Blog do Adriano Roberto


Partido de Bolsonaro quer apoiadores fiscalizando processo eleitoral
Autor
Adriano Roberto

Partido de Bolsonaro quer apoiadores fiscalizando processo eleitoral

Após levantar, sem provas, suspeições sobre o processo eleitoral, o  PSL, partido de Jair Bolsonaro, planeja criar um serviço semelhante ao disque-denúncia para receber de seus eleitores relatos de supostas irregularidades no dia do pleito.

No entanto, a Justiça já dispõe destes canais, tendo inclusive um aplicativo para que os eleitores enviem queixas.

De acordo com a coluna “Painel”, da Folha, o PSL também quer lançar cartilhas e uma plataforma para orientar voluntários que queiram atuar como fiscais nas seções.

A medida, que estimula teorias conspiratórias contra as eleições, pode servir para que o partido de Bolsonaro tenha “argumentos” em caso de questionamentos ao TSE após o pleito.



Candidato tem que ter serviço prestado e ser honesto, diz Sebastião
Autor
Adriano Roberto

Candidato tem que ter serviço prestado e ser honesto, diz Sebastião

“O nome a honra são os bens mais preciosos que uma pessoa pode ter. Eu não teria coragem de sair na rua para pedir o voto de vocês se tivesse respondendo processo na justiça”, destacou o deputado federal Sebastião Oliveira, durante bate-papo político realizado, em Cabrobó, na noite da quinta-feira (20). 

Oliveira alertou a plateia que o político precisa, além de ter serviços prestados, apresentar um histórico de honestidade “Estou há 16 anos na vida pública e já administrei uma considerável fortuna em recursos, mas todos os dias eu durmo com a consciência tranquila, sabendo que zelei pelo dinheiro do povo. Eu sou ficha-limpa”, ressaltou o concorrente à reeleição. ”As obras de pedra e cal são importantes, mas a reserva moral não tem preço”, completou Sebá, que preside o PR, em Pernambuco.

Prestação de contas
Sebastião aproveitou a sua passagem por Cabrobó para apresentar à população importantes ações que conseguiu levar para o município, dentre as principais, ele citou o asfaltamento de diversas ruas, a instalação do pórtico na entrada da cidade, a construção do pátio da feira e de passagens molhadas, além da perfuração de poços em várias localidades que sofriam com o problema de escassez de água.

Mais recursos
Já no início do próximo mês de outubro, quando os parlamentares indicarão suas emendas, Sebastião Oliveira assumiu o compromisso de destinar recursos que serão utilizados no custeio da saúde de Cabrobó. A iniciativa vai possibilitar melhorias no atendimento e beneficiará as pessoas que mais necessitam das politicas públicas. 

Paulo Câmara
Secretário de Transportes na gestão do governador Paulo Câmara até recentemente, Sebastião reforçou a importância da continuidade do governo que, apesar da crise nacional, se destaca pelo olhar diferenciado que tem com importantes áreas, como educação, assistência social e finanças. “Paulo merece continuar no comando do estado. Mesmo perseguido pelo Governo Federal, que travou o envio de recursos para Pernambuco, continuou investindo em ações que estão transformando a vida das pessoas. Ele conta com o apoio de Lula, o presidente que mais fez pelo Nordeste”, finalizou o republicano.



Desespero: Bolsonaro é extremamente prejudicial para a economia, diz Meirelles
Autor
Adriano Roberto

Desespero: Bolsonaro é extremamente prejudicial para a economia, diz Meirelles

Claro que o Brasil é muito maior do que todos esses que preveem uma tragédia se esse ou aquele vier a ser o presidente da Republica. Mas os ciganos do caos estão de plantão permanente. 

O candidato do MDB à Presidência, Henrique Meirelles, voltou a atacar o concorrente do PSL, Jair Bolsonaro, e as propostas dele na economia.

"O Bolsonaro é extremamente prejudicial à economia", disse, em referência à proposta sobre uma espécie de nova CPMF, feita pelo economista Paulo Guedes, coordenador do programa econômico do presidenciável do PSL.

No debate, em uma pergunta com a candidata Marina Silva (Rede), Meirelles já havia criticado a proposta da volta da CPMF. Com informações do Estadão Conteúdo.



Base da Rede e chapa majoritária saem em defesa da candidatura de Lossio
Autor
Adriano Roberto

Base da Rede e chapa majoritária saem em defesa da candidatura de Lossio

A base da Rede e a chapa majoritária do partido em Pernambuco saíram, nesta quinta-feira (20), em defesa da candidatura de Julio Lossio a governador e Marina Silva a presidente. O grupo de 44 filiados assinou uma carta à Executiva nacional do partido, que notificou Lossio por ele ter recebido apoio do candidato a deputado federal Coronel Meira (PRP).

No documento, os filiados reforçam que o apoio de Meira a Lossio se deveu ao compromisso do ex-prefeito de Petrolina em incorporar as propostas do coronel para a segurança pública em seu plano de governo.

A carta é assinada por importantes lideranças da base da Rede, como o coordenador de Finanças Elton Santana; os coordenadores de  Comunicação, Yuri Santos e Gilberto Sabino, e o coordenador de Ação Institucional e Políticas Publicas, Edson Celestino, entre outros candidatos proporcionais da sigla. Além de candidatos da chapa majoritária, como o vice-governador Luciano Bezerra e os postulantes ao Senado, Adriana Rocha e Pastor Jairinho.

"Temos, pela primeira vez em nosso Estado, a possibilidade de fazermos uma campanha eleitoral animadora e contagiante, baseada em propostas inovadoras, com bastante responsabilidade e senso crítico, sendo capaz de unir as melhores pessoas", afirmam os filiados, no documento.

Lossio agradeceu o reconhecimento e garantiu estar com a consciência tranquila de que está agindo como prega a Rede. "Sigo recebendo apoio das pessoas boas que existem em todos os partidos, com base em relações programáticas, e levando aos pernambucanos as nossas propostas e o nosso compromisso de unir todos em torno da verdadeira mudança que Pernambuco precisa", ressaltou.



Gonzaga Patriota recebe apoio popular durante carreata em Arcoverde
Autor
Adriano Roberto

Gonzaga Patriota recebe apoio popular durante carreata em Arcoverde

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), candidato à reeleição, foi recebido com festa por uma multidão na noite desta quarta-feira  (19), em Arcoverde, para inauguração do seu Ponto 4000 na cidade. 

Antes do ato de inauguração, Patriota realizou uma grande carreata com concentração em frente à Ivel, na Av. José Bonifácio que seguiu  pelas principais ruas e avenidas de Arcoverde.  Com mais de 100 veículos,  entre carros e motos, o evento foi uma verdadeira festa da democracia onde muitas pessoas reafirmaram o desejo da reeleição do parlamentar.  

Gonzaga Patriota estava acompanhado do candidato a deputado estadual Alvinho Patriota; do ex-vereador de Arcoverde, José Antônio Leite; do cantor e compositor Wagner Carvalho; do presidente da Câmara de Vereadores de Manari, José Eraldo e de várias lideranças da região.



Sebastião é recebido com festa a Angelim e anuncia novas conquistas
Autor
Adriano Roberto

Sebastião é recebido com festa a Angelim e anuncia novas conquistas

A população de Angelim, município localizado no Agreste pernambucano, preparou, na noite desta quarta-feira (19), uma calorosa e animada recepção para o deputado federal Sebastião Oliveira, que concorre ao segundo mandato de deputado federal.

Chamado de Deputado da Água, em virtude do seu empenho que resultou em ações que resolveram o problema do abastecimento de água na cidade, Sebá, que conta com o apoio do grupo político do prefeito Douglas Duarte, aproveitou a ocasião para dar uma notícia que há muito tempo era aguardada. “Vamos iniciar em breve a obra de requalificação da estrada que dá acesso a Angelim. 

É um sonho antigo que será realizado que vai trazer muitos benefícios. A crise que afeta todo o país não impediu que o governador Paulo Câmara continuasse investindo na melhoria da qualidade de vida das pessoas e no desenvolvimento de Pernambuco”, ressaltou Sebastião Oliveira, que até recentemente comandou a secretária de Transportes e desempenhou papel fundamental para que esse projeto saísse do papel.  

Mais

Também conhecido em Angelim como o Deputado das Emendas, tendo em vista que já destinou recursos, por meio de emendas parlamentares de sua autoria, que foram utilizados no reforço do atendimento na área da saúde e em importantes obras estruturadoras, Sebá assumiu novo compromisso, desta vez, contemplando a educação do município. 

“O trabalho que Douglas Duarte tem feito merece todo o reconhecimento. O Ideb de Angelim se destaca no estado. Vou destinar recursos para a compra de um ônibus com ar-condicionado, que vai garantir mais conforto e segurança para os alunos”, ressaltou o Sebastião Oliveira. “Só a educação transforma. 

Ela é um das principais ferramentas que o político disponibiliza para transformar vidas e promover a verdadeira inclusão social”, finalizou o republicano.



Haddad diz que achar que seus pontos são de Lula é fantasia
Autor
Adriano Roberto

Haddad diz que achar que seus pontos são de Lula é fantasia

Do G1 - O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, afirmou na noite desta quarta-feira (19) em entrevista ao Jornal da Globo que o seu crescimento recente nas pesquisas eleitorais não ocorreu só por causa do apoio do ex-presidente Lula. "Fosse só isso haveria transferência para todo lugar onde ele apoia – e não funciona automaticamente", afirmou o candidato, embora reconheça que "obviamente o presidente Lula é quem mais encarna esse projeto".

Haddad é o terceiro entrevistado da série que o Jornal da Globo faz nesta semana com os candidatos à Presidência mais bem colocados na última pesquisa Datafolha, divulgada na última sexta-feira (14). A apresentadora Renata Lo Prete já entrevistou Ciro Gomes (PDT) na segunda-feira (17) e Geraldo Alckmin (PSDB) na terça-feira (18) e entrevistará Marina Silva (Rede) na sexta-feira (20). O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, permanece internado se recuperando do atentado que sofreu em 6 de setembro e não será entrevistado neste momento.

Lo Prete afirmou que "ninguém, acho que nem mesmo o senhor, discorda de que a sua rápida escalada nas pesquisas de intenção de voto se deve à indicação do ex-presidente Lula" e questionou se isso não faria de Haddad, se eleito, "um presidente fraco, porque o poder, a origem do poder, é outra".

Haddad afirmou que "tem uma fantasia a respeito disso". "Se isso fosse verdade, se o Lula colocasse o dedo e tudo se resolvesse, nós estaríamos elegendo 27 governadores e 3 mil prefeitos. Não é o que acontece. Existe uma decisão que é mais complexa do que parece para chegar à conclusão de apresentar o nosso projeto".

Haddad tem 19% das intenções de votos, segundo pesquisa Ibope divulgada na terça-feira (18), e 16%, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (20). Ele tinha 4% tanto na pesquisa Ibope divulgada em 20 de agosto quanto na Datafolha divulgada 2 dias depois.



Datafolha em Pernambuco: Paulo Câmara, 35%; Armando Monteiro, 31%
Autor
Adriano Roberto

Datafolha em Pernambuco: Paulo Câmara, 35%; Armando Monteiro, 31%

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (20) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o governo de Pernambuco: (Veja vídeo acima)

Paulo Câmara (PSB): 35%
Armando Monteiro (PTB): 31%
Julio Lossio (Rede): 3%
Ana Patrícia Alves (PCO): 2%
Maurício Rands (Pros): 2%
Dani Portela (PSOL): 1%
Simone Fontana (PSTU): 1%
Branco/nulo: 19%
Não sabe: 6%

Os candidatos Paulo Câmara e Armando Monteiro estão empatados tecnicamente.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo”. É o terceiro levantamento Datafolha realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral.

No levantamento anterior, feito de 4 a 6 de setembro, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes:

Paulo Câmara (PSB): 34%
Armando Monteiro (PTB): 25%
Julio Lossio (Rede): 2%
Maurício Rands (PROS): 2%
Ana Patrícia Alves (PCO): 1%
Simone Fontana (PSTU): 1%
Dani Portela (PSOL): 1%
Branco/nulo: 26%
Não sabe: 6%

Sobre a pesquisa desta quinta-feira, 20
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos

Quem foi ouvido: 1.232 eleitores de 50 municípios de Pernambuco, com 16 anos ou mais
Quando a pesquisa foi feita: 18 e 19 de setembro
Registro no TSE: PE-09351/2018

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro
Espontânea

Na modalidade espontânea da pesquisa Datafolha (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

Paulo Câmara (PSB): 19%
Armando Monteiro (PTB): 13%
Outros: 10%
Branco/nulo/nenhum: 19%
Não sabe: 39%

Rejeição

A Datafolha também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome, por isso, os resultados somam mais de 100%. Veja os índices:

Simone Fontana (PSTU): 33%
Dani Portela (PSOL): 32%
Paulo Câmara (PSB): 31%
Julio Lossio (Rede): 31%
Ana Patrícia Alves (PCO): 30%
Maurício Rands (PROS): 29%
Armando Monteiro (PTB): 23%
Rejeita todos/não votaria em nenhum: 10%
Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 1%
Não sabe: 9%
Simulações de segundo turno
• Paulo Câmara (PSB): 42% x 39% Armando Monteiro (PTB) (branco/nulo: 15%; não sabe: 4%)



Datafolha: Bolsonaro vai a 28% e Haddad, a 16%; Ciro lidera no 2º turno
Autor
Adriano Roberto

Datafolha: Bolsonaro vai a 28% e Haddad, a 16%; Ciro lidera no 2º turno

Afastado da campanha nas ruas há duas semanas, o deputado Jair Bolsonaro (PSL) manteve a liderança da corrida presidencial, de acordo com uma nova pesquisa feita pelo Datafolha.

Conforme o levantamento, concluído nesta quarta (19), o capitão reformado do Exército oscilou dois pontos para cima e alcançou 28% das intenções de voto, mantendo a trajetória de crescimento observada desde o início da campanha.

O ex-prefeito Fernando Haddad (PT), que cresce desde sua confirmação como substituto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na corrida, atingiu 16% das preferências, três pontos a mais do que na semana passada.

O candidato petista continua tecnicamente empatado com Ciro Gomes (PDT), que ficou estagnado, com 13%. 

O instituto entrevistou 8.601 eleitores de 323 municípios na terça (18) e na quarta (19). A margem de erro é de dois pontos percentuais, e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi contratada pela Folha de S. Paulo e pela TV Globo e registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR-06919/2018.

As menções espontâneas a Bolsonaro também cresceram nos últimos dias, assim como as citações a Haddad. 

Bolsonaro cresceu no Sudeste, Norte e Sul, onde atingiu sua melhor marca (37%), e ganhou pontos entre jovens e até entre mulheres, apesar da grande rejeição no segmento. 

O petista cresceu no Sudeste e no Nordeste -onde alcança a melhor pontuação (26%) e única região em que está à frente de Bolsonaro.

O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), que tem quase metade do tempo de TV, está estagnado na pesquisa, com 9%.

O tucano aparece empatado com Marina Silva (Rede), que agora soma 7% das preferências, menos da metade do que tinha no início da campanha.

As simulações do Datafolha para segundo turno mostram que Ciro é o único candidato que venceria todos os rivais. Ele bateria Bolsonaro com 45% das intenções, vantagem de 6 pontos sobre o capitão. Nos outros cenários, Bolsonaro empata com Haddad, Alckmin e Marina. 

A rejeição a Bolsonaro continua alta, e a de Haddad cresceu. Segundo a pesquisa, 43% dos eleitores dizem que não votariam de jeito nenhum no capitão e 29% rejeitam o petista. 

Os eleitores de Bolsonaro e Haddad são os mais convictos. Apenas um de cada quatro apoiadores dos candidatos admite escolher outro nome.

No conjunto do eleitorado, 40% dizem que podem mudar o voto. Entre eles, 15% indicam Ciro como segunda opção, 13% apontam Marina, 12% optam por Haddad e Alckmin e 11% indicam Bolsonaro. Com informações da Folhapress.



REDE notifica Lóssio por fazer o que Marina prega: receber apoios programáticos
Autor
Adriano Roberto

REDE notifica Lóssio por fazer o que Marina prega: receber apoios programáticos

A REDE Sustentabilidade notificou, nesta quarta-feira (19), o candidato ao governo de Pernambuco, Julio Lossio, por infidelidade partidária. Júlio, cumprindo o que Marina prega em todas suas entrevistas de “receber sem assepsia os melhores de cada partido” recebeu apoio do Coronel Meira do PRP que é ligado ao candidato Bolsonaro e foi execrado pela Executiva Estadual do partido por isso. Veja trecho da nota:

“Depois de realizar aliança não autorizada com candidatos de outra coligação que representam o que há de mais reacionário no Brasil. Lossio terá 24 horas para apresentar sua defesa à Executiva Nacional da legenda. O candidato poderá ser expulso da REDE e ter o seu registro de candidatura cancelado na Justiça Eleitoral.

As manifestações de Lossio foram amplamente publicizadas na mídia nacional e pernambucana, redes sociais, materiais de campanha e eventos políticos, nos últimos dias.

Esse tipo de infração está previsto no Estatuto da REDE, que, em suas normatizações, considera ato de infidelidade partidária o candidato que fizer campanha eleitoral para candidatos ou partidos políticos que contrariem as deliberações da Convenção Eleitoral e os interesses partidários da REDE.

Em agosto deste ano, a legenda realizou sua primeira Convenção Nacional Eleitoral e oficializou, por aclamação, a candidatura de Marina Silva à Presidência da República.”

Este repórter que vos escreve colocou uma matéria de Marina aqui há 3 meses atrás que dizia:

Em ao menos sete diretórios as negociações passam por seis siglas – PT (partido do qual Marina já fez parte e agora é crítica a ele), PCdoB, Podemos, PRTB, PPL e PSC – que têm pré-candidatos próprios ao Planalto. Além deles, PPS e PSB, que apesar de ainda não terem anunciado apoio oficialmente, estão mais próximos de outros presidenciáveis. “Ainda que por ventura tenhamos discordância, o partido tem autonomia para tomar suas decisões (locais) levando em consideração a avaliação do próprio Estado”, disse Marina nesta segunda-feira, 23, em entrevista coletiva.

A Rede deveria estar preocupada em fazer a maior bancada possível pra não fechar! Isso sim.



Alberto Feitosa e André de Paula são recebidos com festa em reunião da Zona Norte do Recife
Autor
Adriano Roberto

Alberto Feitosa e André de Paula são recebidos com festa em reunião da Zona Norte do Recife

Cerca de 2 mil pessoas lotaram o Clube da Fazenda, em Nova Descoberta, para um encontro com o deputado estadual Alberto Feitosa e o federal André de Paula. Os candidatos à reeleição para a Assembleia Legislativa e Câmara Federal, respectivamente, estão sendo apoiados no Recife pelo vereador Romerinho Jatobá. A dupla foi recebida com muita festa e fogos de artifício pelos moradores da Zona Norte do Recife. Uma grande carreata acompanhou a chegada dos candidatos ao local.   

"É gratificante receber o carinho e a confiança de todos vocês, que saíram das suas casas para conversar sobre a boa política conosco. Eu nunca estive tão entusiasmado, tão preparado e bem acompanhado para ser candidato pelo nosso estado e continuar trabalhando pelos pernambucanos", afirmou Feitosa. 

A grande reunião da Zona Norte organizada por Romerinho Jatobá contou com a presença de moradores de comunidades como Nova Descoberta, Alto do Buriti, Brejo da Guabiraba, Córrego do Jenipapo e Jardim Primavera. Além de famílias dos Córregos do Rosário Eucalipto e do Tiro.



Bolsonaro mantém a dianteira e Haddad cresce na pesquisa IBOPE
Autor
Adriano Roberto

Bolsonaro mantém a dianteira e Haddad cresce na pesquisa IBOPE

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, subiu 11 pontos porcentuais em uma semana e se isolou na segunda colocação, com 19%, atrás de Jair Bolsonaro (PSL), que oscilou dois pontos porcentuais para cima e chegou a 28%. É o que revela pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada nesta terça-feira, 18, a quarta desde o início oficial da campanha eleitoral.

A seguir aparece Ciro Gomes (PDT), que se manteve com os mesmos 11% da semana anterior. O presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, oscilou dois pontos para baixo, de 9% para 7%. E Marina Silva (Rede) caiu três pontos, de 9% para 6%. “Com esse crescimento de Haddad, a probabilidade de haver segundo turno entre ele e Bolsonaro aumentou significativamente, embora não se possa descartar outros cenários”, disse Marcia Cavallari, diretora executiva do Ibope Inteligência.

Em sua primeira semana como substituto de Luiz Inácio Lula da Silva – condenado e preso na Operação Lava Jato –, Haddad avançou de 8%, patamar que o colocava em situação de empate com três adversários, para 19%. Com isso, o petista abriu oito pontos de vantagem sobre Ciro, seu principal rival na disputa por uma vaga no segundo turno. O petista foi oficializado candidato no dia 11, após Lula ter sido barrado pela Justiça Eleitoral. A pesquisa atual é a primeira do Ibope que capta os efeitos da substituição. 

O levantamento é também o segundo desde que Bolsonaro foi esfaqueado em Juiz de Fora (MG), quando participava de um evento de campanha. Desde então, ele subiu seis pontos porcentuais, de 22% para 28%.

Os candidatos do PSL e do PT são os dois únicos que apresentaram tendência de alta desde o início da série de pesquisas Ibope, em 20 de agosto.

Haddad avança no Nordeste, onde passou de 13% para 31%
Continua forte a disparidade de intenções de voto em Bolsonaro na divisão por gênero. Ele tem 36% entre os homens e 20% entre as mulheres.

Considerando a divisão geográfica do eleitorado, Haddad avançou em todas as regiões, em especial no Nordeste, onde passou de 13% para 31% e assumiu a liderança isolada, deixando Ciro e Bolsonaro empatados em segundo lugar, com 17% e 16%, respectivamente.

O petista também teve crescimento forte no Sudeste, onde vivem mais de quatro em cada dez eleitores do País, quase triplicando sua taxa de intenção de votos, de 6% para 15%. Nesse caso, porém, ficou atrás de Bolsonaro, que tem 29%.

Na segmentação por renda, o candidato do PSL se sai melhor entre os mais ricos. Ele tem 41% das intenções de voto na parcela dos que ganham cinco salários mínimos ou mais. No outro extremo, entre os que ganham até um salário mínimo, a taxa é de apenas 12%.

O avanço de Bolsonaro nas faixas mais ricas e mais escolarizadas mudou o perfil do eleitorado de Alckmin. Nesses segmentos de elite, onde costumava se destacar, o presidenciável tucano tem 8% e 6%, respectivamente, quase o mesmo que sua média nacional (7%).

Rejeição a Bolsonaro se mantém estável, a de Haddad, sobe
No quesito rejeição, Bolsonaro manteve a primeira colocação, com 42%, praticamente o mesmo resultado da semana anterior (41%). Haddad, à medida que fica mais conhecido, ganha simpatizantes e também desperta mais repúdio: cresceu de 23% para 29% a parcela de eleitores que não votaria no petista de jeito nenhum.

Alvaro Dias (Podemos), João Amoêdo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB) ficaram com 2% das preferências na pesquisa estimulada de primeiro turno. Cabo Daciolo (Patriota) teve 1%. Os demais candidatos não pontuaram.

O Ibope foi às ruas entre os dias 16 e 18 deste mês. Foram entrevistadas 2.506 pessoas em 177 municípios. A margem de erro estimada é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. Isso quer dizer que há 95% de chance de os resultados refletirem o atual momento eleitoral. A pesquisa foi contratada pelo Estado e pela TV Globo. O registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi feito sob o protocolo BR-09678/201