Blog do Adriano Roberto


Prefeito Helio dos Terrenos é preso ao tentar agredir advogado numa audiência em Belo Jardim
Autor
Adriano Roberto

Prefeito Helio dos Terrenos é preso ao tentar agredir advogado numa audiência em Belo Jardim

O Prefeito Hélio dos Terrenos, perdeu o controle agrediu verbalmente e tentou agredir fisicamente o Advogado, Leandro Martins, que estava no exercício da profissão, no Fórum de Belo Jardim, em audiência criminal, hoje pela manhã.

A Juíza que estava presente, cujo nome não foi ainda revelado, deu voz de prisão no momento encaminhou o prefeito para a delegacia local para lavrar a ocorrência. Segundo informação de uma fonte que está no local, familiares do prefeito estão do lado de fora da delegacia impedindo o trabalho da imprensa.

Testemunhas disseram que o prefeito, Helio dos Terrenos, partiu para cima do advogado Leandro. Só não agrediu fisicamente porque foi contido. Leandro também está na delegacia para lavrar a ocorrência, juntamente com vários advogados. Veja o vídeo do momento da prisão abaixo:



Acompanhe AO VIVO o leilão do Pré-Sal


Comissão aprova que igrejas possam receber recursos via Lei Rouanet
Autor
Adriano Roberto

Comissão aprova que igrejas possam receber recursos via Lei Rouanet

A Comissão de Cultura da Câmara de Deputados aprovou nesta segunda (4) um projeto de lei que reconhece a música religiosa e eventos promovidos por igrejas como manifestações culturais que podem utilizar mecanismos de fomento via Lei Rouanet.

Trata-se de um texto substitutivo a um projeto de 2015, do deputado Jefferson Campos (PSB-SP). O projeto original pedia o reconhecimento da "música gospel como manifestação cultural", no âmbito da Lei Rouanet

O relator Vavá Martins (Republicanos-PA), em parecer, pediu a substituição da palavra "gospel" por "religiosa".

A proposta ainda será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania em caráter conclusivo, ou seja, caso aprovada, vai direto para o Senado sem precisar passar pelo plenário da Câmara.



Coronel Meira dispara como maior representante da Direita no Recife
Autor
Adriano Roberto

Coronel Meira dispara como maior representante da Direita no Recife

Visando a corrida eleitoral no Recife, em 2020, o Grupo Direita Pernambuco divulgou nesta terça-feira (05), uma pesquisa realizada no último mês para saber dos conservadores, qual o melhor nome para representar a direita na disputa da Prefeitura do Recife.

A consulta apresentou nomes de políticos tradicionais como André Ferreira, Daniel Coelho, Marco Aurélio e Mendonça Filho, além de novas lideranças como a delegada Patrícia Domingos, o Presidente da Embratur, Gilson Machado Neto e o procurador Charbel Maroun, porém, quem ganhou a preferência dos Grupos de Direita foi o Coronel Meira que atingiu 1/3 dos votos, superando o ex-governador Mendonça Filho, em 12,6% - que foi o segundo mais votado: ao todo foram questionadas 947 pessoas.

"Fico muito feliz por ter sido o mais lembrado pelos amigos conservadores. Porém, só serei candidato nas próximas eleições se for da vontade do nosso Presidente Jair Bolsonaro, caso contrário, continuarei trabalhando pelo bem e pela moralização em nosso Estado", informou o Coronel Meira - que segue, incessantemente, lutando por dias melhores em Pernambuco.

Votação: Coronel Meira (32,5%); Mendonça Filho (19,9%); Daniel Coelho (13,4%); Patrícia Domingos (12,8%); Charbel Maroun (4,0%); André Ferreira (3,6%); Gilson Machado Neto (2,6%); Marco Aurélio (0,3%).



Líderes mundiais terão encontro com Bolsonaro este mês
Autor
Adriano Roberto

Líderes mundiais terão encontro com Bolsonaro este mês

Para debater temas políticos e econômicos, o presidente Jair Bolsonaro receberá o presidente da China, Xi Jinping, na manhã de 13 de novembro, quarta-feira, no Palácio do Itamaraty. À tarde, no mesmo dia, no Palácio do Planalto, ele receberá  os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da África do Sul, Cyril Ramaphosa, e o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi.
Os quatro líderes políticos chegarão ao Brasil no dia 12 para participar da 11ª Cúpula do Brics, grupo de países integrado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul. No dia 13, os líderes visitantes participarão do encerramento do Fórum Empresarial do Brics, que reunirá 500 empresários, e à noite serão homenageados com jantar no Palácio do Itamaraty, em Brasília.

Cúpula

A maior parte da programação do Brics ocorrerá na quinta-feira, dia 14. Haverá um encontro dos líderes do Brasil, da China, Índia, África do Sul e Rússia com os empresários que compõem o conselho da organização e também com a diretoria do Novo Banco de Desenvolvimento, a instituição financeira fundada pelo Brics. Às 13h, haverá o almoço de encerramento da cúpula no Palácio do Itamaraty.

O grande tema a ser discutido na Cúpula do Brics será a cooperação a ser feita entre o Brasil, China, Índia, África do Sul e Rússia na área de ciência, tecnologia e inovação. "A agenda é densa e substantiva", disse o secretário de Comércio Exterior e Assuntos Econômicos do Itamaraty, embaixador Norberto Moretti.

O tema, segundo o diplomata, constará da Declaração dos Líderes, que será divulgada no encerramento do evento no dia 14, documento que abrirá aos países oportunidades de cooperação para o desenvolvimento de parques tecnológicos e incubadoras e a formação de pesquisadores.

Também constarão da declaração a cooperação dos cinco países no combate à corrupção e ao terrorismo, intercâmbio de boas práticas e desenvolvimento de medicamentos contra a tuberculose. Haverá ainda um item dedicado ao aleitamento humano, como prevenção de enfermidades.

O Conselho Empresarial do Brics (Cebrics) foi criado em 2013 na 5ª Cúpula do bloco em Durban, na África do Sul. Constituído para fortalecer e promover os laços econômicos, comerciais, de negócios e investimentos entre as comunidades empresariais dos países que compõem o grupo, o conselho tem também a missão de assegurar o diálogo regular entre os setores empresariais e os governos, além de identificar os problemas e gargalos no âmbito de comércio e investimentos nas suas relações.

Composto por 25 membros e assessorado por nove grupos de trabalho que atuam em uma instância de consulta, o conselho tem como missão assegurar que as principais prioridades do setor privado sejam efetivamente comunicadas aos líderes do governo no Brics durante a cúpula.



Geraldo Pinho Alves, ex-prefeito de Paulista, se filia ao Avante
Autor
Adriano Roberto

Geraldo Pinho Alves, ex-prefeito de Paulista, se filia ao Avante

O Avante tem se fortalecido cada vez mais, com o intuito de obter um resultado expressivo nas urnas em 2020. O objetivo do partido é conquistar  prefeituras em todas as partes do Estado. Na Região Metropolitana do Recife - RMR, a cidade do Paulista entrou no mapa da sigla, que é presidida em Pernambuco pelo suplente de senador Waldemar Oliveira.
 
Para disputar o comando da Cidade das Chaminés, o Avante vai apostar no ex-deputado estadual Geraldo Pinho Alves Filho. O pai dele, Geraldo Pinho Alves, que também exerceu mandatos de deputado estadual, comandou o município em três oportunidades e até hoje é lembrado pela eficiência das suas gestões.
 
“O Avante acelerou o ritmo de filiações. A família Pinho Alves tem muitos serviços prestados à cidade de Paulista, e a escolha de Geraldo para disputar a prefeitura coloca de vez partido na briga”, frisou o deputado federal Sebastião Oliveira, que acompanhou o ingresso de Geraldo no Avante.


Se passar o Pacto Federativo, Ingazeira e Itacuruba deixam de ser municípios em PE
Autor
Adriano Roberto

Se passar o Pacto Federativo, Ingazeira e Itacuruba deixam de ser municípios em PE

O Pacto Federativo, que foi entregue nesta terça-feira, 5, pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, prevê a redução do número de municípios com a restrição para a criação de novas cidades e a incorporação pelo município vizinho de cidades com menos de 5.000 habitantes e com arrecadação própria menor que 10% de sua receita total.

O governo não informou, até o momento, quantas localidades seriam atingidas pela nova regra. Segundo o secretário de Fazenda do ministério da Economia, Waldery Rodrigues Junior, 1.254 cidades tem o potencial de serem atingidas. A extinção dos municípios que tivessem dentro desses requisitos aconteceria a partir de 2026, caso a PEC do Pacto Federativo seja aprovada. 

O Brasil tem 1.253 municípios com menos de 5.000 habitantes, segundo a última estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgada em agosto. O número equivale a 22,5% do total de 5.570 municípios brasileiros. Desses, três deles têm menos de 1.000 habitantes, de acordo com a última estimativa, de julho de 2019: Serra da Saudade (MG), com 781 pessoas; a paulista Borá, com 837; e Araguainha (MT), com 935. Em Pernambuco dois municípios estão nesta situação: Itacuruba tem 4.918 e Ingazeira tem 4.548 habitantes.

Questionado sobre a medida ser um dos pontos para desidratação do pacto federativo, devido à impopularidade do tema nas vésperas das eleições municipais de 2020, o ministro Paulo Guedes afirmou que é um tema que o Congresso terá que discutir. “Quem é que tem que resolver se município é com 5 mil, 10 mil pessoas? Sou eu ou o Congresso? Não sabemos qual é o tamanho ideal então é um tema legítimo para o Congresso discutir”, afirmou.



Pela verdade, apesar de tudo e apesar de todos estão chegando em PE
Autor
Adriano Roberto

Pela verdade, apesar de tudo e apesar de todos estão chegando em PE

Do Antagonista
 
Por Renan Ramalho
 
A operação da PF de hoje que mira Renan Calheiros, Eduardo Braga e Vital do Rêgo fez buscas numa banca de advogados e procurou sócios de um instituto de pesquisa que teriam sido usados para efetuar repasses da JBS aos caciques do MDB em 2014.
 
Um dos mandados de busca expedidos por Edson Fachin visa coletar provas no Escritório de Advocacia Rubens Ferreira & Vladimir Silveira, em São Paulo. Em delação premiada, Ricardo Saud, ex-diretor da JBS, disse que pagou R$ 4 milhões para Vital do Rêgo por meio da banca.
 
O atual ministro do TCU teria recebido R$ 6 milhões no total, para apoiar a reeleição de Dilma Rousseff em 2014. Os outros R$ 2 milhões teriam sido pagos por meio da Makplan, empresa de comunicação, e em espécie.
 
A PF também sócios da Campus Centro de Estudos e Pesquisa de Opinião Ltda., sediada em Salvador, a depor. A empresa teria sido usada por Eunício Oliveira para receber R$ 2 milhões da JBS — o ex-senador teria recebido R$ 5,6 milhões para fechar a aliança com o PT.
 
Os pagamentos da JBS a membros do MDB do Senado teria alcançado mais de R$ 40 milhões e teria beneficiado também Jader Barbalho, Romero Jucá,  Edison Lobão e Valdir Raupp.


Vereadores de Serra Talhada vão ao senador Humberto buscar ajuda para o município
Autor
Adriano Roberto

Vereadores de Serra Talhada vão ao senador Humberto buscar ajuda para o município

Os vereadores Pinheiro de São Miguel, Antonio de Antenor e Jaime Inácio foram recebidos neste início de semana no gabinete, no Recife, do senador Humberto Costa. Os vereadores foram buscar com o senador a atenção para atender emendas de perfuração de poços e horas máquinas. 

Estes são serviços muito demandados pela população rural da cidade. Serra Talhada tem uma grande extenção de zona rural e os vereadores procuram dar especial atenção a essa áreas. O Senador deixou claro que vai dedicar um especial carinho a esses pedidos, dado o número de votos que obteve na região de Serra. 

Pelo visto o esforço dos vereadores em vir a capital reivindicar junto a Humberto Costa valeu a pena. Agora é aguardar as boas notícias de mais trabalho para os ruralistas de Serra Talhada.



Feitosa afirma que CPI do óleo provoca perdas econômicas para o país
Autor
Adriano Roberto

Feitosa afirma que CPI do óleo provoca perdas econômicas para o país

Nesta segunda-feira (04/11), o deputado estadual Alberto Feitosa (SD) fez um apelo ao presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), e a bancada nordestina, pedindo a não instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o vazamento do óleo no Nordeste proposto pelo deputado federal João Campos (PSB).

Visto que o problema do vazamento foi detectado pela Marinha Nacional e já estão sendo tomadas as devidas providências, tanto pelo Governo Federal como pelo Governo Estadual, para sua solução  de suas consequências e identificação dos responsáveis.

Ontem (03/11), na campanha  Vamos Abraçar  o Mar, o parlamentar ouviu a população local e empresários que afirmaram que a instalação da CPI poderá fomentar o desemprego e o transtorno no setor produtivo do turismo Nordestino.

“A CPI poderá  desencadear um sentimento de alarmismo que possivelmente servirá apenas para colaborar com a queda  de reservas nas pousadas, nos hotéis, queda de movimento nos bares e restaurantes, redução das vendas do comércio nos destinos turísticos, entre outros impactos econômicos negativos, gerando um prejuízo enorme da Região em pleno período de alta temporada”, afirmou.



Atleta patrocinada pelo Grupo Ferreira Souza participa de certame brasileiro de Judô
Autor
Adriano Roberto

Atleta patrocinada pelo Grupo Ferreira Souza participa de certame brasileiro de Judô

A judoca juazeirense Alana Moura, atleta patrocinada pelo empreendedor social Antônio Souza diretor do grupo Ferreira Sousa, será uma das participantes do Campeonato Brasileiro Sênior 2019 que será realizado nos dias 30 de novembro e 01 de dezembro no Balneário de Camboriú-SC, o evento esportivo será promovido pela Confederação Brasileira de Judô.

Alana tem evoluído muito bem com sequências de vitorias importantes e já é uma das atletas mais destacadas na sua categoria no estado da Bahia, e agora irá disputar uma competição nacional com uma bagagem respeitada.

Em um momento que muitos esportes enfrentam dificuldades para sobreviver e seguir em frente, essa iniciativa do grupo Ferreira Souza em apoiar é de fundamental relevância para construção de carreiras de sucesso como a da Alana que tem repetido resultados positivos para lhe credenciar como uma atleta competitiva nacionalmente.

“Ficamos felizes em ver nosso incentivo gerando bons resultados e transformando a vida dessa brilhante atleta que é a Alana. Vamos continuar apoiando e torcendo para que ela seja um grande destaque nacional e quem sabe até internacional. É esse nosso verdadeiro objetivo.” Declarou Antônio Souza. Informações do Blog Casa De Abelha.



Bolsonaro completa 300 dias, comemora investimentos e apresenta reformas
Autor
Adriano Roberto

Bolsonaro completa 300 dias, comemora investimentos e apresenta reformas

Ao completar 300 dias de governo, o presidente Jair Bolsonaro faz um balanço das últimas viagens e comemora os novos investimentos no país, em cerimônia prevista para hoje (5) no Palácio do Planalto. O governo deve apresentar também novas propostas de reformas para promover a eficiência do Estado e impulsionar a economia e a geração de empregos.

Depois da aprovação da nova Previdência, o governo quer se concentrar na reforma do Pacto Federativo, para equilibrar o orçamento de todos os entes federados. Em entrevista na semana passada, Bolsonaro afirmou que deve levar a proposta pessoalmente ao Congresso e que espera consenso no Parlamento para a provação do texto. A revisão do Pacto Federativo pretende dar mais dinheiro para estados e municípios, além de desvincular e desindexar o Orçamento da União.

O presidente Jair Bolsonaro, participa da cerimônia  de assinatura dos contratos de concessão da 5ª Rodada de Leilões de Aeroportos da Infraero.

A reforma administrativa também está no radar da equipe econômica. Uma das medidas do governo deve ser a redução do número de cargos intermediários e mudança na estabilidade de novos concursados para o serviço público. Os atuais servidores e os de carreiras típicas de Estado, entretanto, devem manter a estabilidade. Atualmente, todos os servidores públicos estatutários têm direito à estabilidade no cargo após três anos de atividade.

O presidente Jair Bolsonaro se preocupa ainda com a alta carga tributária no país, que, segundo ele, encarece a cadeia produtiva e é um entrave à competitividade dos produtos brasileiros para exportação. A primeira parte do projeto de reforma tributária que será encaminhado ao Legislativo deve tratar da simplificação do PIS/Cofins.

Viagens
A criação de empregos no país já totaliza 761.776 de janeiro a setembro, 6% a mais que no mesmo período do ano passado. Para Bolsonaro, o saldo positivo é um sinal de recuperação da economia e confiança dos investidores no país.

O presidente comemora ainda os acordos bilaterais e investimentos anunciados durante sua última viagem à Ásia e ao Oriente Médio. Durante dez dias, ele passou por cinco países apresentando as reformas que o governo brasileiro está empreendendo na área econômica e as oportunidades no país.

O grupo Mubadala, um dos dois grandes fundos soberanos dos Emirados Árabes Unidos, anunciou mais investimentos no Brasil, assim como o Fundo de Investimento Público saudita (PIF), que pretende desenvolver projetos da ordem de US$ 10 bilhões. Com esses recursos, o governo brasileiro quer impulsionar os projetos de infraestrutura e de concessões e privatizações do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). De acordo com Bolsonaro, o Brasil já recebeu US$ 28 bilhões em investimentos estrangeiros nos primeiros seis meses de 2019.

Mais informações na Radioagência Nacional