Blog do Adriano Roberto


O DNA coronelista e camaleão do Fernandão
Autor
Adriano Roberto

O DNA coronelista e camaleão do Fernandão

O atual senador Fernando Bezerra Coelho seguiu uma carreira política bem interessante em suas movimentações. Herdeiro do clã dos Coelhos que dá nomes a quase todas as principais edificações na cidade de Petrolina, Fernando já deu início a vida pública rompendo com a corrente política da família que, com a redemocratização, passou a integrar o antigo PFL. Flertou com a esquerda ao se aproximar do socialista Miguel Arraes, que em 1986 se elegeu governador de Pernambuco.

Nesta carona arraesista foi prefeito de Petrolina três vezes, passando pelo PMDB, PPS e pelo atual PSB. Fernando Bezerra foi um dos principais aliados do governador Eduardo Campos, neto de Arraes, responsável por sua indicação e eleição para o atual cargo de senador. 

Família.

Outros descendentes do Coronel Quelê passaram também por prefeituras, Assembleias e Câmara dos Deputados. O atual senador conseguiu eleger o filho, Fernando Coelho Filho, deputado federal e outro, Miguel Coelho para Prefeitura de Petrolina. FBC também foi acusado de burlar decreto antinepotismo na administração pública ao manter o irmão como presidente interino da Codevasf por quase um ano em 2012.

Nos tempos em que vivemos sabe-se que não há mais espaço para esse comportamento. O senador só vai acordar pra isso quando ver que suas movimentações indicativas de quem quer tirar partidos, impor candidaturas e tomar o poder no Estado a qualquer custo vai dar em nada.

Fernando vai bater no muro da tradição de políticos sérios, como Jarbas Vasconcelos que obteve uma vitória junto ao presidente Temer hoje. Temer, que na verdade é quem comanda o partido, confessou a Jarbas não ter conhecimento dessas aticulações do senador aqui no PMDB de Pernambuco. Vem chumbo grosso por aí!

Aqui é a capital e a família Coelho, mesmo em Petrolina, na sua quase totalidade, não corrobora com essas atitudes do senador e até condena algumas posições nepostistas e coronelistas dele. Mas como toda familia tem os que herdam DNA da parte ruim do clã, os familiares só observam as pataquadas do parente.

Uma vez li uma matéria na imprensa nacional que terminava assim.

Há um ditado popular do século 19 que diz: "Quem viver em Pernambuco, não se faça de rogado, ou há de ser Cavalcanti, ou há de ser cavalgado". Mais de século depois, os versos poderiam ser reeditados, mas em referência a outra família. A Coelho, do Fernandão.



A ganância sem fim dos Ferreiras em Pernambuco
Autor
Adriano Roberto

A ganância sem fim dos Ferreiras em Pernambuco

Quem conta a história dos Ferreiras é quem conhece bem os movimentos dessa família e quem já viu o sistema de fazer política desses pseudo-evangélicos políticos que estão no roll de vários outros que se utilizam da fé das pessoas para se locupletar das benesses da política. O ex-candidato a prefeito de Jaboatão, Adelson Veras, relata um pouco da trajetória desses que querem, sorrateirmente tomar conta do Estado barganhando, no esquema do "vale tudo", os votos desses iludidos crentes. Para ilustrar ele fala da família Ferreira e a tragetória dessa família. Veja no texto abaixo do próprio Adelson.

"Eleito deputado federal no primeiro mandato, com apoio moral e partidário do ex deputado e presidente estadual do PR Inocêncio Oliveira, o atual prefeito de Jaboatao começou a esfaquear Inocêncio pelas costas. Reeleito para câmara federal, o atual prefeito só descansou quando tomou o PR de Inocêncio.

Esse ato de traição começou a ser desenhado logo que chegou em Brasília, puxando o saco da cúpula nacional do partido. O troco veio através de Sebastião Oliveira primo e herdeiro político de Inocêncio tomando de volta o PR das mãos dos Ferreiras. Raivosos, os Ferreiras continuaram a todo custo atropelar Sebastião, o que ainda não aconteceu.

Agora, os Ferreiras voltam a atacar se juntando ao senador Fernando Coelho e filhos recém saídos do PSB para tomar o PR do grupo Oliveira comandado por Sebastião. Juntos, Ferreiras e Coelhos, estão construindo um "INFERNO" no meio politico de PE para chegar ao poder a todo custo. Infeliz daquele que atravessar à porta do inferno e cair no conto dos Ferreiras e Coelhos." 



Lula pede pra acabar com a bobagem de que não vai ser candidato
Autor
Adriano Roberto

Lula pede pra acabar com a bobagem de que não vai ser candidato

A caravana Lula Pelo Brasil desembarca no estado do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (6), tendo como primeiro destino a cidade de Campos dos Goytacazes.

O ex-presidente vai visitar o Polo Avançado do Instituto Federal Fluminense, fruto dos programas de interiorização e expansão dos campi universitários e institutos federais. Depois, ele segue para Maricá, quando participa de um ato na praça da Igreja da Matriz.

Ontem, durante sua passagem por Vitória (ES), ele tentou minimizar a ameaça de ser barrado pela Justiça e não concorrer à Presidência, nas eleições do próximo ano.

"Não fiquem com essa bobagem de que o Lula não vai ser candidato. Vou ser candidato e vou ganhar as eleições", disse o petista.

O juiz federal João Pedro Gebran Neto, relator da Lava Jato na segunda instância, concluiu nesta sexta-feira (1º) seu voto no julgamento que pode tornar o ex-presidente inelegível. O processo foi encaminhado para o revisor, o juiz Leandro Paulsen.

Depois que Paulsen preparar o seu voto, o processo segue para o terceiro membro da corte, o juiz Victor Laus. Então, só quando Laus tiver finalizado seu voto, o julgamento será marcado.

Lula foi condenado pelo juiz Sergio Moro em julho deste ano a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex no Guarujá (SP). O petista não foi preso - só poderá cumprir pena caso o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) ratifique a decisão. As informações são da Folhapress.

Lula, no entanto, ignorou o trâmite do processo no TRF-4 e chegou a apontar os rumos de um eventual terceiro mandato. "Em 2002, eu precisei dizer que era 'Lulinha paz e amor' para ganhar a eleição. Escrevi uma Carta ao Povo Brasileiro para ganhar a eleição. Quero dizer que continuo 'Lulinha paz e amor'. Quero voltar sendo 'Lulinha paz e amor'", afirmou.



IF Sertão Pernambucano retifica Processo Seletivo com 19 vagas
Autor
Adriano Roberto

IF Sertão Pernambucano retifica Processo Seletivo com 19 vagas

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão Pernambucano) divulgou nova retificação do Processo Seletivo que contratará temporariamente 19 novos Professores Substitutos por períodos que variam de cinco meses a um ano.

Houve alteração nos requisitos nas áreas de Filosofia, Química, Viticultura e Enologia e Sociologia, que também teve seus conteúdo programático modificado. Em nosso site você tem acesso aos editais e demais documentos desta seleção, que terá prazo de validade de 12 meses.

Este Processo Seletivo dispõe de vagas nas áreas de Sociologia (1), Engenharia Civil (1), Informática (2), Espanhol (1), Física (2), Pedagogia (1), Química (2), Tecnologia em Alimentos (1), Filosofia (1), Desenho Técnico, Construções Rurais e Topografia (1), Viticultura e Enologia (1), Inglês (2), Libras (1) e Língua Portuguesa (1), respectivamente.

Ao atuar em jornada de 40 horas semanais, nos Campi de Floresta, Ouricuri, Petrolina, Salgueiro, Santa Maria da Bosta Vista e Serra Talhada, os Docentes selecionados receberão remunerações que variam de R$ 3.121,76 a R$ 3.552,08, de acordo com o grau de titulação.

Os interessados poderão garantir participação até o dia 11 de dezembro de 2017, exclusivamente via internet, por meio do site www.concurso.ifsertao-pe.edu.br. A taxa de participação, que deve ser paga por meio do Guia de Recolhimento da União (GRU), é de R$ 60,00.

A avaliação dos concorrentes constará das etapas de Prova de Desempenho Didático, de caráter eliminatório e classificatório, e também Avaliação de Títulos, de caráter apenas classificatório. Estas etapas estão previstas para serem realizadas de 19 a 20 e de 21 e 22 de dezembro de 2017.

O presente Processo Seletivo terá prazo de validade de 12 meses, podendo ser prorrogado. Informações do PCI Concursos.



Joaquim pode ter Marina como vice e decide candidatura em janeiro
Autor
Adriano Roberto

Joaquim pode ter Marina como vice e decide candidatura em janeiro

Joaquim Barbosa ficou de bater o martelo sobre sua candidatura à presidência da República em janeiro, quando voltar de uma viagem ao exterior. Como se sabe, porém, as conversas com o PSB estão mais quentes do que nunca. Numa delas, recente, o ex-ministro disse ao interlocutor que ainda não tem convicção se deseja abrir mão das delícias do “ostracismo”.

“Hoje, saio na rua, tomo meu chope, faço o que bem entendo, sem ser incomodado. Quando alguém me para, é para pedir que eu me candidate”. Joaquim falou também sobre sua admiração por Marina Silva, que no sábado declarou-se na briga pelo Palácio do Planalto.

Também não é novidade, entretanto, que ele não planeja ser vice de ninguém. Se for para entrar na guerra será na cabeça de chapa. Mas e se Marina topasse ser a vice, provocou o interlocutor. O ex-ministro arrematou: “Isso seria ótimo”.



Aliança-PE abre concurso com 215 vagas e salários até 8 mil
Autor
Adriano Roberto

Aliança-PE abre concurso com 215 vagas e salários até 8 mil

A Prefeitura de Aliança, Pernambuco, informa que já estão abertas as inscrições do concurso para 215 vagas no quadro geral do executivo. O edital 01/2017 oferece oportunidades para candidatos de todos os níveis de escolaridade, com salários iniciais entre R$ 937,00 e R$ 8.000,00.

Prefeitura de Aliança-PE tem inscrições abertas em concurso com 215 vagasAs inscrições seguem até o dia 1º de janeiro de 2018, por meio da Consulpam - www.consulpam.com.br. As taxas de participação variam entre R$ 28,66 e R$ 47,33, com isenção prevista para candidatos doadores de sangue ou que estiverem inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadúnico).

Para candidatos alfabetizados e de escolaridade fundamental, há vagas para Auxiliar de Serviços Gerais, Carpinteiro, Coveiro, Cozinheiro, Eletricista, Encanador, Gari, Mecânico, Merendeira, Motorista, Operador de Maquinas, Pedreiro e Pintor. Os salários iniciais variam entre R$ 937,00 e R$ 1.200,00.

De nível médio e técnico, as vagas estão nos cargos de Agente Comunitário de Saúde, Agente de Combate às Endemias, Atendente de Consultório Dentário, Auxiliar Administrativo, Fiscal de Obras, Recepcionista, Técnico de Enfermagem, Técnico em Farmácia, Técnico em Laboratório e Técnico Agrícola. As remunerações variam entre R$ 937,00 e R$ 1.014,00.

Candidatos de nível superior podem se inscrever para Assistente Social, Bioquímico, Educador Físico, Enfermeiro Plantonista, Enfermeiro, Engenheiro Agrônomo, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico Clínico Geral Plantonista, Médico Pediatra, Médico Psiquiatra, Nutricionista, Odontólogo, Professor de Letras/Libras, Professor de Educação Física, Professor de Português, Pedagogo e Psicólogo. Os salários iniciais variam entre R$ 1.500,00 e R$ 8.000,00.

A aplicação das provas objetivas está prevista para 25 de fevereiro. Serão aplicadas questões de Língua Portuguesa, Conhecimentos Matemáticos, Noções de Informática, Noções de Direito Administrativo e Atualidades. O resultado da etapa está previsto para 21 de março.

Os cargos de nível superior têm ainda etapa de títulos, com entrega de documentação no mesmo dia da prova objetiva. O resultado da etapa sai em 7 de abril.

O resultado final do concurso sai em 24 de abril e validade do certame será de dois anos, prazo que pode ser prorrogado uma vez pelo mesmo período, conforme informa o edital.



Autor
Adriano Roberto

"Eles vão ter que me engolir", diz Lula em ato em Vitória

Dois dias após a divulgação de pesquisa Datafolha que o aponta na liderança da corrida presidencial em 2018, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chamou de bobagem a suposição de que pode não ser candidato na disputa.

"Como disse Zagallo, eles vão ter que me engolir", disse, em referência a uma frase que ficou famosa na boca do ex-técnico da seleção Mário Jorge Lobo Zagallo.

Durante ato no centro de Vitória (ES), na noite desta segunda-feira (4), o petista afirmou: "Não fiquem com essa bobagem de que o Lula não será candidato, não. Vou ser candidato e vou ganhar as eleições".

Um drone foi usado para detectar a ocorrência de manifestação antes que a comitiva chegasse ao ato.

Pouco antes de o petista assumir o microfone no ato, o presidente da CUT, Vagner Freitas, citou a pesquisa Datafolha para dizer que há uma tentativa de impedir a candidatura do ex-presidente. "Eleição sem Lula é golpe", discursou.

Ao pé do palco, o coordenador das Caravanas de Lula e vice-presidente do PT, Marcio Macedo, disse que os números da pesquisa, somado às consultas encomendadas pelo partido, consolidam a candidatura do ex-presidente, algo irrevogável, segundo ele.

Em seu primeiro discurso após a divulgação da pesquisa, o ex-presidente também lembrou ter lançado, durante a disputa presidencial de 2002, uma carta aos brasileiros em uma tentativa de tranquilizar o mercado quanto a riscos de sobressalto na economia. E acrescentou: "Quero voltar a ser Lulinha paz e amor".

Mais uma vez, Lula disse não depender do apoio do mercado, afirmando também que os empresários e banqueiros foram beneficiados em seu governo.

"O mercado vai precisar muito mais de mim do que eu deles", disse.

Em seu discurso, Lula ironizou o desempenho do presidente Michel Temer nas pesquisas de opinião. Afirmou que o peemedebista terminará seu mandato, que disse ter conquistado via golpe, "devendo ao Datafolha e ao Ibope".

Temer, de acordo com o Datafolha, é rejeitado por 71%, uma variação de dois pontos para baixo do registrado em setembro, dentro da margem de erro.

Sem citar o nome do prefeito de São Paulo,João Doria, Lula afirmou que o Brasil não está precisando de um gestor, "como se fosse uma oficina mecânica", mas de alguém que entenda do país. Também afirmou que não tem vergonha de ser político, nem de seu partido.

CARAVANA

O discurso de Lula marcou a abertura de sua caravana pelos Estados do Espírito Santo e do Rio de Janeiro. De Vitória, Lula seguirá até Campos, Maricá, Nova Iguaçu e Rio, passando por Cariacica.

Manifestantes chegaram a levar um trio elétrico ao aeroporto onde Lula era esperando por apoiadores. Mas, em menor número, se retiraram logo depois. Com informações da Folhapress



Instituto Federal de Pernambuco abre 19 vagas temporárias
Autor
Adriano Roberto

Instituto Federal de Pernambuco abre 19 vagas temporárias

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão Pernambucano) está com inscrições abertas do Processo Seletivo que contratará temporariamente 19 novos Professores Substitutos por períodos que variam de cinco meses a um ano.

Há vagas disponíveis nas áreas de Sociologia (1), Engenharia Civil (1), Informática (2), Espanhol (1), Física (2), Pedagogia (1), Química (2), Tecnologia em Alimentos (1), Filosofia (1), Desenho Técnico, Construções Rurais e Topografia (1), Viticultura e Enologia (1), Inglês (2), Libras (1) e Língua Portuguesa (1), distribuídas entre os Campi de Floresta, Ouricuri, Petrolina, Salgueiro, Santa Maria da Bosta Vista e Serra Talhada.

Ao atuar em jornada de trabalho de 40 horas semanais, os Docentes selecionados receberão remunerações que variam de R$ 3.121,76 a R$ 3.552,08, de acordo com o grau de titulação apresentado por eles, conforme determina o edital de abertura já disponível para consulta em nosso site.

Os interessados poderão garantir participação até o dia 11 de dezembro de 2017, exclusivamente via internet, pelo site www.concurso.ifsertao-pe.edu.br. A taxa de participação, que deve ser paga por meio do Guia de Recolhimento da União (GRU), é cobrada no valor único de R$ 60,00.

A avaliação dos concorrentes constará das etapas de Prova de Desempenho Didático, de caráter eliminatório e classificatório, e também Avaliação de Títulos, de caráter apenas classificatório. Estas etapas estão previstas para serem realizadas de 19 a 20 e de 21 e 22 de dezembro de 2017.

O presente Processo Seletivo terá prazo de validade de 12 meses, podendo ser prorrogado.



Caciques poderosos podem ser varridos nas eleições de 2018
Autor
Adriano Roberto

Caciques poderosos podem ser varridos nas eleições de 2018

Por Marcus André Melo - Folha de SP

Surpreendentemente, as eleições para a Câmara dos Deputados no Brasil (2014) e na França (2012) têm algo em comum: a taxa de renovação parlamentar foi a mesma, 43%. Mas, nas eleições legislativas francesas ocorridas logo após a vitória de Macron, a taxa alcançou o impressionante escore de 78% –o mesmo das eleições fundadoras da 5ª República Francesa, que levou De Gaulle ao poder, em 1958. E, no Brasil, o que esperar em 2018?

Em nosso país, a taxa de renovação parlamentar foi de 61,8% em 1990. A taxa declina nas eleições seguintes: 54,3% (1994), 43,9% (1998), 44,8% (2002), 48% (2006), 46,4% (2010) e 43,7 (2014). A tendência é no sentido de estabilização do eleitorado e refletiu a transição de regime. A alternância de poder em 2002 e o mensalão contribuíram para o resultado discrepante de 2006, quando a renovação subiu.

A taxa de renovação no mundo varia amplamente e é muito baixa em algumas democracias estabelecidas, como os EUA (15%) ou a Alemanha (22%). Nas velhas democracias, do período do pós-guerra até 2012, a taxa média oscila em torno de 35%, dependendo da métrica utilizada.

A taxa média brasileira é elevada porque no Brasil adota-se a representação proporcional com distritos eleitorais grandes, os mandatos são longos, sem eleições intermediárias e há opções de carreira alternativas no plano subnacional, entre outros fatores. Mas esses fatores valem para tempos normais: o determinante básico é se o eleitorado foi submetido a um choque profundo que abale as suas preferências.

As eleições de 2018 no país serão o confronto de duas forcas que operam em direções contrárias: uma inédita demanda por renovação parlamentar e uma também incomum oferta reduzida de candidaturas viáveis. Nunca desde a redemocratização as pressões por renovação parlamentar foram tão elevadas.

Devido ao impacto da Lava Jato, seria natural esperar enorme demanda por renovação. Há mudanças recentes que potencialmente facilitarão a renovação, como a proibição das doações empresariais, a liberação das pré-campanhas e o encurtamento do período de campanha. Outros fatores também influenciarão, como o provável fraco efeito de "coattail" esperado (influência da eleição presidencial sobre a parlamentar).

Por outro lado, a criação do fundo de campanha valor assombroso de R$ 1,7 bilhão, a manutenção das regras de acesso ao tempo de TV e a cláusula de barreira recém aprovada criam um viés pró-incumbente como não se via desde a República Velha.

Mas que não se subestime a magnitude do choque ocorrido na cultura política: muitos caciques parlamentares poderosos poderão ser varridos da cena política nas eleições.



Dezembro começa com 3.200 vagas em concursos já abertos
Autor
Adriano Roberto

Dezembro começa com 3.200 vagas em concursos já abertos

Do Ache Concursos - Na primeira segunda-feira do mês de dezembro, pelo menos 20 concursos e seleções abrem inscrições pelo país. A oferta é de 3.183 vagas em funções de todos os níveis de escolaridade nos estados de Minas Gerais, Bahia, Paraíba, Mato Grosso, Goiás, Ceará, Pará, Espírito Santo, São Paulo e Pernambuco. Os salários chegam a R$ 8.800,00 na Prefeitura de Várzea Grande, Mato Grosso.

Os destaques ficam por conta da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), da Câmara Municipal de Salvador-BA, e das Prefeituras de João Pessoa-PB, Várzea Grande-MT e Frecheirinha-CE, que somam 2.816 vagas.

Cemig

São 47 vagas, mais formação de cadastro reserva, em cargos de nível médio. As funções de Eletricista de Linhas e Redes Aéreas, Eletricista de Linhas de Transmissão, Eletricista de Redes Subterrâneas de Distribuição, Eletricista de Montagem Elétrica de Linhas, Mantenedor Eletroeletrônico da Geração e Mantenedor Mecânico da Geração têm salários iniciais de R$ 1.900,00.

As inscrições acontecem pela Fumarc - www.fumarc.com.br - até 11 de janeiro, com taxas fixadas em R$ 38,00. A prova objetiva está prevista para 25 de fevereiro, com aplicação as cidades de Belo Horizonte, Divinópolis, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia e Varginha e questões de Conhecimentos Específicos, Interpretação de Texto/Português Instrumental e Raciocínio Lógico - saiba mais.

Câmara de Salvador-BA

Com exigência de escolaridade média ou superior, são oferecidas 60 vagas para Assistente Legislativo Municipal, Auxiliar em Saúde Bucal, Analista de Controle Funcional, Administração de Pessoal e Gestão de Pessoas, Analista de Desenvolvimento de Pessoas, Analista em Patrimônio e Materiais, Analista de Licitação, Contratos e Convênios, Analista Administrativo, Analista Financeiro, Analista Legislativo, Analista de Tramitação, Analista em Taquigrafia e Revisão, Analista de Controladoria, Analista do Gabinete da Presidência, Analista da Mesa Diretora/Ouvidoria, Analista de Secretaria de Cerimonial, Analista em Tecnologia da Informação, Advogado Legislativo, Arquiteto, Engenheiro Civil, Assistente Social e Odontólogo. Os salários iniciais variam entre R$ 4.575,44 e R$ 5.751,35.

As inscrições vão até 10 de janeiro de 2018 pelo site da FGV - www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/cms2017 - com taxas de R$ 55,00 e R$ 95,00. As provas objetivas estão previstas para 25 de fevereiro, com 70 questões de Língua Portuguesa, Legislação Específica e Conhecimentos Específicos. Haverá ainda prova discursiva para os cargos de nível superior e prova prática para Analista em Taquigrafia e Revisão. Saiba mais.

Prefeitura de João Pessoa-PB

São 20 vagas de níveis médio e superior para Técnico Municipal de Controle Interno na área de Auditoria, Fiscalização, Ouvidoria e Transparência e Auditor Municipal de Controle Interno nas áreas de Auditoria, Fiscalização, Ouvidoria e Transparência nas especialidades Geral, Infraestrutura e Desenvolvimento de Sistemas.

Pelo Cespe/Cebraspe - www.cespe.unb.br/concursos/pref_jp_17_cgm - as inscrições vão até 18 de dezembro, com taxas de R$ 68,00 e R$ 105,00. Os candidatos serão avaliados em etapas objetiva e discursiva, com questões de Conhecimentos Básicos e Conhecimentos Específicos, com aplicação prevista para 28 de janeiro. Saiba mais.

Prefeitura de Várzea Grande-MT

Três editais somam 2.678 vagas em funções de todos os níveis de escolaridade, com remunerações iniciais variando entre R$ 985,00 e R$ 8.800,00. Serão selecionados profissionais para funções como Professor de Educação Infantil e Ensino Fundamental, Técnico de Desenvolvimento Infantil, Técnico de Desenvolvimento Educacional Especializado, Agente Administrativo, Técnico de Manutenção e Segurança da Infraestrutura Escolar, Técnico em Nutrição Escolar, Técnico de Manutenção da Infraestrutura e Higienização Escolar, Transporte Escolar, Administrador, Advogado, Analista de Rede, Analista de Sistemas, Arquiteto, Assistente Social, Contador, Economista, Engenheiro (Agrônomo, Ambiental, Civil, Segurança no Trabalho, Eletricista, Florestal, Sanitarista), Geógrafo, Geólogo, Gestor Municipal, Jornalista, Nutricionista, Programador Web, Psicólogo, Psicopedagogo, Secretário Executivo, Técnico de Nível Superior, Turismólogo, Agente Administrativo, Agente de Serviços Gerais, Fotógrafo, Mecânico de Veículos Leves e Pesados, Motorista, Operador de Máquina Rodoviária, Operador de Sistemas, Agente de Segurança e Manutenção, Técnico Agrícola, Técnico em Agropecuária, Técnico em Corte e Costura, Técnico em Edificações, Técnico em Estradas, Técnico em Meio Ambiente, Técnico em Padaria, Topógrafo, Biólogo, Biomédico, Enfermeiro, Médico, Técnico em Segurança do Trabalho, Gesseiro, Maqueiro e Procurador Municipal.

A abertura das inscrições do primeiro edital acontece em 4 de dezembro, com prazo até 4 de janeiro; já o prazo para os outros editais fica aberto entre 11 de dezembro e 18 de janeiro. As inscrições acontecem no site da UFMT - www.ufmt.br/concursos - com taxas de R$ 50,00, R$ 60,00 ou R$ 90,00. As provas objetivas do edital 01/2017 acontecerão em 4 de feveiro; já os outros editais aplicam provas em 25 de fevereiro. Estão previstas ainda prova de redação e avaliação de títulos para professores e prova discursiva para Procurador. Saiba mais.

Prefeitura de Frecheirinha-CE

São 11 vagas, mais formação de cadastro reserva, na função de Guarda Municipal. A função exige escolaridade média e carteira de habilitação AB, tendo remuneração de R$ 1.200,00.

As inscrições vão até 18 de dezembro, pelo site universidadepatativa.com.br, com taxa de R$ 80,00. A aplicação das provas objetivas está prevista para 7 de janeiro, com questões de Língua Portuguesa, Matemática Básica, Ética e Conhecimentos Específicos. Veja o edital.

Outros

A segunda-feira também tem a abertura de inscrições do processo seletivo da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos do Estado do Pará (Sejudh), que tem sete vagas; processo seletivo da Prefeitura Municipal de Bom Jesus do Norte-ES, que tem 17 vagas; dprocesso seletivo da Prefeitura de Várzea Paulista-SP, com seis vagas; processo seletivo da Prefeitura Municipal de Apiacá-ES, com vagas em cadastro reserva; processo seletivo da Prefeitura Municipal de Nova Bandeirantes-MT, com 12 vagas; processo seletivo da Prefeitura Municipal de Marataízes-ES, com 90 vagas; processo seletivo da Universidade Federal de Pernambuco (Ufpe), com 69 vagas para Professor Substituto; e processo seletivo da Prefeitura Municipal de Colíder-MT, com 168 vagas.



Lula inicia caravana pelo Rio e Espírito Santo nesta segunda
Autor
Adriano Roberto

Lula inicia caravana pelo Rio e Espírito Santo nesta segunda

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva começa nesta segunda-feira (4) uma viagem por cidades do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, na terceira caravana do petista neste ano. Diferentemente do que ocorreu no Nordeste, em agosto, e em Minas, em outubro, o ex-presidente não será recepcionado por governadores e deve enfrentar oposição mais forte.

As informações são do jornal Folha de S. Paulo. De acordo com a última pesquisa Datafolha, Lula tem vantagem de apenas seis pontos percentuais sobre o pré-candidato Jair Bolsonaro (PSC-RJ) na região. Em escala nacional, a diferença entre os concorrentes chega a 18 pontos. O PT está desgastado no Rio, domicílio eleitoral de Bolsonaro. O partido deve lançar o ex-ministro Celso Amorin ao governo do Estado em 2018.

Já no Espírito Santo, a sigla não deve ter representante na próxima eleição para governador. O líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ), vê a caravana como preparação para a chegada ao Sul do país. "Na primeira etapa, fomos a lugares lulistas. Agora, vamos a um terreno de maior disputa. Para mim, é a etapa mais importante. E a vinda de Lula tem impacto muito grande", diz.



General volta à cena e diz que obediência ao Estado tem limite
Autor
Adriano Roberto

General volta à cena e diz que obediência ao Estado tem limite

Uma mensagem postada hoje no twitter do GENERAL VILLAS BÔAS com toda certeza deixará de cabelos em pé aqueles que temem que os militares das Forças Armadas executem alguma ação para retirar as instituições brasileiras das mãos dos políticos corruptos. 

As solicitações por intervenção militar não param de crescer e apesar da possibilidade dessa ação ser reiteradamente afastada pelo comandante do Exército, a mensagem certamente pode ser entendida como uma espécie de recado para o parlamento, que discute nos próximos dias a questão do FORO PRIVILEGIADO.

Um militar ouvido pela Revista Sociedade Militar diz que: “O recado foi bem claro, os comandantes só obedecerão até o limite em que o poder constituído age em favor da sociedade. Obediência tem limite, e até dentro da caserna todos só cumprimos aquilo que está dentro da lei, se percebemos o erro e nos calamos – também erramos – omissão também é crime. Concordo com o general, se o ESTADO estiver contra o POVO os militares se posicionarão a favor do POVO“.

O general não abre mão de deixar claro que o Exército é o mesmo de 1964, mas é normalmente bastante ponderado em suas declarações. Dessa vez deixa escapar uma declaração forte e significativa. Ao comentar a frase de Huntington sobre as virtudes dos militares, entre elas a obediência, o oficial enfatiza que o poder de exercer a violência, delegado às Forças Armadas, é pra ser usado em favor da SOCIEDADE, DA QUAL OS MILITARES SÃO SERVOS.