas?



Governo Federal economiza R$ 14,2 bi aos cofres públicos com resultado das auditorias
Autor
Adriano Roberto

Governo Federal economiza R$ 14,2 bi aos cofres públicos com resultado das auditorias

O Governo Federal conseguiu, durante o exercício de 2019, gerar uma economia efetiva de R$ 14,2 bilhões ao erário. O resultado decorre da implementação, pelos gestores públicos, das orientações e recomendações emitidas pelo Sistema de Controle Interno (SCI), formado pela Controladoria-Geral da União (CGU) e demais Unidades de Auditoria Interna atuantes no Poder Executivo Federal.

O trabalho conjunto permitiu que fossem evitados gastos de R$ 13,38 bilhões e recuperados mais de R$ 811 milhões. Os valores incluem arrecadação de multa legal; cancelamento de licitação/contrato com objeto desnecessário, inconsistente ou inadequado tecnicamente; eliminação de desperdícios ou redução de custos administrativos; suspensão e recuperação de valores pagos indevidamente; dentre outros.

O SCI também gera benefícios que, embora não sejam passíveis de representação monetária, demonstram impacto positivo na gestão pública de forma estruturante. Ao longo de 2019, foram registradas 4.879 melhorias de repercussão estratégica e operacional, com destaque para 65 medidas de aperfeiçoamento dos processos finalísticos em unidades auditadas e que tiveram repercussão transversal.

O registro e a contabilização de benefícios financeiros e não-financeiros no SCI são regidos pela sistemática estabelecida na Instrução Normativa CGU nº 10/2020, que está em consonância com o Referencial Técnico da Atividade de Auditoria Interna Governamental do Poder Executivo Federal (IN CGU nº 3/2017).



Tribunal de Justiça abre inquérito para apurar desacato a GCMs; Sindest poe jurídico à disposição
Autor
Adriano Roberto

Tribunal de Justiça abre inquérito para apurar desacato a GCMs; Sindest poe jurídico à disposição

Em nota de esclarecimento, o Tribunal de Justiça informou neste domingo que determinou imediata instauração de procedimento de apuração dos fatos; requisitou a gravação original e ouvirá, com a máxima brevidade, os guardas civis e o magistrado. 

“O TJSP não compactua com atitudes de desrespeito às leis, regramentos administrativos ou de ofensas às pessoas. Muito pelo contrário, notadamente em momento de grave combate à pandemia instalada, segue com rigor as orientações técnicas voltadas à preservação da saúde de todos”, informa. 

O Tribunal completa enfatizando que para o retorno das atividades do Poder Judiciário paulista, a Presidência elaborou detalhado plano para o desempenho seguro dos serviços com, inclusive, material de comunicação alertando para os perigos de contaminação do coronavírus (Covid-19) e a necessidade de uso de máscara em toda e qualquer situação, conforme Resolução 322/20 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Decreto Estadual nº 64.959/20, Provimento do Conselho Superior da Magistratura (CSM) nº 2564/20, Comunicado Conjunto nº 581/20 e Comunicado da Presidência nº 99/20.

Sindest coloca jurídico à disposição

O sindicato dos servidores estatutários de Santos (Sindest) colocou seu jurídico à disposição dos guardas municipais ofendidos pelo desembargador Eduardo Siqueira.

“Desacato a servidor no exercício da função é crime previsto em lei e esse elemento deve saber disso”, diz, “muito indignado”, o presidente da entidade, Fábio Marcelo Pimentel.

Segundo ele, o Sindest não adotará medidas judiciais contra o desembargador porque o TJSP (tribunal de justiça de São Paulo) já abriu inquérito para apurar os fatos.

Fábio adianta, porém, que se os guardas quiserem processá-lo com ação indenizatória, por danos morais e outros crimes, o sindicato desde já coloca seus advogados à disposição.

O jurídico da entidade acompanhará os guardas nos depoimentos durante o inquérito do TJSP. O problema ocorreu neste sábado (18), na praia, onde o desembargador caminhava sem máscara.

Abordado pelos guardas, Eduardo Siqueira, arrogante e irônico, chamou um deles de analfabeto, rasgou a multa e jogou-a no chão, sempre desdenhando da autoridade.

O caso ganhou repercussão nacional, nas redes sociais e na imprensa. O uso de máscara protetora contra o coronavírus é obrigatório por decreto estadual e normas municipais.

“O sindicato repudia a atitude desse indivíduo nefasto, emocionalmente desestruturado, que se julga melhor que os outros e age com sensação de impunidade”, finaliza Fábio.

Guarujá e Praia Grande

Os presidentes dos sindicatos dos servidores municipais de Guarujá e Praia Grande, Zoel Garcia Siqueira e Adriano Roberto Lopes da Silva ‘Pixoxó’, solidarizaram-se com os guardas e o Sindest.

“Agora é hora do poder judiciário mostrar que está verdadeiramente ao lado do povo e tomar uma atitude digna, pois às vezes parece que seus funcionários estão acima da lei”, diz Zoel.

Pixoxó, que é guarda municipal, espera “ver se a balança da justiça está realmente equilibrada, punindo exemplarmente esse cidadão que se acha acima da lei e da ordem”. Informações do Diário do Litoral.



Governo zera Imposto de Importação de medicamento para atrofia muscular espinhal e outros 37 produtos
Autor
Adriano Roberto

Governo zera Imposto de Importação de medicamento para atrofia muscular espinhal e outros 37 produtos

A Câmara de Comércio Exterior (Camex), órgão interministerial presidido pelo Ministério da Economia, zerou o Imposto de Importação (II) do medicamento Zolgensma. A droga é considerada o medicamento mais caro do mundo, cotado a R$ 12 milhões, e não tem fabricação no Brasil.

A Resolução nº 66/2020, que regulamenta a medida, foi publicada nesta segunda-feira (13/7) no Diário Oficial da União. A redução será efetuada por meio da inclusão de destaque tarifário ao código 3002.90.92, referente ao produto na Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM), que já consta da Lista de Exceções à Tarifa Externa Comum do Mercosul (Letec).

O Zolgensma é uma terapia gênica que deve ser ministrada até os dois anos de idade nas crianças que sofrem de atrofia muscular espinhal (AME), que provoca a paralisia das pernas e, progressivamente, dos músculos de todo o corpo. A desoneração do medicamento terá impacto positivo no tratamento das crianças portadoras da doença.

Combate à Covid-19

Na mesma reunião em que zerou o Imposto de Importação para o Zolgensma, o Comitê Executivo de Gestão (Gecex) zerou o Imposto de Importação para mais 34 itens compostos de medicamentos e seus insumos, destinados ao combate à Covid-19.

A lista inclui Ivermectina, Fondaparinux, Varfarina, Nitazoxanida, Edoxabana e Rivaroxabana. Os medicamentos, classificados em 14 códigos da NCM, estão relacionados na Resolução nº 67/2020 do Comitê Executivo de Gestão (Gecex) da Camex, também publicada nesta segunda-feira (13/7), no Diário Oficial da União.

A resolução também zera os impostos de importação de uma combinação de máquinas para fabricação automática e embalagem de máscaras descartáveis de proteção respiratória triplas com orelhas elásticas de estrutura compacta. As máquinas devem ter capacidade de produção igual ou superior a 400 peças por minuto. Também foram zeradas as tarifas sobre a importação de bolsas para coleta de sangue com solução anticoagulante.

Com a nova lista, chega a 549 o número de produtos que tiveram a tarifa de importação zerada para o combate à pandemia até 30 de setembro deste ano, em um total de nove resoluções do colegiado (Nº 17, 22, 28, 31, 32, 33, 44, 51 e 67) com esse objetivo.



FIEPE e IEL estão com inscrições abertas para curso de técnicas em vendas durante a pandemia
Autor
Adriano Roberto

FIEPE e IEL estão com inscrições abertas para curso de técnicas em vendas durante a pandemia

Com a pandemia do Covid -19, muitas empresas do ramo de vendas estão perdendo lucro com a queda na saída dos seus produtos. O problema tem se agravado e os empresários, para não fechar as portas, apostam na alternativa de vendas online.

Pensando em ampliar a oferta e a procura para este segmento, o Instituto Euvaldo Lodi – IEL e a Unidade Regional Sertão do São Francisco da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco – URSF/FIEPE abriram inscrições para o curso online ‘Como alavancar resultados com técnicas de vendas', que acontece entre os dias 18 e 21 de agosto.

Sempre às terças e sextas-feiras, das 19h às 22h, a capacitação será com o instrutor Steven Albuquerque, que irá abordar um conteúdo voltado para: aperfeiçoamento das técnicas de vendas; o que é vender; abordagem e atendimento ao cliente; particularidade de cada cliente; qualidades dos vendedores, como recepção, atendimento, desenvolvimento e fidelização do cliente; ouvir e perceber o cliente; ferramentas eficientes para vender mais e estratégias para trabalhar o pós-venda. 

De acordo com o gestor regional do Sistema FIEPE, Flávio Guimarães, “o curso apresentará o uso de novas ferramentas e de novas técnicas de vendas eficientes para o empreendedor obter bons resultados.  Além disso, os participantes dessa iniciativa atingirão o objetivo de todo empreendedor: aumentar as receitas por meio do fluxo de vendas”, explica. 

Mais informações pelo e-mail regionalsaofrancisco@sistemafiepe.org.br, pelo site ielpe.org.br/capacitação ou pelos telefones (87) 98815-9595 e (74) 99148-0440.



TCU concede por unanimidade aposentadoria de R$ 9 mil ao condenado José Dirceu
Autor
Adriano Roberto

TCU concede por unanimidade aposentadoria de R$ 9 mil ao condenado José Dirceu

O Tribunal de Contas da União, decidiu por unanimidade na quarta-feira (15/07), conceder aposentadoria ao petista José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil no primeiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva.

José Dirceu foi condenado na Operação Lava Jato por 30 anos, nove meses e 10 dias de reclusão, pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa por envolvimento no esquema de corrupção envolvendo a Petrobras.

A corte considerou o tempo de 10 anos e 10 meses que o petista teve de mandatos eletivos na Câmara dos Deputados para conceder a aposentadoria. José Dirceu ingressou na Casa em 1991 e deixou o Legislativo federal em 2007. O petista receberá um benefício mensal de R$ 9.646,57.

“Diante disso, considerando que o subsídio pago aos congressistas na vigência da aposentadoria era de R$ 33.763,00, conclui-se que o ex-deputado teria direito a proventos no total de R$ 9.646,57, conforme consta no ato concessório. Portanto, o ato pode ser apreciado pela legalidade”, diz a decisão aprovada pelo TCU. Com informações de Correio Braziliense e Estado de Minas.



Damares: Abrigos de idosos receberão auxílio emergencial de até R$ 160 milhões
Autor
Adriano Roberto

Damares: Abrigos de idosos receberão auxílio emergencial de até R$ 160 milhões

As Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) vão receber um auxílio financeiro de até R$ 160 milhões, como parte das ações de enfrentamento à pandemia do coronavírus chinês. O crédito extraordinário foi destinado por meio da Medida Provisória nº 991, publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (16). O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) é o órgão responsável pela execução dos recursos.

“Existia uma invisibilidade de nossos abrigos de idosos. Fomos atrás de todos, para fazer o cadastramento. Estamos engajados e continuaremos a priorizar os nossos idosos com esse crédito de R$ 160 milhões. Não vamos parar por aqui”, afirma a ministra Damares Alves.

De acordo com o ministério, o critério para a destinação dos recursos ainda será regulamentado e deverá levar em consideração o número de pessoas idosas atendidas em cada instituição.

“Desta forma, o ministério poderá aumentar seu escopo de atuação para apoiar um número maior de Instituições de Longa Permanência. Ninguém vai ficar para trás, vamos cuidar de todos, com atenção especial aos idosos que estão ainda mais vulneráveis durante a pandemia”, destacou a ministra ao celebrar a ampliação de oportunidades por meio da nova legislação.

A  Medida Provisória nº 991 segue o disposto na Lei nº 14.018, de junho deste ano, que também prevê ações de enfrentamento à emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do vírus chinês.

Com informações, MMFDH.



Geraldo Alckmin é indiciado pela PF por suspeita de lavagem de dinheiro, caixa dois e corrupção passiva
Autor
Adriano Roberto

Geraldo Alckmin é indiciado pela PF por suspeita de lavagem de dinheiro, caixa dois e corrupção passiva

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), foi indiciado pela Polícia Federal nesta quinta-feira (16).

Ele é suspeito de ter cometido três crimes: lavagem de dinheiro, caixa dois eleitoral e corrupção passiva.

O indiciamento ocorreu no âmbito do inquérito do Ministério Público que apurava as doações eleitorais da empreiteira Odebrecht.

O psdbista começou a ser investigado ainda em 2017, após Carlos Armando Paschoal - então diretor da empreiteira em São Paulo - afirmar que repassou R$ 2 milhões para a campanha de Alckmin ao governo de São Paulo em 2010 e R$ 8,3 milhões à sua reeleição em 2014.

O ex-tesoureiro do PSDB, Marcos Monteiro, e o advogado Sebastião Eduardo Alves de Castro também foram indiciados pela PF.



EUA X China: desertores do laboratório de Wuhan culpam a China pelo surto de Covid-19
Autor
Adriano Roberto

EUA X China: desertores do laboratório de Wuhan culpam a China pelo surto de Covid-19

O ex-assistente e estrategista-chefe da Casa Branca no governo do presidente Trump. do presidente de Trump sugeriu que o mundo ocidental está ativamente construindo um caso contra Pequim, tentando provar que o novo vírus “vazou de um laboratório de vírus Wuhan“, alegações denunciadas pela China como um monte de “teorias da conspiração“.

Funcionários do laboratório de Wuhan, que agora ocupam o centro do debate sobre as origens da pandemia de coronavírus, “desertaram” e chegaram às mãos da inteligência ocidental, disse o ex-estrategista de campanha de Donald Trump, Steve Bannon, ao Mail on Sunday.

Em uma entrevista exclusiva ao meio de comunicação britânico, Bannon afirmou que os espiões, que ele disse também ter “evidências convincentes“, estavam construindo um caso contra Pequim com base no pressuposto de que a pandemia global havia sido ostensivamente causada por um vazamento do Instituto de Virologia em Wuhan.

“Independentemente de sair do mercado ou do laboratório de Wuhan, as decisões subsequentes do Partido Comunista Chinês os tornam culpados de assassinato pré-meditado“, disse Bannon.

Ele afirmou que sabe que “certos desertores estão trabalhando com o FBI aqui para tentar unir o que aconteceu” no Instituto de Virologia Wuhan, que ele alegou ser “horrivelmente conduzido e terrivelmente mal administrado“.

O profissional de relações públicas dos EUA também alertou sobre o caso de coronavírus estar potencialmente “destruindo o Ocidente“.

“Eles [China] aproveitaram o momento para recolher todos os equipamentos de proteção individual do mundo. Esta é uma ditadura assassina. O sangue [também] está nas mãos das empresas do mundo – os bancos de investimento, os fundos de hedge e os fundos de pensão”, explicou Bannon, instando os países europeus e os EUA começarem a denunciar isso “antes que leve à destruição de o Oeste.”

As alegações sobre a fonte do vírus, que até agora levou mais de 560.000 vidas em todo o mundo, vieram enquanto os governos ocidentais se esforçam para reunir evidências para contestar as afirmações de Pequim de que a infecção se espalhou primeiro pelo mercado. O próprio Centro de Controle e Prevenção de Doenças do governo chinês admitiu recentemente que o vírus foi trazido ao mercado, em vez de ser originário de lá.

No entanto, as alegações sobre um vazamento de laboratório foram veementemente rejeitadas pelas autoridades chinesas como “teorias da conspiração“, com Pequim negando qualquer encobrimento após os primeiros casos terem sido relatados e argumentando que eram absolutamente transparentes sobre o assunto. Eles enfatizaram que haviam relatado, sem hesitação, os primeiros surtos de COVID-19 assim que as informações fornecidas pela província de Hubei, onde surgiram pela primeira vez, foram verificadas.

https://banned.video/watch?id=5f04bcce672706002f43fed9

125 casos e nenhuma morte? No entanto, a UE está investindo US$ 500 milhões no Camboja e criando um banco de dados para aqueles que recebem US$ 20 cada. E a China está competindo com o financiamento de universidades e infraestrutura da sua rota comercial [mundial].

Informações: Infowars