Blog do Adriano Roberto


Câmara articula distritão para manter mandatos
Autor
Adriano Roberto

Câmara articula distritão para manter mandatos

Estadão - Deputados do PMDB, PSDB e de ao menos oito partidos do Centrão firmaram acordo para incluir na reforma política o “distritão”. Pelo sistema são eleitos para o Legislativo apenas os mais bem votados em cada Estado. A medida é apontada pelos parlamentares como uma forma de assegurar a própria reeleição e, consequentemente, manter o foro privilegiado em meio ao descrédito com a classe política causado por escândalos de corrupção como os revelados pela Lava Jato.

Hoje um candidato mais votado não garante necessariamente uma cadeira na Câmara. O atual sistema é chamado de proporcional. Ele soma o número de votos de todos os candidatos e na legenda e a partir daí define a quantos assentos o partido terá direito. Os mais votados dentro da sigla são eleitos.

Por isso, ocorre o fenômeno dos puxadores de votos, como Tiririca (PR-SP), que podem ajudar a eleger parlamentares com baixa votação. Sem considerar esse modelo, a ideia é apresentar a emenda do “distritão” durante as discussões, em plenário, do texto do relator, deputado Vicente Cândido (PT-SP), a ser analisado a partir de agosto.

Esse modelo pode dificultar a renovação da Câmara e favorecer a permanência dos deputados no poder, uma vez que eles têm recall (são conhecidos por maior parcela do eleitorado pela participação em eleições passadas), visibilidade midiática e máquina administrativa, como acesso a emendas que garantem verbas para obras em redutos eleitorais.

 


Leal a Temer Maia não descarta Presidência
Autor
Adriano Roberto

Leal a Temer Maia não descarta Presidência

Em entrevista na noite dessa segunda-feira (17), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, reafirmou lealdade a Michel Temer e negou interesse em ocupar a Presidência do Brasil, pelo menos agora. "A longo prazo, é obvio que chegar onde cheguei já me coloca, daqui a duas, três eleições como uma alternativa [à Presidência], mas, a curto prazo, acho que a presidência da Câmara [dos Deputados] já me dá a possibilidade de realizações que eu nunca imaginei que eu pudesse realizar", ponderou Maia.

Em entrevista ao jornalista Roberto D'ávila, na Globo News, Maia contou que todo dia é "cobrado pela mãe" por mensagem para "não conspirar" contra Temer. "Uma coisa é o presidente da Câmara, outra coisa é o deputado eleito pelo DEM que apoia o governo do presidente Michel Temer.

Esse deputado será leal sempre. Agora, o presidente da Câmara vai ser o presidente da instituição e árbitro do jogo. Então, a minha distância do governo nesse momento e a Constituição e o Regimento da Casa são aqueles escritos que eu vou respeitar nesse processo."

Ele também falou sobre a manobra política na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que garantiu a recusa da denúncia contra Michel Temer, depois que o Planalto conseguiu trocar vários membros do colegiado. "A oposição poderia ter pedido ao Supremo [Tribunal Federal] o rito do impeachment. Não pediu.

Então, o risco de ter usado o rito do regimento, que era com a possibilidade de trocar membros, disso ninguém reclamou. Então, a partir do momento em que a oposição decidiu que aquele era o rito correto, que era o melhor para a oposição naquele momento, então foi jogo político", frisou Maia.



Leia aqui a Coluna do Edmar Lyra desta terça, 18

Os Coelho de Petrolina serão o fiel da balança em 2018

O governador Paulo Câmara caminha para o fim do seu terceiro ano de governo sem um adversário definido, pois exceto Marília Arraes, que terá que se resolver com o PT pra ser candidata a governadora em 2018, nenhum nome tem se colocado publicamente como seu adversário. Por ter o governo, Paulo tem a bola nos pés pra poder equacionar da melhor maneira a sua coligação.

O primeiro passo evidentemente é cuidar do seu governo para chegar com uma situação aceitável em 2018 a ponto de se viabilizar com melhores chances a disputa. Mas o governador não poderá descuidar da articulação política e o primeiro passo será garantir a presença dos Coelho de Petrolina no seu palanque.

A entrega da secretaria de Agricultura a Fernando Bezerra Coelho será o primeiro sinal de que o senador marchará com a reeleição do governador, encaminhar a indicação do ministro Fernando Filho para o posto de vice-governador será uma prova inequívoca de que os Coelho marcharão com Paulo Câmara no ano que vem.

Fechando a equação dos Coelho, o governador estará tranquilo para fechar outras demandas, como por exemplo a oferta de senador a Bruno Araújo, onde garantiria com Jarbas Vasconcelos uma chapa bastante competitiva para 2018. Fechando a costura dos Coelho e depois de Bruno e do PSDB, Paulo Câmara não deixaria outra alternativa ao senador Armando Monteiro senão a aliança com o PT, o que por osmose traria o ministro da Educação Mendonça Filho para o palanque da Frente Popular.

Esse sinal do governador aos Coelho terá efeito imediato na Frente Popular, pois sem a perspectiva da família poderosa de Petrolina migrar pra oposição, outros atores menores como Eduardo da Fonte (PP) e Pastor Eurico (PHS) que já fizeram gestos de rompimento para valorizar o passe, diminuiriam significativamente a fatura a ser cobrada, pois não enxergarão futuro na oposição. Portanto, tudo em 2018 para determinar o vitorioso na disputa pelo Palácio passa pela família Coelho, que se decidir romper com o governador estará iniciando um efeito dominó difícil de ser saneado pelo Palácio do Campo das Princesas.

Vice – A imprensa nacional veiculou fortemente a informação de que o governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) quer mesmo que o candidato a vice-presidente seja do Nordeste. O nome da viúva de Eduardo Campos, Renata Campos, foi lembrado como alguém que garantiria o PSB na chapa tucana e facilitaria a candidatura de João Doria a governador de São Paulo, pois Márcio França seria convencido a não tentar a reeleição.

Visita – O presidente Michel Temer virá novamente a Pernambuco amanhã para lançar, ao lado do ministro das Cidades Bruno Araújo, na cidade de Caruaru, o programa cartão-reforma. Desde que assumiu a presidência da República, Michel Temer tem dispensado atenção especial ao nosso estado, que além de ter quatro ministros, vem ganhando uma série de recursos federais.

Ciumeira – A pré-candidatura de Marilia Arraes a governadora tem causado muita ciumeira no PT. Quem está bastante incomodado com a postulação da neta de Arraes e prima de Eduardo Campos é o ex-prefeito João Paulo, que trabalha diariamente para levar o PT para o palanque de Armando Monteiro.

Palestras – No próximo dia 29 estaremos realizando duas palestras, uma na sede do PPS no Recife para filiados do partido sobre redes sociais na política e outra na Câmara de Goiana na Caravana 25 do Democratas com o tema: “A crise e o Brasil: há caminhos?”. Muitos partidos, faculdades e câmaras municipais têm nos convidado para debater temas relacionados à política.

RÁPIDAS

Edson Vieira – Com a sinalização de que o ministro das Cidades Bruno Araújo será candidato majoriário em 2018, o caminho ficou completamente aberto para que o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira seja candidato a deputado federal no ano que vem.

Rifado – Mais uma semana se passou e nada de o PSDB decidir entregar a presidência estadual do partido ao ex-prefeito Elias Gomes, que segue ameaçando deixar a sigla rumo ao PPS caso a sua guilhotina no ninho tucano seja confirmada.

Inocente quer saber – O que deveria ser prioridade em Araripina, gastar R$ 5 milhões em festas ou pagar o salário dos professores?



A caravana 2018 de Lula rumo ao Nordeste de ônibus
Autor
Adriano Roberto

A caravana 2018 de Lula rumo ao Nordeste de ônibus

Painel da Folha - Um plano em análise pela cúpula do PT prevê que o ex-presidente Lula inicie sua caravana pelo Nordeste no dia 16 de agosto. O petista percorrerá a região em um ônibus e ficará mais de 20 dias na estrada. O roadshow deve começar em Salvador e seguir para Sergipe. 

Lula percorrerá poucas capitais. Dará mais atenção a cidades do sertão. A caravana marcará a estreia de sua agenda como pré-candidato ao Planalto e será seu primeiro grande ato após a condenação pelo juiz Sergio Moro.

O desenho da caravana ainda está em estágio preliminar, para seleção das cidades e estudo de custo. Dirigentes do PT, integrantes do Instituto Lula e líderes políticos da região alinhados ao petista estão em contato permanente.

Lula já falou com os governadores Ricardo Coutinho, da Paraíba, Jackson Barreto, de Sergipe, e Camilo Santana, do Ceará.





Ponto de Vista e Blog do Edmar Lyra fazem pesquisa de prefeitos em PE
Autor
Adriano Roberto

Ponto de Vista e Blog do Edmar Lyra fazem pesquisa de prefeitos em PE

O programa Ponto de Vista e o Blog do Edmar Lyra vão fazer, em parceria com um grande instituto de pesquisa, uma pesquisa de levantamento das melhores administrações municipais de Pernambuco. Será um levantamento em todos os municípios, que já está em campo, mas por decisão do instituto (um dos mais conhecidos da região) nós vamos omitir, por enquanto o nome, para que a pesquisa seja feita com toda isenção e sem possíveis interferências. 

Nesta terça, 18 vamos fazer a primeira reunião de estratégia de divulgação para detalhar a data e a forma como a pesquisa será divulgada. Já se sabe que não vai haver uma divulgação de posições e sim dos 10 melhores prefeitos, com entrega de certificados de Qualidade de Gestão Pública feita pelo Programa Ponto de Vista com Adriano Roberto e do Blog do Edmar Lyra oferecidos pelo próprio instituto.

Esta é uma maneira que os parceiros encontraram de estimular a concorrência e reconhecer o trabalho dos melhores gestores neste tempo de crise que o país está vivendo. "Notamos que alguns gestores municipais estão se destacando mesmo com a crise e isso deve ser reconhecido e divulgado para incentivar os outros que não estão encontrando o mesmo exito." Disse o publicitário da agência responsável pela coordenação da pesquisa, cujo nome será revelado posteriormente.



Antonio Campos aponta mesmice em administração de Lupércio
Autor
Adriano Roberto

Antonio Campos aponta mesmice em administração de Lupércio

Dando seguimento a sua entrada no Podemos, do qual é membro do Diretório Nacional, Antônio Campos indicou o jornalista Ivan Mauricio para presidir o Podemos em Olinda ao Presidente Estadual Ricardo Teobaldo, cuja Comissão Provisória será modificada essa semana, o que ficou ajustado politicamente.

O partido, em Olinda, irá lançar nas redes sociais uma campanha de filiação, um blog e um jornal digital quinzenal, no próximo dia 26 de julho. Também serão realizados debates e encontros para discutir as soluções e os problemas da cidade. Neste final de semana, Tonca, como é conhecido pelos amigos, divulgou carta aberta relacionando a atual administração com as dos prefeitos anteriores. Veja abaixo a carta de Antonio Campos:

A gestão de Lupércio é de continuidade

1. Após 6 meses de gestão de um governante, é praxe da política se fazer uma avaliação inicial de uma gestão.

2. A gestão de Lupércio não apresentou um plano para a cidade de Olinda e está aplicando o PPA – Plano Plurianual do Governo Renildo Calheiros, que poderia e deveria rever, com novas metas e prioridades, sendo uma continuidade de sua gestão, da qual preservou quase 300 empregos vinculados ao PCdoB.

3. Demorou a mostrar a situação que encontrou as finanças da cidade e não se tem notícias de uma providência que tenha tomado quanto ao descaso encontrado, o que caracteriza a aludida continuidade.

4. A Prefeitura de Olinda está no limite prudencial do gasto com pessoal (52,8%, dados de abril), no limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, não tendo atualizado os dados dos meses de maio e junho, até a última quinta-feira, podendo já ter chegado a 54%. Se considerar terceirizados, que entram na rubrica de custeio, onde colocou funções como merendeiras, entre outras, certamente ultrapassa tal limite, que é de 50%, o que pode inibir as transferências voluntárias de recursos federais. Nomeou 100% dos cargoscomissionados, não enxugou a máquina pública, o que faz faltar dinheiro para setores essenciais à população. Governa na velha política, não tendo feito uma reforma e um enxugamento da máquina pública, que tinha prometido reduzir em até 30% para investir mais em saúde e educação, o que é marca das gestões modernas e comprometidas com a mudança.

5. A saúde continua na UTI. Dos 33 postos de saúde, 20 estão sem médicos, fazendo um rodízio, que não funciona. No primeiro quadrimestre, gastou 12,8% com saúde, quando deveria gastar 15%. Uma máquina pública lotada, realmente, faz faltar recursos para a saúde. 

6. A escola do Professor Lupércio não anda bem. Olinda está na 172ª posição no IDEPE e na 5ª pior posição no IDEB nas cidades da sua faixa populacional. Educação não está sendo prioridade. Quanto a contratação da merenda, em forma emergencial, é objeto de investigação no Tribunal de Contas do Estado. Não é crível que uma cidade Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade não faça da educação uma prioridade. 

7. Quanto aos alagamentos, não tem uma proposta estruturadora para a cidade e principalmente para o urgente desafio da Presidente Kennedy, limitando-se a Prefeitura a ações paliativas de limpeza, que se tornaram inócuas com as chuvas do inverno. O canal do Fragoso está sendo tocado essencialmente, com muito atraso e interrupções, pelos Governos Federal e Estadual.

8. Ainda não prestou contas dos 9 milhões gastos com o carnaval, sendo 2 milhões dos cofres de Olinda e 7 milhões de patrocínios. Apresentou a prestação de contas fora do prazo à Câmara Municipal do carnaval em forma de relatório genérico, em 09 de maio, quando seria em 30 de março, que a devolveu àPrefeitura com pedidos de informações complementares, que ainda não foram 
prestadas.

9. Faltam iniciativas e esforços para a preservação do Patrimônio Históricoameaçado (vários monumentos continuam interditados) e uma política arrojada de segurança pública. Não trouxe nenhuma iniciativa significativa para a geração de empregos.

10. Olinda precisa de gestão e de mudança de verdade. A oposição estará vigilante e espera as atitudes cabíveis dos órgãos de controle.

Olinda, 16 de julho de 2017.
Antônio Campos



Leia aqui a Coluna do Edmar Lyra desta segunda, 17
Autor
Adriano Roberto

Leia aqui a Coluna do Edmar Lyra desta segunda, 17

Paulista já respira a eleição suplementar que deve ocorrer após cassação de Matuto

Júnior Matuto nunca teve a menor condição política de ser prefeito de Paulista, só se viabilizou porque Eduardo Campos sentado na cadeira de governador, no auge da sua popularidade convenceu Yves Ribeiro, então prefeito de Paulista, a apoiá-lo como sucessor na disputa de 2012. Matuto caiu de pára-quedas no cargo de prefeito sem ter capacidade de gestão.

Tão logo assumiu, deu um jeito de se viabilizar através da velha política, amparada no toma lá, dá cá tradicional de distribuição de cargos sem o menor pré-requisito técnico para suas ocupações. Mesmo realizando uma gestão medíocre conseguiu ser reeleito em 2016 por três motivos, primeiro pela falta de unidade da oposição que lançou três candidaturas numa cidade onde não há segundo turno, depois pelo toma lá, dá cá habitual que permitiu manter uma ampla frente política na cidade, por fim, o mais importante, o abuso de poder ecomômico, que é fruto de uma AIME que está em tramitação e poderá cassá-lo.

Sem Eduardo Campos e com uma rejeição nas alturas, Matuto faz uma gestão bisonha na cidade, e já sabendo que seu tempo na prefeitura é curto, ele decidiu fortalecer a pré-candidatura de Fábio Barros, presidente da Câmara, que herdaria o mandato tão logo fosse consolidada a sua cassação. Os adversários de Matuto já se movimentam, Sergio Leite, Ramos, Duffles Pires e Gilderley colocam suas pré-candidaturas, mas é urgente entender que separados eles beneficiam Fábio Barros, que terá a estrutura da máquina para disputar a eleição.

É bem verdade que nas duas eleições suplementares que ocorreram em Pernambuco, os candidatos que detinham a prefeitura perderam a disputa, vide Carlos Santana que era aliado com prefeito em exercício de Ipojuca, e Gilvandro Estrela que era prefeito em exercício de Belo Jardim e acabou ficando em terceiro lugar na eleição suplementar. Mas não se pode menosprezar o poderio da máquina que ficará nas mãos de Fábio Barros na tentativa de reeleição, por isso a unidade da oposição será fundamental. O fato é que Paulista não aguenta mais o toma lá dá cá e o desgoverno de Júnior Matuto e sua equipe que estão sendo extremamente danosos ao município desde que assumiram em janeiro de 2013.

Iluminação – Visando diminuir o risco de assaltos nas ruas por conta da iluminação precária ofertada pelo prefeito Geraldo Julio, muitos condomínios do Recife estão instalando refletores de LED voltados para a rua. Apesar de não ser obrigação dos condomínios, a medida tem surtido muito efeito, pois se for esperar pelo poder público sobretudo de uma gestão travada como a do prefeito, ninguém chega a lugar nenhum.

Pesquisa – O Blog Edmar Lyra e o programa Ponto de Vista em parceria com um conceituado instituto de Pesquisas realizarão de seis em seis meses um levantamento a respeito dos 184 prefeitos de Pernambuco avaliando suas gestões. Os dez melhores municípios receberão um certificado do projeto que visa premiar as melhores práticas de gestão pública em todo o estado.

Paralisação – As empresas de transporte complementar do Recife cruzarão os braços nesta segunda-feira em protesto contra o Grande Recife Consórcio de Transportes, que está devendo R$ 2 milhões de repasse às empresas, que transportam 50 mil passageiros diariamente em locais de difícil acesso com 18 linhas.

Robótica – Nesta segunda-feira, o prefeito Geral do Julio, acompanhado do secretário de Educação, Alexandre Rebêlo, irá receber a equipe de oito estudantes da rede municipal que irá representar o Brasil na Robocup 2017 – Campeonato Mundial de Robótica, que acontece em Nagoya, no Japão, entre 27 e 31 de julho. A rede do Recife disputa na modalidade Rescue Simulation, sendo os únicos representantes brasileiros nos níveis 1 e 2. O encontro também inclui os quatro professores que irão acompanhar o time.

RÁPIDAS

Chapinha – Exitosa em 2014, a chapa montada por Luciano Bivar que elegeu Kaio Maniçoba com menos de 30 mil votos, ganhou fôlego para ser reeditada em 2018 com a chegada de Bivar ao mandato de deputado federal. Buscando o mandato no ano que vem, Bivar articulará a chapa pra eleger dois federais. Ela tende a integrar a Frente Popular com PSL, PSDC, PRTB, PHS e PRP, podendo emplacar o primeiro com 40 mil votos e o segundo com 35 mil.

Globo – A Record veiculou ontem uma reportagem sobre a Rede Globo de Televisão que teria sonegado R$ 1 bilhão em impostos. A denúncia contra a Globo faz parte da delação do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, que aguarda a sua homologação.

Inocente quer saber – Michel Temer está conseguindo se safar da crise envolvendo Joesley Batista?



Força de Temer pode adiar para
Autor
Adriano Roberto

Força de Temer pode adiar para "nunca mais" votação da denúncia

A denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) terá uma votação no plenário da Câmara dos Deputados semelhante à do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). A sessão será no dia 2 de agosto. Os deputados serão chamados um a um para que anunciem, no microfone, qual o seu voto.

Isso é visto pela oposição como uma arma para conseguir o placar favorável à aprovação da denúncia, meta considerada difícil pelos oposicionistas. A ideia é a de que, ao terem que expor publicamente o voto, alguns deputados evitem se pronunciar a favor do arquivamento de uma investigação por corrupção.

Apesar disso, aliados do governo têm dito contar com votos suficientes para barrar a abertura de investigação. É preciso o apoio de ao menos 342 dos 513 deputados para que a Câmara autorize que a denúncia seja analisada pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

A sessão no dia 2 está marcada para começar às 9h. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que espera conseguir concluir a votação até a noite desse mesmo dia. Mas tudo isso pode dar em nada, se a opsição sentir que não vai conseguir o número de 342 votos para a possibilitar a aceitação da denúncia.

Parlamentares da oposição e do Governo já falam em nem colocar em votação a matéria. A TV Globo, que faz campanha aberta pela saída de Temer, entra no processo de votação anunciando a transmissão ao vivo. Isso pedo constranger os deputados que querem boicotar a seção do plenário e transferir para "nunca mais" a votação.



Fique de olho: Procon divulga lista de sites falsos
Autor
Adriano Roberto

Fique de olho: Procon divulga lista de sites falsos

É inegável a praticidade garantida pelo e-commerce. Basta um clique e o consumidor adquire no conforto do lar tudo, ou quase tudo que deseja sem precisar ir até uma loja física. Mas para que o consumidor não caia numa cilada, ao realizar as compras pela internet, o Procon-SP divulgou a nova lista dos sites fraudulentos.

O relatório traz 500 domínios fraudulentos. Parte deles, já foi retirada do ar. Na hora de comprar pela internet, é fundamental checar informações sobre a loja, inclusive CNPJ, caso não seja uma página com referências, e canais de contato.

- desconfie de preços bem abaixo do mercado;

- evite usar computadores públicos para efetuar compras;

- escolha lojas recomendadas por amigos ou familiares;cheque se o site tem sistema de pagamento protegido.

Confira a lista do Procon-SP, este pode ser o primeiro passo para que o consumidor não seja lesado. 



Globo transmitirá ao vivo a votação de denúncia contra Temer
Autor
Adriano Roberto

Globo transmitirá ao vivo a votação de denúncia contra Temer

Assim como na votação do impeachment de Dilma Rousseff, a TV Globo transmitirá ao vivo toda a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer na Câmara dos Deputados. Marcada para o dia 2 de agosto, a emissora substituirá a programação, mesmo que seja no horário nobre, interrompendo novelas, jogos e séries.

De acordo com a coluna de Mônica Bérgamo, a emissora abrirá a transmissão a partir do primeiro parlamentar a votar, e manterá a narração ao vivo até o último deputado declarar sua posição no microfone. No impeachment de Dilma Rousseff, no dia 17 de abril de 2016, um domingo, a emissora ficou seis horas no ar -das 17h46 às 23h50. O afastamento de Fernando Collor também foi transmitido de forma ininterrupta.

Votação

E Rodrigo Maia, presidente da Câmara, já definiu o rito da votação: ele abrirá a sessão com 52 parlamentares em plenário. Quando o número chegar a 257, se já tiverem discursado acusação e defesa e parlamentares, encerra a discussão. E abre a votação quando 342 deputados, ou 2/3 da Casa, estiverem presentes.



Pará desbanca reinado cacaueiro da Bahia
Autor
Adriano Roberto

Pará desbanca reinado cacaueiro da Bahia

O Pará se consolidou como o maior produtor de cacau em grão do país. Desbancou pela segunda vez consecutiva a Bahia, historicamente a terra da fruta. Sozinho, o Pará responde por quase 50% da produção nacional. Do estado sairão 116 mil toneladas neste meio ano de 2017, acima das 105 mil toneladas previstas para a Bahia, de acordo com dados do IBGE.

No ano passado a produção paraense de cacau, baseada na pequena agricultura familiar, já era uma das mais competitivas do mundo, com a produtividade média das terras plantadas de 903 quilos por hectare e o baixo custo de produção da lavoura paraense (US$ 750 por tonelada). O Estado hoje soma um universo de mais de 30 mil produtores que têm relação com o cultivo do cacau.

“Já tinhamos 160 mil hectares produzindo cacau no Pará, o que já asseguraria uma produção de 160 mil toneladas. Produzimos 116 mil toneladas porque parte dessa lavoura ainda não está em fase produtiva. A tendência é que se avance e o Pará chegue logo à meta estabelecida pelo programa, de 230 mil toneladas produzidas ao ano”, avalia o secretário Hildegardo Nunes. “A partir daí, vamos reavaliar o programa e as condições de expansão e manutenção, já que agora temos outro desafio, que é a melhoria da produtividade por área plantada”.

Na fase atual, o Pará busca expandir áreas de plantio. Mas chegará um momento em que a estratégia será invertida, pondera Hildegardo Nunes. “Teremos que intensificar o aumento e produtividade. Já temos alguns produtores que já chegam a até três mil quilos produzidos por hectare. Se conseguirmos dobrar essa produtividade média atual, teremos condições de nos tornar em breve um grande produtor mundial, sem precisar de expansão de áreas”. Com informações de Lauro Jardim e O Liberal.