Blog do Adriano Roberto


Duplicação da BR 101 será retomada em Alagoas
Autor
Adriano Roberto

Duplicação da BR 101 será retomada em Alagoas

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) firmou contrato nessa terça-feira (14) para a retomada das obras de duplicação da BR-101, em Alagoas. No orçamento deste ano está garantido o montante de R$ 270 milhões para a duplicação da rodovia. O contrato firmado é no valor de R$ 419 milhões.

A duplicação da rodovia é o maior empreendimento do governo federal no estado, e os segmentos liberados eram os dois últimos que estavam paralisados. As obras foram suspensas em 2012 e os serviços remanescentes foram licitados em 2016. 

Os trechos contratados  com o Consórcio BR-101/AL vai realizar os trabalhos nos lotes 4 e 5, que fazem parte da extensão da via que ligam as cidades de Rio Largo, São Miguel dos Campos e Teotônio Vilela.

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, destacou a relevância da obra na região. “A rodovia é fundamental para  Alagoas. A duplicação vai dar mais conforto e segurança para quem transita, além de aquecer a economia, gerando emprego, fortalecendo o turismo e facilitando o transporte de cargas”, disse.  

O lote 2 da obra em Alagoas já está concluído. O trecho vai de Novo Lino, divisa com o estado de Pernambuco, até a cidade de Joaquim Gomes, totalizando 46,4 km de extensão. Apenas o segmento de 10 km que corta a área indígena Wassu Cocal aguarda liberação da Fundação Nacional do Índio (Funai) para ter sua duplicação iniciada.

O lote 3, que vai de Joaquim Gomes a Rio Largo, está em andamento. Os 45,9 km de extensão tiveram as obras intensificadas a partir de maio do ano passado. Os trabalhos garantiram um avanço físico de 60%, com toda terraplanagem, e a pavimentação já iniciada. 

Da cidade de Teotonio Vilela até a divisa com o estado de Sergipe, lotes 6 e 7, a rodovia já está com 74 km dos 78 km duplicados. Há trechos remanescentes a licitar ainda este ano. São eles: o posto da PRF, a variante de Junqueiro, o viaduto de Porto Real do Colégio e o posto fiscal. 

A licitação dos encabeçamentos da ponte sobre o Rio São Francisco também já foi autorizada, recentemente.



Sebastião e João com agenda em Brasília nesta quinta
Autor
Adriano Roberto

Sebastião e João com agenda em Brasília nesta quinta

Sebastião Oliveira, secretário estadual de Transportes, ao lado do prefeito João Batista cumprem agenda nesta quinta-feira (16), em Brasília. O primeiro compromisso é uma reunião na ANAC para tratar da certificação da pista de pouso e decolagem do aeroporto de Serra Talhada, que recentemente recebeu do Governo do Estado, R$ 6,2 milhões em investimentos. Sebastião quer dar sequencia a etapa de construção do terminal de passageiros com todos os equipamentos necessários para receber voos domésticos. 

O trabalho prossegue com uma reunião com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho. A pauta do encontro, que terá a presença do prefeito de Triunfo, João Batista, será a Adutora do Pajeú. Batista vai ao encontro do ministro com aval do Presidente da República. Temer conversou com o prefeito e prometeu botar pra frente essa reivindicação da elevação da agua, que sairá da Adutora do Pajeú para Triunfo e Santa Cruz da Baixa Verde.



Chamadas entre fixos e móveis ficarão mais baratas
Autor
Adriano Roberto

Chamadas entre fixos e móveis ficarão mais baratas

A partir do próximo dia 25 as tarifas de interconexão (remuneração do uso de rede) entre as empresas de telefonia fixa e móvel serão reduzidas. A queda dos valores de interconexão entre as ligações locais e interurbanas será  repassada para os preços cobrados dos consumidores. 

Os valores das chamadas locais de fixo-móvel terão redução de 16,49% a 19,25%. Já as ligações interurbanas terão queda entre 7,05% a 12,01%.  Elas vão continuar caindo ano a ano até 2019, conforme  decisão tomada pela Anatel em 2014.  

Desde o ano passado, a tarifa de conexão começou a ser calculada no "Modelo de Custo", que permite à Anatel verificar o custo real das empresas, por exemplo, quanto ela gasta com equipamentos e organização interna. 

Ao mesmo tempo em que a tarifa é reduzida, as empresas de telecomunicações do país devem aumentar os investimentos na ampliação das redes de dados, na qualidade de serviços e de atendimento aos consumidores. As tarifas de interconexão foram usadas para subsidiar a instalação de redes.

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (15.02).



FGTS Day - dia dos namorados de Temer
Autor
Adriano Roberto

FGTS Day - dia dos namorados de Temer

Se nos estados Unidos existe o Valentine's Day, que é o dia dos namorados por lá, aqui no Brasil o Governo criou o FGTS Day. O dia em que o presidente começou um namoro com a população brasileira, que até então só lhe dava, no máximo, 14% de aprovação em todas as pesquisas. A liberação do inativo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, vai mexer com todas as famílias dos trabalhadores no país. São mais de 10 milhões de pessoas cadastradas no FGTS que vão injetar mais de 30 bilhões de reais na economia capenga que estamos vivendo no momento. 

Essa é uma grande sacada e um afago de Temer à classe média e ao empresariado, num momento em que ele e seu governo veem a desconfiança aumentar, diante da situação de envolvimento de nomes do núcleo duro do governo, e do próprio presidente, em delações da Odrebrecht na Operação “Lava Jato”. As contas inativas do Fundo, são aquelas que o trabalhador não sacou ao pedir demissão de um emprego ou pelo fim do contrato. O dinheiro poderá ser sacado por todas as pessoas que possuiam contas que se encontravam inativas até 31 de dezembro de 2015.

Uma paquera já havia iniciado com números animadores das finanças, o ano de 2017 começou com grandes expectativas sobre a recuperação da economia e o impacto da operação Lava Jato sobre o calendário de votações no Congresso, em especial se a reforma da Previdência Social será aprovada e quando.

Entre os dias 7 e 9 de fevereiro, a Arko Advice fez uma pesquisa com 101 deputados federais de 22 partidos sobre o cenário político e econômico. Os resultados trazem boas notícias para o mercado e para o governo. Para 78% dos entrevistados, 2017 será um ano melhor para a economia do que 2016. O otimismo está relacionado com os resultados de alguns indicadores econômicos. A inflação (IPCA) ficou em 0,38% no primeiro mês de 2017. O mais baixo para janeiro desde o início da série histórica do IBGE, em dezembro de 1979. No mesmo mês de 2016, o IPCA havia atingido 1,27%.

O resultado fez com que economistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central reduzissem sua projeção para a inflação neste ano para 4,47%, abaixo do centro da meta, que é de 4,5%. A produção da indústria cresceu 2,3% em dezembro de 2016, em comparação com o mês de novembro, segundo o IBGE. Na comparação com o mesmo mês em 2015, recuou apenas 0,1%. Para especialistas, isso sinaliza que a crise no setor deve estancar em 2017.

O saque do FGTS não estabelece limite para a retirada, mas o governo afirma que a maior parte das contas tem valores de até um salário mínimo. O recurso poderá ser utilizado livremente pelo sacador. A expectativa é que com esses R$ 30 bilhões injetados na economia haja um crescimento no pagamento de dívidas e nas compras do varejo para que possa dar folego ao desgastado Governo Federal, e com 10,2 milhões de reais liberado para o bolso dos trabalhadores,  o povo reate o namoro com um presidente do Brasil.



PF realiza Operação Cosa Nostra no Agreste de PE

Do G1 Caruaru - A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira (15) a Operação “Cosa Nostra”, que tem por objetivo desarticular uma organização criminosa que se instalou em diversas prefeituras dos municípios do Agreste pernambucano. Desde às 6h, 70 policiais federais e dez membros da Controladoria Geral da União (CGU) estão cumprindo a 17 mandados de busca e apreensão nos municípios de Agrestina (3), Caruaru (6), Garanhuns (7) e São João (1). 

Os mandatos buscam arrecadar e apreender material comprobatório (documentos, planilhas, mídias de computador) para subsidiar as investigações que estão em andamento. Além da PF, paricipam da ação o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria Geral da União-CGU, e Tribunal de Contas do Estado.

As investigações da Polícia Federal iniciram em junho de 2016 e foram baseadas em relatórios da CGU, sendo motivadas por denúncias de um vereador de um dos municípios investigados. Foram constatadas, segundo a PF, diversas irregularidades envolvendo a contratação de empresas, valendo-se de favorecimento a determinado cartel compostas de sócios-laranjas, que de forma reiterada vinha se sagrando vencedoras em licitações para execução de obra públicas com verbas federais especialmente na área da saúde e da educação e infraestrutura.

De acordo com a PF, a organização criminosa contava com a participação de agentes públicos municipais para fraudar processos licitatórios com direcionamento de seus resultados. Os valores de recursos públicos destinados às empresas investigadas de modo a beneficiar políticos, parentes e empresários gira em torno de 100 milhões de reais em empenhos suspeitos envolvendo 10 prefeituras.

Serão indiciados oito pessoas suspeitas entre políticos, representantes de empresas e servidores públicos, os quais serão responsabilizados na medida de sua participação nos crimes de frustação de caráter competitivo de licitação, fraude na contratação, corrupção ativa e passiva, crime de responsabilidade, cujas penas somadas ultrapassam os 30 anos reclusão.



Cabral passa mal e é levado para atendimento em UPA
Autor
Adriano Roberto

Cabral passa mal e é levado para atendimento em UPA

UOL - O ex-governador Sergio Cabral (PMDB-RJ) precisou de atendimento médico, ontem, em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu (na zona oeste do Rio), onde ele está preso.

De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária do Rio, o ex-governador passou por um primeiro atendimento no ambulatório da Cadeia Pública Pedrolino Werling de Oliveira antes de precisar ser encaminhado à UPA Dr. Hamilton Agostinho de Castro Vieira, no próprio complexo. Conforme a Seap, Cabral foi submetido a exames antes de retornar à unidade prisional.

Ainda segundo a pasta, que, indagada sobre quais exames foram feitos, não deu detalhes sobre os procedimentos, tampouco sobre os sintomas, o preso já "passa bem". A reportagem tentou contato com a defesa do ex-governador, mas o advogado Ary Bergher não atendeu os telefonemas. O ex-governador foi acusado por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Tanto ele quanto o empresário Eike Batista --acusado pela força-tarefa da operação Lava Jato de ter pago US$ 16,5 milhões em propina ao esquema liderado por Cabral para ter benefícios em seus negócios-- estão presos no complexo penitenciário de Gericinó, em Bangu. O ex-governador do Rio já é réu em três ações penais.



Temer destaca os milhares primeiros acessos ao sistema
Autor
Adriano Roberto

Temer destaca os milhares primeiros acessos ao sistema

O presidente Michel Temer destacou o forte interesse dos trabalhadores brasileiros pela iniciativa de liberação dos recursos de contas inativas do FGTS. Ao participar de cerimônia no Palácio do Planalto, ele ressaltou que em pouco mais de dez minutos o site preparado pela Caixa sobre o tema já atraiu quase 500 mil consultas.

— Em pouco mais de dez minutos, o site já teve 480 mil entradas — afirmou Temer.

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, destacou que a autorização para o saque dos recursos das contas inativas do FGTS representa “sensibilidade” do governo em relação aos trabalhadores que estão endividados, desempregados e pagando juros elevados. Ele lembrou que a ação veio acompanhada de outras medidas como a distribuição de metade do lucro do Fundo com os cotistas e da redução gradual da multa adicional de 10% paga pelos empregadores nas demissões sem justa causa, além de redução das taxas do cartão de crédito.


— É um conjunto amplo de ações que o governo vem tomando de maneira ordenada e eficiente. Demonstra uma grande sensibilidade no momento em que trabalhador se encontra endividado e enfrenta risco de perder o emprego - destacou o ministro.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, defendeu que a liberação do saque dessas contas inativas simboliza uma política com menos peso do Estado. Sem citar nomes, Meirelles atacou políticas econômicas anteriores ao governo Temer, em especial do governo Dilma Rousseff, por serem "centralizadoras". O discurso de Meirelles, pregando o "Estado mínimo", estava na primeira fala do presidente Michel Temer no Palácio do Planalto, ainda como interino, em maio.

— O Estado começa cada vez mais a não tutelar as pessoas. Isto é, cada um tendo a possibilidade, o direito de alocar os recursos da maneira como ele, ou ela, acha melhor — disse o chefe da Fazenda, contrapondo a medida do governo, de não determinar onde os cidadãos devem aplicar os recursos sacados das contas inativas do FGTS, a governos anteriores:


— Versus uma decisão centralizada de alocação, partindo do pressuposto de que nós (Estado) sabemos mais qual é o interesse de cada um do que o próprio interessado. É uma proposta equivocada que gerou uma série de descaminhos na economia brasileira, e que vivemos hoje essa crise, que está sendo superada firmemente — atacou Meirelles em discurso no Palácio do Planalto, durante cerimônia de anúncio da liberação desses saques.

O ministro ainda disse que os recursos aplicados pelos correntistas beneficiados pela decisão do governo ajudarão a retomar o crescimento da economia.

— Se compararmos o final de 2017 com o final de 2016, teremos previsão de crescimento de 2%.





MP alerta sobre nepotismo em Calumbi e Flores em PE
Autor
Adriano Roberto

MP alerta sobre nepotismo em Calumbi e Flores em PE

Do Caderno 1 - O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou aos prefeitos de Joaquim Nabuco, Neto Barreto; de Flores, Marconi Santana; e de Calumbi, Sandra Magalhães (Sandra da Farmácia) a adoção de uma série de medidas para evitar a prática do nepotismo nos quadros funcionais dos municípios, estendendo aos demais agentes públicos que detenham a atribuição de nomear e exonerar ocupantes de cargos comissionados e funções de confiança na administração municipal direta e indireta. As recomendações aos municípios de Flores e Calumbi também são destinadas aos presidentes da Câmara de Vereadores e, do Fundo Previdenciário municipais.

De acordo com os promotores de Justiça Manuela de Oliveira Gonçalves (Joaquim Nabuco) e Diogo Gomes Vital (Flores e Calumbi), a experiência tem demonstrado que a prática de nepotismo resulta num aumento significativo de cargos comissionados e/ou funções de confiança, cujas atribuições não se caracterizam como de chefia, assessoramento ou direção, em detrimento daqueles de provimento efetivo, cujo acesso se dá mediante concurso público de provas e de títulos.

Os prefeitos deverão se abster de nomear como ocupantes de cargos comissionados ou funções de confiança os cônjuges, companheiros ou parentes até o terceiro grau da autoridade nomeante e de agentes públicos investidos nas atribuições de chefia, direção e assessoramento, e promover as exonerações de quem for encontrado nessa situação.

O MPPE também recomendou a abstenção de contratar diretamente, mediante dispensa ou inexigibilidade de licitação, pessoa jurídica cujos sócios enquadrem-se nas condições de parentesco destacadas, devendo rescindir os contratos que encaixem-se em tal situação. O mesmo é válido para a celebração, aditamento, manutenção ou prorrogação de contrato de prestação de serviço com empresa que venha a contratar empregado cônjuge, companheiro ou parente dos gestores ou autoridades nomeantes.

O MPPE recomenda ainda que não sejam contratados por tempo determinado, para atender necessidade temporária de excepcional interesse público, pessoas que se encaixem nas condições de parentesco previstas por Lei. Também deverá ser vedada a prática conhecida popularmente como nepotismo cruzado, caracterizado por ajustes entre autoridades distintas para burlar a proibição do nepotismo.

Os gestores têm um prazo de 10 dias para remeter ao MPPE a cópia dos atos de exoneração e rescisão contratual de todos aqueles que se encontrem nas situações de nepotismo, ou informar expressamente a inexistência delas.

Em Calumbi, a prefeita, segundo informações teria já nomeado o marido, sobrinho e outros parentes, o mesmo aconteceu no município de Flores, onde diversos parentes do prefeito foram nomeados para cargos de chefia.



Temer anuncia início do saque do FGTS em 10 de março
Autor
Adriano Roberto

Temer anuncia início do saque do FGTS em 10 de março

O calendário para saque dos saldos das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) deve começar no dia 10 de março, uma sexta-feira. É o que vai anunciar nesta terça, 14, o presidente Michel Temer numa cerimônia no Palácio do Planalto. Para orientar os 10,1 milhões de brasileiros que têm direito à retirada, a Caixa Econômica Federal vai abrir aos sábados, a partir do dia 18 deste mês. A ordem dos saques deve ser baseada no mês de aniversário do trabalhador e será anunciada amanhã pelo presidente Michel Temer, em evento no Palácio do Planalto, com a presença do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Pelo último desenho do calendário, quem nasceu em janeiro e fevereiro, poderá sacar os recursos a partir de 10 de março; quem nasceu em março, abril e maio, poderá sacar a partir de abril; os que fazem aniversário em junho, julho e agosto, a partir de maio; os aniversariantes de setembro, outubro e novembro, a partir de junho; e os que nasceram em dezembro, em julho.

O banco decidiu deixar apenas os aniversariantes de dezembro para receber em julho porque será possível a todos os cotistas retirar o dinheiro a partir da data estipulada no calendário até 31 de julho. Ou seja: quem nasceu em janeiro, por exemplo, poderá sacar o dinheiro de 10 de março até 31 de julho.

A Caixa vai abrir durante cinco horas a partir do próximo sábado para orientar os trabalhadores sobre como devem proceder para retirar o dinheiro das contas inativas, aquelas vinculadas a contrato de trabalho já extinto. Uma única pessoa pode ter várias contas do FGTS, uma para cada trabalho com carteira assinada, e cada conta é encerrada quando o respectivo contrato é finalizado.

Normalmente, existe saldo de contas inativas de pessoas que pediram demissão e não sacaram o dinheiro, para utilizar, por exemplo, no financiamento à casa própria. A retirada poderá ser feita apenas das contas inativas com data de desligamento do empregado até 31 de dezembro de 2015. Quem pediu demissão depois disso não poderá efetuar o saque - a não ser que tenha outros contratos encerrados em anos anteriores.

Para quem tem até R$ 3 mil em contas inativas, a Caixa vai orientar a fazer o "cartão cidadão" para retirar o dinheiro diretamente do terminal de autoatendimento. Para isso, é necessário estar cadastrado no PIS/Pasep e ter o Número da Inscrição Social (NIS). Os atendentes vão explicar onde fazer a inscrição e como retirar esse cartão. Quem recebe o Bolsa Família não precisa do cartão cidadão, pois o cartão que recebe o benefício também pode realizar operações do FGTS.

Quem tem mais de R$ 3 mil nas contas inativas precisará sacar o dinheiro na fila do atendimento. Os clientes da Caixa que possuem poupança terão o dinheiro do FGTS diretamente transferido para a caderneta - quem tem apenas conta corrente no banco terá de autorizar a transferência do dinheiro.

A Caixa divulgará um site específico no qual será possível consultar quem tem direito ao saque, qual o valor e a data de pagamento. A ideia é evitar uma corrida desnecessária às agências.

Impacto. De acordo com dados oficiais, há 18,6 milhões de contas inativas há mais de um ano, com saldo total de R$ 41 bilhões. O governo estima que os saques das contas inativas do FGTS vão injetar R$ 35 bilhões na economia. O banco Santander é mais otimista e prevê saques de um valor próximo a 100% das contas inativas. Estima também que boa parte desse dinheiro reforçará o consumo das famílias nos próximos meses, o que deve gerar um impacto positivo no crescimento da economia de até 0,4 ponto porcentual.

Para os defensores da ideia, os saques não vão causar impacto significativo no saldo do FGTS, de R$ 380 bilhões. Mas o setor da construção - beneficiado com o uso do FGTS nos financiamentos imobiliários - criticou a liberação do saldo total das contas inativas. O argumento do presidente Michel Temer foi de que 86% das contas têm saldo inferior a R$ 880 (salário mínimo de 2016). 



Cursos preparatórios pra concursos driblam a crise
Autor
Adriano Roberto

Cursos preparatórios pra concursos driblam a crise

Com o impacto das crises econômicas e políticas no mercado de trabalho, muitas pessoas estão apostando nos concursos públicos para garantir a tão sonhada estabilidade profissional.
 
O resultado disso foi o aumento na procura pelos cursinhos preparatórios.
 
De acordo com a gestora da Damásio Educacional de Cuiabá, Adriana Zaque, a instituição registrou, nos últimos meses de 2016, a alta de 27% no número de interessados.
 
“Nós fechamos 2016 com o País em uma situação difícil, de crises econômica e política. Mas por incrível que pareça, nós tivemos um crescimento em relação a 2015. Nos últimos três meses, tivemos um aumento de 27% na procura de cursos preparatórios aqui em Cuiabá”, afirmou.
 
Para Adriana, o boom de demissões no setor privado – que atingiu a marca de 12 milhões de desempregados no País, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – foi um dos principais fatores deste quadro.
 
Segundo a gestora, a possibilidade de aprovação da Reforma da Previdência também poderá influenciar no aumento das vagas disponíveis nos setores públicos.
 
“Quem é funcionário público antigo vai se aposentar antes que a Reforma seja aprovada, para não perder os benefícios. Nessa corrida, vai haver um déficit que vai gerar abertura de concursos”, disse.
 
Um levantamento da Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos (Anpac) mostrou que, em 2017, a previsão é de que sejam abertas pelo menos 85 mil vagas em concursos federais.
 
A estimativa é de que as vagas para o Tribunal Regional do Trabalho (TRT), para a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e para a Câmara dos Deputados sejam as mais concorridas.

“Os cargos mais almejados são os com os maiores salários: juiz, promotor, procurador e juiz do trabalho. Esses cargos acabam sendo mais disputados”, explicou.
 
“Em Mato Grosso, nós temos vagas para delegado da Polícia Civil e o Governo também já anunciou que vai haver oferta para a Polícia Militar. Há ainda previsão para outros setores”, completou.
 
“Concurseiros de primeira viagem”
 
A maioria das pessoas que almejam um cargo público dedica horas a fio em frente aos livros e apostilas específicas, dependendo da carreira que visam.
 
Segundo Adriana, o “concurseiro” que se destaca é aquele que destina pelo menos 8 horas por dia para o estudo.
 
“O aluno que tem noção do tempo que ele vai disponibilizar para alcançar aquele cargo - e que tem 100% de foco e dedicação na preparação - é sempre quem obtém resultados positivos nessas provas. Estudar para concurso é uma profissão”, analisou.
 
No entanto, com a saída dos profissionais da iniciativa privada - e que agora também disputam essas vagas nos cargos públicos -, criou-se um contingente de “marinheiros de primeira viagem”.
 
Quem estuda há algum tempo, geralmente, desponta e leva vantagem sobre essas pessoas que estão começando a preparação agora.
 
Por conta disso, muitos concurseiros recorrem aos cursinhos preparatórios.
 
O investimento mínimo, segundo Adriana, vai depender da vaga pretendida, uma vez que os cursos preparatórios atendem especificamente aos editais oferecidos.
 
“O gasto mínimo em um dos nossos cursos preparatórios é de R$ 100 por mês. Mas têm cursos que custam até R$ 500 a mensalidade. O investimento total pode ir de R$ 800 até R$ 5 mil, depende da duração do curso”, explicou.
 
A boa notícia é que esse aumento na oferta de vagas em cargos públicos deve se estender até 2018.
 
Com a estimativa dos especialistas de que a economia retome o fôlego, é possível que o Governo abra portas para novos servidores.
 
Para a gestora, quem começar a se preparar a partir de agora terá mais chances de obter êxito.
 
“Muitas vezes essas pessoas sofrem com a pressão, porque elas não trabalham para se dedicar aos estudos. É preciso dizer que, sem esse esforço, infelizmente será difícil passar em uma prova dessas. Mas quem decide buscar esse caminho e obtém um resultado positivo em um concurso, nunca fica insatisfeito”.



CFO 2017 da Polícia Militar da Paraíba divulga resultado
Autor
Adriano Roberto

CFO 2017 da Polícia Militar da Paraíba divulga resultado

Do G1 Paraiba - Foi publicado nesta segunda-feira (13) o edital de convocação dos candidatos aprovados na fase intelectual do Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar da Paraíba. O edital convoca 100 homens e 20 mulheres aprovados para realizarem o exame psicológico. Veja a lista completa com os nomes dos convocados.

De acordo com o edital, publicado no Diário Oficial do Estado do dia 12 de maio de 2016, estão sendo oferecidas 30 vagas, sendo 25 para candidatos do sexo masculino e cinco para candidatas do sexo feminino. 

O exame psicológico vai acontecer no dia 5 de março, a partir das 9h, no Centro de Educação da Polícia Militar, em Mangabeira, João Pessoa. Os candidatos devem levar caneta esferográfica azul ou preta, lápis preto nº 2 e borracha. O edital orienta que os candidatos comparem com 30 minutos de antecedência levando documento de identidade original. O local do exame vai ser fechado às 9h e o acesso será impedido. 

A fase intelectual do concurso utilizou as notas do Enem 2016, já os exames complementares, que compreendem as demais etapas do concurso, vão conter exames psicológicos, de saúde e de aptidão física - realizados apenas com os candidatos habilitados no exame intelectual.

O ingresso no Curso de Formação de Oficiais se dá na graduação de praça especial, como cadete. Ao término do curso, com aproveitamento, o concluinte é declarado aspirante a oficial PM. Após estágio probatório, de no mínimo seis meses, o aspirante é promovido ao posto de 2º tenente, ingressando no Quadro de Oficiais Combatentes da PMPB.